#

Primeira vez da minha noiva Karininha com outro (1 parte)

1820 palavras | 1 |5.00
Por

Com muita insistência e tentações conhecia minha noiva dar pra outro na minha frente!

Olá esse é meu primeiro conto, sou casado hoje com 49 anos e minha esposa 39 anos. Estamos casados desde 2009, na época (+- em 2008) ela estava com 28 anos moreninha de 1,58 alt 49kg cabelos compridos encaracolados, em fim uma moreninha com seus atributos em dia. Iniciamos nosso namoro em meados de 2006 e depois de uma certa intimidade comecei a falar sobre o que achava em trancar com outro homem, coisa que ela dizer que seria loucura dimais, pois nossas tranças eram bem apimentadas e cheia de loucuras. Na época namorando a gente transação quase que em todo local possíveis e impossíveis rs… em 2008 de tanto eu falar que gostaria de vê lá com outro ela acabou que foi ficando instigada. Comprei um chip de celular para por meu plano em prática, um dia estávamos num barzinho chamado Fritz que sempre frequentados em nossa cidade (Sjcampos-SP), tinha um garçon que chamou atenção dela pois ele era alto e corpo definido de academia nada exagerado mas ela do nada me disse assim, ele é bonito hein até toparia e riu rsrs… bem eu logo na primeira oportunidade que ela foi ao banheiro anotei o número do chip que havia comprado e escrevi assim, me manda msg pois minha noiva gostou de vc no guardanapo e deixei no bolso. Quando ela voltou mostrei pra ela e arregalou os olhos riu e falou vc tá louco não acredito falei brincando kkkkk….somente ri tb é mudei o assunto. Ao pedir a conta paguei e quando entreguei a comanda para o garçon entreguei tb o guardanapo, ela viu fez cara de susto e surpresa mas como tinhamos bebido e estava alegre ainda agradeceu a ele é deu um sorriso salgadinho que ela fazia quando estava aprontando algo savana e saímos. No carro ficamos falando sobre o ocorrido ela falava que eu era doida e não acreditava que tinha feito, chegamos em meu apto e transamos muito nessa noite e claro fantasiamos o rapaz do barzinho. Uns duas depois recebo um sms dizendo que era o garçon do Fritz que tinha recebido um bilhete com número de celular, aí perguntei o nome me apresentei também é ele perguntou ße o que tinha escrito era real. Confirmei que sim mas que inicialmente seria apenas conversa por msg e se as coisas fosse fluindo poderia nos conhecer. Desse sia em diante fomos conversando e coloquei minha noiva na conversa, ela perguntou se ele lembrava da gente e ele descreveu ela na hora ela gelou, mas a conversa fluir ela perguntou o que ele achou dela e ele disse que se interessou muito pq ela era pequena perto dele e que nunca tinha ficado com uma moreninha ela ria e eu al lado lendo as trocas de msgs rs. Ele pediu foto dela Aí mandamos algumas dela apenas de corpo ele ficou doido, ela também pediu foto dele de corpo, ele mando do corpo e claro do pau dele. Quanto ela abriu se assustou pois parecia grande (depois confirmado pessoalmente e era mesmo kkk), daí em diante trocávamos msgs tds os dias e eu dizia que se rola e algo ele teria que ser em sigilo, ele prontamente concordou pq ele tinha uma namora tb. Então combinamos de nós encontrar e um dias antes eu estava na casa da minha noiva conversando com os pais dela enquanto ela tomava banho e se arrumava pra gente ir algum lugar que não me lembrava, mas não era pra encontrar com ele. Quando saímos da casa ela ria que ela me disse que estava conversando com ele por msg, claro que ele já tinha o número dela, e ela contou que ficou muito excitada pois ele mandou outra dele com pau muito duro e disse a ela que tinha transado com a namorada dele na noite anterior, e durante o sexo comeu o raba da namorada pensando na minha noiva, que meteu gostoso sem dó que até a namorada ficou surpresa e que ele não vai a hora de pegar ela, isso deixou ela muito excita. Ela m disse que não via a hora do dia seguinte chegar pois tinhamos combinado numa terça no barzinho em que ele trabalhava e que nesse dia ele sairia a mais cedo devido ao movimento ser tranquilo. No outro dia eu e minha noiva trabalhamos inquietos não vendo a hora passar para chegar a noite, eu doido só de imaginar que minha fantasia se tornaria real e minha noiva estava doida pra encontra lo pois até então eu era o único, ela me falou no ouvido na noite anterior que de tanto eu falar que queria ela ficou com muita vontade de dar pra ele. Bem depois de sairmos do trabalho ela foi direto na depilação e para meu apto  tomou aquele banho e me mostrou a lingerie que tinha comprado, fiquei doido mas ela disse assim, vai ficar só na vontade pq esse lingerie e eu serei todinha daquele garçon, não era isso que vc queria então vai ser o que tanto quer, fiquei até com certo ciuminho mas o tesão era maior rs. Quando foi as 10hrs saímos para o barzinho mas resolvemos não entrar e ficar próximo dentro do carro, ela já tratou de mandar msg pra ele dizendo que estávamos esperando ele apareceu na calçada ela acenou pra ele, que respondeu por msg vou sair assim que possível ok. Ficaria tensos apreensivos e tesão td misturado, levamos uma bebida para relaxar e pra ela ficar mais solta. Ele estava demorando e avisou que tinha uma única mesa que ele atendia e ninguém se levantava pra ir embora e só poderia sair depois que fechasse essa mesa. Eu fui ficando impaciente e disse a minha noiva, vamos deixar pra outro dia e nem terminei de falar ela me responde, se não for hoje não será outro dia, não coloquei essa mini saia com essa blusinha e lingerie a toa, isso mesmo que vc quer ir embora, fiquei em xeque mate rs (mas no outro dia ela me confidenciou que falou aquilo pq estava com muito tesão), nisso pegou minha mão e pós por baixo da mini saia quando toque não acreditei ela estava muito molhadinha aí não pude recusar e ficamos aguardando. Passou 1 hora ele respondeu que estava tomando banjoxe sairia, ao chegar ao lado do carro minha noiva saiu para comprimenta lo normalmente pegando na mão e com beijinho no rosto em seguida ele entro no banco traseiro do carro e saímos. Um certo silêncio tomou conta dentro carro, tanto eu, ela e ele ficamos talvez com pouco de vergonha ou nervosismo rs.. percebi que era primeira vez dele tb rs.. aí tomei iniciativa diz2ndo nosso vc demorou ele respondeu é mesmo o pessoal da mesa não queriam ir embora, aí falei pra ela vc mostrou aquela foto que tirei hoje a tarde, tinha tirado uma foto dela de lingerie, ela disse não mas vou mostrar e passou o celular com a foto aberta pra ele que rapidamente pegou e disse nossa que linda. Nesse momento eu parei o carro e falei pra ela senta atrás com ela pra mostrar as outras e ela ficou meio assustada mas não tinha como falar não pq parei e já abrir a porta dela rapidamente. Ela então saiu e entro rápido a trás com medo de ser vista ou pelo fato de saber que estava fazendo algo muito louco rs.. Eu já sai com o carro e mais que ligeiro ela já sentou colado nela e passou o braço em volta dela. Fui fazer um retorno para seguir em direção ao IF Motel (quem é da cidade conhece), quando olhei novamente para o retrovisor não acreditei no que via, ele abraçado e beijando ela na boca e ela retribuindo pareciam um casal de namorados sozinho como se eu não estivesse ali, foi uma mistura de tesão e ciúmes passando um monte de coisa a na cabeça tipo o que tô fazendo e agora mas me controle +- kkk tremia. Não me contive diminui a velocidade e virei a cabeça pra trás e vi ela com a mão por baixo da mini saia ela suspirava e tentava pegar no pau dele por cima da calça de moleton que usava, dava pra ver o volume, eu desesperado pra chegar logo parei na recepção do motel pedi um quarto, como meu carro estava com insofilm G5 não tinha como verem dentro, e os dois nem se preocuparam se eu tinha parado, ou não, continuaram se pegando. Parei na garagem e virei e ambos do mesmo jeito se beijavam mão aqui, mão lá e tive que interromper dizendo que tínhamos chegado, olharam e disseram ao mesmo tempo, nossa já chegou rsrs… Ele saiu do carro e eu perguntei pra ela quer fazer o que é ela respondeu da um tempinho aqui deixa nós subir e vc vai depois, pode ser não tem problema? Eu respondi não né Não era isso que eu queria e ela olhou pra mim passou a mão no meu rosto e falou agora não dá pra voltar atrás e deu um sorriso safado com a boca toda vermelha e desarrumada, ajeitou a toa e saiu. Subindo as escada que da acesso ao quarto ele já foi por trás passando a mão pelo corpo dela. Fiquei no carro uns 2 minutos que mais parecia ser uma eternidade rs… ao chegar na porta fechada abri bem devagar para não ser percebido e quando olhei ela estava deitada na cama sem saia e calcinha ele chupando sua bucetinha que até então era só minha, fiquei parado assistindo e ela foi olha pra porta eu fechei rápido e por um minuto do lado de fora pensando na loucura que estava acontecendo, ao abrir novamente estavam fazendo um 69 nove eu entrei e fiquei quieto até tirei uma foto, não acreditando no que via, ela nua por cima dele segurando o pau dele que sobrava na mão dela (segundo ele quando mandou foto pra ela na primeira vez do pau ela se assustou com comprimento ele disse que tinha 21cm), e chupando com uma vontade que não acreditei e ele por outro lado com o rosto atolado no meio ďas perdas dela chupando com vontade, ambos respirando ofegantes. Desculpe por estar longa a história mas estou tentando ser o mais fiel possível nos fatos, vou continuar no outro conto 2 parte.
[email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 8 votos)

Por #

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder JuCorninhoSafadinha

    Vou incentivar minha esposa a assediar nossos amigos. Quem sabe ela arranja uns namorados Machos pra fode-la na nossa cama! Irei adorar, chegar em casa e minha mulher estar toda esfolada de tanta pica que levou, irei chupar sua bucetinha todos os dias!