# # #

Vou iniciar meu primo

968 palavras | 11 |4.92
Por

Há algum tempo me pego prestando bastante atenção em um primo meu… Quero e vou iniciá-lo

Olá leitores, me chamo Ricardo (nome fictício) tenho 23. Com a pandemia decidi voltar a morar com meus pais pois eles ficaram desempregados, sendo assim, sou a única renda da família. Por parte de mãe, tenho parentes em todo o Brasil, enquanto todos os parentes paternos concentram-se na msm rua onde eu moro.

Tudo começou por volta de novembro, quando meus pais decidiram passar o restante do ano de 2021 em nossa fazenda, me deixando sozinho em casa. Com preguiça de fazer almoço apenas para mim, passei a frequentar a casa de uma tia para fazer minhas refeições… Um dia minha tia cozinhava, no outro eu levava algo e assim íamos alternando. Essa tia tem 2 filhos, um de 18 e outro de 9. O mais velho é todo antissocial, típico dos adolescentes atuais kkkk e o mais novo, que se chama Miguel (nome fictício) é todo comunicativo e vive procurando joguinhos no celular pra jogar online.

Miguel gosta muito da minha presença, pois sou o único q ainda dá uma atenção pra ele quando ele fala de jogos… Diga-se de passagem, sou bastante nerd quanto a isso. Cada dia q eu aparecia ele vinha me perguntando se eu conhecia jogo tal, ou se sabia como fazia uma conta pra entrar no jogo, e eu, sempre muito entusiasmado, respondia e ajudava ele. Certo dia, Miguel aparece jogando um jogo q eu já joguei bastante, onde o jogo se baseia em uma fuga de um assassino e quando esse assassino te pega ele te carrega no ombro… Quem costuma jogar vai saber qual jogo estou falando… Ele logo veio cheio de perguntas pra ver se eu conhecia o jogo, mas dessa vez não dei muita moral, apenas disse q conhecia. Ele não aceitou a resposta curta e começou a perguntar coisas sobre o jogo, como um teste pra saber se eu realmente conhecia. Lembro-me como se fosse hj, estávamos na área da casa dele quando me levantei e disse: “É aquele jogo q o assassino pega as pessoas assim né” e peguei ele e joguei no meu ombro como se eu fosse o killer do jogo. Ele começou a rir e tentar se soltar, até q eu segurei ele pelas pernas, o deixando de cabeça para baixo. A barriga dele ficou na altura da minha cintura e o peitoral pressionando meu pau q começou a ficar meia bomba com essa situação. Não foi algo planejado mas isso me deixou encabulado, pois tenho certeza q ele sentiu o sinal do meu pau e msm assim continuou como se tudo estivesse normal. Na hora eu coloquei ele no chão e minha tia surgiu avisando q a comida havia ficado pronta. Almocei e voltei pra minha casa com aquilo na cabeça.

Dias se vão, meus pais ainda continuam na chácara, eu comemoro o Natal com os familiares da minha rua, até q chega o dia da virada… Partimos todos para a chácara onde meus pais estão. Lá, uma outra tia tbm tem uma chácara bem perto da chácara dos meus pais. Onde todos os parentes ficam lá, inclusive Miguel. Contudo, a da minha tia por ainda estar em construção, ainda falta Internet. Isso faz com q Miguel fique comigo na chácara dos meus pais e apenas durma lá na chácara da minha tia. No dia 2 de Janeiro, Miguel acaba esquecendo o celular dele carregando no meu quarto e vai dormir na chácara da minha tia. Como tenho sono leve e acordo com qualquer barulho, no meio da madrugada escuto notificações de um celular q não era meu, era o de Miguel. Cheio de notificações de joguinhos, tiktok e todas essas coisas atuais. Como o celular não tem senha, desbloqueei pra colocar no modo silencioso. Ao desbloquear, o celular abriu direto no tiktok em um vídeo daqueles q o cara puxa uma ringlight das costas pra mostrar q é malhado, na hora só pensei q fosse algo aleatório… coloquei o modo silencioso e me deitei de volta.

Não bastou 2 minutos e minha cabeça começou a maquinar pensamentos sexuais com Miguel… Não poderia ser apenas coincidência ele ter sentido meu volume em seu peitoral e estar vendo esse tipo de coisa no tiktok… Peguei novamente seu celular e abrir o histórico do Chrome, e pra minha surpresa, todo o histórico era de sites pornos, como de costume pra um menino se descobrindo… Tinha pesquisa de todos os tipo, de hetero a gay, o que me deixou um tanto quanto intrigado. No dia seguinte, assim q tive uma oportunidade chamei e mostrei pra ele, ele negou por tudo q não era ele q andava pesquisando aquilo kkkk todo envergonhado, e o ensinei a usar a abra privada do navegador, pois se minha tia o pegasse ela iria brigar… E realmente ela brigaria, pois ela já fica tentando proibir ele de ver coisas violentas, imagina se ela souber q o filhinho tá vendo porno na Internet kkkk

Com o fim das festas, todos voltamos pra casa… Miguel continua tentando se aproximar de mim puxando assuntos sobres jogos e até já pediu pra vir aqui em casa para jogarmos juntos. Estou pensando em aceitar isso quando estiver sozinho e começar a iniciá-lo. Aproveitar que já vi q ele anda buscando conteúdo +18 na Internet e vou perguntando coisas pra despertar interesse nele… Só de escrever isso bate uma adrenalina e um tezão gigante, imagina quando estivermos a sós enquanto eu guio nossa conversa para um possível sexo oral???

Eai, o que devo fazer com meu priminho?
Volto com o conto quando tiver alguma atualização.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,92 de 36 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder neto ID:7xbwhotghmr

    poe p mama

  • Responder luiz ID:dlns5khrkn

    ta esperando o que para passar a vara no moleque, cuidado se demorar mais outro vai tirar o cabacinho dele

  • Responder Vantuil OB ID:mujqotchir

    Esperar a continuação para opinar.

  • Responder VinnyBR ID:8d5f4gxw43j

    Achei que teve um bom começo, mas não vi nada de mais. Faltou alguma coisa. Mas ta no caminho!

    • Rick6924 ID:hedpkexi90

      Sim, eu tbm senti falta de relatar algo mais excitante… mas ainda não aconteceu e não vou inventar história furada… É isso por enquanto

  • Responder Rick6924 ID:muiqz3k0d4

    Só esclarecendo: quando digo fazenda/chácara me refiro a um pedaço de terra, com uma casa e alguns pés de fruta… Não imaginem uma fazenda enorme com várias cabeças de gado e tudo mais…
    E sobre eu ser a única renda quer dizer q eu sou o único q estou trabalhando, não significa q meus pais não tenham capital pra aproveitar a vida pra depois não virem espumando pra cima de mim igual o coleguinha acima ksksksk aiai, é cada uma

  • Responder No Errado ID:40voza5bb0j2

    Continua

  • Responder Xerxes ID:g62zeo2zj5

    O cara inicia o conto, dizendo que os pais ficaram desempregado, e que ele é a única fonte de renda da família…e no outro parágrafo, diz que eles decidiram passar o restante do ano “na NOSSA fazenda”.
    VAI TOMAR NO CU !!!
    Até pra mentir é preciso saber…babaca.
    Nem li essa merda.

    • JohnPedoro ID:g3ipbrc8l7

      Chácara, não fazenda

    • Rick6924 ID:muiqz3k0d4

      Mas como tá brava? Ksksks
      Realmente aconteceu isso

  • Responder Thiagi ID:gqb0tbc443

    Tesão chama [email protected]