# #

Viagem Predestinada (4)

2475 palavras | 3 |4.67
Por

Acordei com as baterias recarregadas, e lembrando das dicas que Lívia me deu.
3 minutos depois ouço o batido na porta
– Tá tudo bem princesa? – disse meu padrasto
– Sim papai, estou bem. Só estava exausta – falei
– Claro, depois de levantar cedo e levar pica nessa bucetinha maravilhosa dá cansaço mesmo. Quer continuar deitada ou prefere o colinho do papai? – Perguntou com um sorriso malicioso
– Ah, queria ficar mais deitadinha mesmo… mas já que o papai insiste tanto, quero seu colinho – falei com ingenuidade.
Ele assim veio ao meu encontro, sentou na ponta da cama e me colocou no seu colo, fazendo sentir que seu membro estava duro e pulsante.
– Papai, tá tudo bem? – perguntei
– Sim meu anjo, está tudo bem. Não sente meu amor por você invadindo -disse empurrando meu corpo mais próximo do seu membro – cada espaço do seu buraquinho?
– Sinto, mas não é suficiente ainda.
– Safada do papai… quer sentir meu amor invadindo sua bucetinha?
– Unrum
Então ele tirou minha calcinha e ficou pincelando seu dedo na entrada
– Caramba, que puta vadia! Já tá prontinha pra receber pica
– Pica não papai, amor – retruquei
– Sim, claro, vai levar amor na bucetinha. Porque tá tão diferente boneca?
– Não tô não papai, você que está estranho, você já devia – disse enquanto pegava no pau do papai e colocava na entrada – ter feito isso aqui… há muito… ooooh… tempo
– É que estava… aaaaah te… testando… pra ver quanto tempo ia ficar sem sentir minha pica… uuuh gostosa… geme pra mim… geme pro papai…
– … Huuuuuuuuum… assim?
– …aaaaah… sim tá gos…ooooooh…toso… agora mexe mais essa buceta… mexe… ooooh… sim… assim mesmo….ooooh… delícia de buceta…
– …HUUUUUUM…
– Isso gostosa… geme mais… geme mais pro papai… vadia gostosa…. agora saí de cima que o papai quer te comer de quatro…
– Aaaaaaain papai, tava gostando, – disse enquanto desmontava do membro duro do papai – e, tava quase gozando…
– Não se preocupe meu bebê, prometo que vou te fazer gozar muito ainda. Agora vira essa bunda deliciosa pra cima… deusa…gostosa…pu….uuuuuuhh…tinha do papai… oooh …. OOOOH gostosa, tá sentindo meu amor por você?
– Siiiiiiiim….
– Sente mais… mais minha putinha… huuuuum gostosa… buceta gostosa… mela meu pau… mela todinho… quero ver ele todo branquinho… delícia de buce… aaaaah…
– …AAAAAAAAAAAAH vou gozar… AAAAAAAAAAAAH PAPAI TÔ GOZANDO… AAAAAAAAAAHHHHHH…AAAH…AAAH…AAH…
– Isso putinha, goza… ui delícia, melou o papai todinho… huuum gostosa… minha putinha… tá gostando da viagem?
– Siiim papai… tô adora…. aaaaah… ndo
– Então porque não tá pedindo por mais…?
– Porque você tá me dando o que quero… pica deliciosa…
– Ainda falta uma coisa…
– O quê?
– Porra nessa caverna apertada… você quer sentir a porra do papai?
– Huuuuum queeee…ro
– Quer agora?… uuuuuum
– Queeero papai
– Então vai levar porra… – disse segurando mais forte meu quadril, empurrando seu membro mais rápido e mais fundo, até sentir ele latejando – Toma porra nessa buceta… toma… porra… nessa… buu…AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH CARALHO… NÃO ME… CANSO DE GOZAR… NESSA BUCETINHA… AAAAH
– Huuuuuuuuuuuuuuuuuuuuum que gostoso sentir seu leitinho dentro de mim…
– Então minha princesa, – disse retirando o membro ainda duro da minha buceta – você vai levar muito mais leitinho, até quando estiver dormindo.
– Dormindo? Mas ai não vou saber papai – falei abrindo a boca, pedindo pelo pênis melado de porra e do meu melzinho
– Você quer isso? – disse balançando seu membro na minha cara
– Anram – disse balançando a cabeça
– Então tá bom, mas primeiro – disse isso colocando três dedos na minha bucetinha arrombada – não vou deixar esse leitinho fugir. Vai ficar com ele até te dar mais leitinho. Agora limpa o pau do papai, é uma ordem.
– Huuuuuum, te amo papai – disse entre uma e outra lambida
– Também te amo. Agora põe essa pica na sua boca e só tira quando ela ficar durassa… isso… chupa tudo… deixa ela limpinha pra te dar mais leitinho… putinha… papai ama a putinha dela… ama…
De repente o celular do papai começa a tocar.
– Quem será numa hora dessas? – indagou. Pegou o telefone com a mão livre e engoliu a seco.
– Quem é? – perguntei tirando o pau dele da boca
– É a sua mãe. Vou atender mas você vai continuar com o pau na boca… não ordenei tirar até ficar duro… esqueceu?
– Tudo bem – respondi
– Agora fica quietinha que vou atender… oi amor… s…sim ainda estou trabalhan… QUANDO?… acho que ela deve ter desligado, sabe como são os adolescentes… sim, se ela me ligar eu te aviso… não, tudo bem, só estava para entrar numa reunião… ás 19:00 estarei livre… okay… tá bom… te amo… tchau.
– Alguma coisa de errado? – perguntei
– EI, NÃO É PRA ME DESOBEDECER, OU O PAPAI VAI FICAR BRAVO E TE FODER SEM PARAR
– Me fode então – falei
– Okay, – disse ele tirando seu pau levemente bombeado da minha cara, indo em direção a minha buceta, retirando os dedos que estavam e enfiando sem nenhum pudor – sabe porque… ela me ligou… você não tá… respondendo as… chamadas dela… e ninguém do acampamento… não responde… aí quando terminar de te foder… você vai… MELHOR… – disse ele saindo de mim e indo pegar o celular – você vai ligar pra ela enquanto te como loucamente… agora liga
– Mas papai, não consigo conter meus gemidos…
– …Quer que sua mãe descubra que você não é mais vírgem? Que tá sendo comida por um homem…?
– Não – falei com a cabeça baixa
– Então daqui há 5 minutos você vai ligar pra ela e falar como está sendo agradável a viagem… ou se não… não te fodo mais. Agora abre essa boca que quero foder ela… assim… boquinha dos deuses… isso… huuum vai falar com a mamãe com a boquinha fodida… delícia… huuum gostosa…
Depois de 5 minutos, ele decide sair da minha boca
– Agora você vai ligar pra sua mãe enquanto – disse colocando seu membro no meu buraquinho – eu como seu cuzinho… vamos, liga pra ela
Eu fiquei meio atordoada, e mal conseguia segurar o celular para ligar, mas depois de algumas tentativas, consegui ligar pra ela
– Oi mãe, tudo bem?… – Comecei
– Oi filha, tô com saudades. Você me deixou preocupada com esse celular desligado. Até liguei pro Pedro pra saber se você tinha ligado pra ele, se tinha notícias suas. Como está sendo a viagem meu amor?
– Maravilhosa – disse com um tom mais alto
– Vejo que está contente. E os seus amigos estão se divertindo?
– Siiiim mãe
– Meu deus, sinto sua euforia daqui!
– É que fizemos uma trilha quase que correndo e chegamos a pouco tempo…
– Ah, certo. Vá descansar. Mais tarde ligo pra você. Beijos meu amor!
– Tchau… mãe
– Tchau meu bebê. Se cuida.
– Tchau.
– O que ela disse? – papai perguntou
– Nada de mais, só queria saber como estava…
– … Você fez uma trilha e está eufórica por isso né…
– …Papai, ela não pode saber que estou rebolando no seu pau…
– Verdade… agora você vai continuar na trilha… vadia… gostosa…
– Vou gozar de novo…
– Vou gozar também… vamos gozar juntos… vem… goza pra mim…
– Aaaaaaaaaaaain…. aaaaaaaaa…
E como num passe de mágica, gozamos juntos. Senti o leitinho dele invadir meu cuzinho enquanto derramava o leitinho que tinha ficado na bucetinha.
– Gostosa, gozou com meu pau no cuzinho, sinal que quer mais pica. Vou deixar você descansando, e só vou te comer depois de falar com sua mãe, a noite.
Olhei no relógio e eram pouco mais de 15:00. Fiquei triste por saber que ficaria 4 horas sem levar pica, mas aliviada porque iria descansar mais um pouco.
Foi aí que lembrei da dica da Lívia, e liguei pro meu padrasto.
– O que foi? – Disse ele com um tom de raiva – não levou porra suficiente?
– Queria te mostrar uma coisa
– O quê?
– Ah, você vai descobrir quando vir aqui.

7 minutos depois ele chegou
– O que foi?
– Senta na poltrona que quero te mostrar uma coisa
– Fala logo
– Senta lá e eu mostro
– Ok
– Mas promete que não vai levantar?
– Porque diabos eu… ah, tá, prometo
– Senta lá papaizinho
Ele sentou meio confuso. Deitei na cama com as pernas abertas ainda melada de porra, e comecei a passar a mão pelo meu corpo, e minha respiração começou a aumentar. Em pouco tempo já estava com a mão no meu grelinho massageando delicadamente e estava gemendo alto. Vi meu papai levantando da poltrona
– Deixa terminar isso…
– Não, – disse fechando as pernas – você disse que não ia levantar, quero te mostrar que consigo fazer…
– … Ué você disse que tentou quando ouviu trepando com sua mãe…
– A Lívia me ensinou…
– ESPERA… A LÍVIA O QUE…?
– Ela me ensinou a gozar… eu que pedi papai
– NÃO! VOCÊ TEM QUE APRENDER COMIGO… EU SOU SEU DONO… VOCÊ É MINHA PUTINHA… VOCÊ TEM QUE GOZAR COMIGO E EU IA TE ENSINAR A FAZER ISSO SOZINHA… PORRA!
– Não grita comigo… – falei com medo
– EU GRITO SIM… VOCÊ NÃO DEVIA EM NADA PEDIR PRA QUE ESSA VAGABUNDA TE ENSINAR NADA… O QUE MAIS ELA TE ENSINOU?
– …
– FALA…
– Ela me mostrou uns vídeos…
– DE QUÊ?
– Eu não lembro o nome… acho que é por…pour…
– PORNÔ?
– Sim! Era esse… – vi seu olhar frio – o nome
– TÁ, AGORA ME PROMETA QUE NÃO VAI MAIS OUVIR MAIS NADA QUE ESSAZINHA DISSER, ESTAMOS ENTENDIDO?
– Sim…
– ENTENDIDO?
– Sim papai.
– Agora vem comigo.
Ele foi rápido até a cozinha me levando pelo braço, me deixou em cima do balcão e chamou a ruiva.
– Posso ajudar? – ela disse
– Pode sim. Explicando porque mostrou pornô pra ela. Ela é inocente
– … Era né, porque você transa com ela várias vezes… já perdi até a conta
– Você está sendo paga pra guardar segredo e fazer comida e manutenção da chácara, não pra contar quantas vezes eu fodo minha filha!
– Okay. Mas que fique claro que foi ela quem pediu.
– Mas não era pra ter feito. Agora só por conta dessa sua gracinha… – disse ele segurando ela pelo braço – … você vem comigo.
Eu me dirigi a eles, mas fui interrompida
– Fica aqui. Volto logo.
Ele trancou a porta do quarto, e de curiosidade fiquei ouvindo através da porta.
– Não faz isso, por favor – falou Lívia, assustada
– Você vai levar até quando eu quiser, vai ficar vocês duas disponíveis pra mim…
– Não tenho escolha?
– Tem… ficar aqui morta, ou me dar seus buracos arrombados
– Não é arrombado!!
– Vou descobrir agora…
Depois disso, eles falaram algumas coisas mas foram baixas, então acabei não ouvindo. Minutos depois ouço os gemidos do meu padrasto
– OOOOOOH, buceta arrombada, prefiro da minha filha que é apertada…
– Então porque não come ela…?
– Porque quero terminar de arrombar isso que você chama de buceta…
– Huuum então arromba…
– Tá gostando sua vagabunda?
– Adorando… mete… mete esse pau guloso, mete…
– Vou foder agora seu cú arrombado…
– Não! Dei poucas vezes aí… dói de mais…
– Só por você dizer isso fiquei mais louco ainda de foder ele…
– Não, por favor… no cuzinho não… não
– Sim, sim… vou meter até ficar arrombado, igual sua buceta arrombada… toma… aaaaah delícia de cuzinho apertado
– AAAAAAAAAAAAAAAAAI TÁ DOENDO!!! PARAAAAAAAAAAAA
– Só depois de gozar… amei, vai ser meu cuzinho de estimação… haha… huuum
– VOCÊ TÁ ARROMBANDO MINHAS PREGAAAAAAS!!!
– Tô sim, e se depender de mim você nunca mais vai sentar direito… só na minha pica…
– CARAAAAAALHO, VOCÊ TÁ ME ESTUPRANDOOOOOO…
– Você me consentiu, então não é… isso que você disse. Agora cala a boca vadia, que não consigo me conscentrar pra gozar…
– NÃOOOOOO… NÃO VOU FICAR CALADAAAAAAAAA AAAAAAAA SOCORROO!! TEM UM CARA AQUI FODENDO MEU CÚ, ESTUPRANDO ELE… ME ESTUPRANDO… SOC… – nesse momento, ela para de gritar alto e só há gritos abafados
– Agora fica quietinha que vou gozar no seu cuzinho… isso… assim… muito bem… caladinha… aaaaaaah tô adorando foder esse cú… acho que é vírgem hein… você não tinha dado ainda… sua vadia… só essa buceta arrombada… huuuum… vou gozar…

Ouço gemidos abafados da ruiva
– OOOOOOOOOOOOOH CUZINHO DELICIOSO…OOOOOOOOOH CARALHO… TOMA PORRA DO TEU PATRÃO… CUZINHO DELICIOSO
… huum

Segundos depois ouço a voz normal da Lívia
– Você é louco?!
– Só por cuzinhos vírgens. Você não deu esse cú a ninguém né, mentirosa.
– Dei sim, mas foi só uma vez
– Então o cara não deu conta do serviço… todas suas pregas estavam intactas até meu pau entrar no seu cuzinho… aí já não posso dizer o mesmo
– Idiota, depravado, imbecil…
– Continua me xingando, adoro isso… e ah, esteja pronta depois do jantar porque vou querer esse cuzinho de novo
– … Louco…
– Já disse… só por cuzinhos vírgens, e bucetas também. A propósito, você deu a buceta pra um cavalo? Você é muito arrombada… não gosto de sentir meu pau balançando na buceta…
– Não… eu fui para uma casa de swing… e dois dotados enfiaram com tudo
– … E ainda me chama de depravado… você foi fodida por dois ao mesmo tempo… arrombada, isso sim. Não vou comer essa buceta arrombada.
– Não queria mesmo…
– Seu cuzinho sim, e a sua boca também… mas vou indo brincar com minha boneca, que essa sim é toda minha.
Saí rapidamente e voltei pro balcão. A porta abre esta meu papai suado e a Lívia completamente descabelada, e com a calça molhada.

Continua…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 6 votos)

Por # #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Gaby♡

    Eita, chega gozei aqui de tanto tesão. Não vai continuar seus contos? Quero saber como foi essa viagem

  • Responder JSS

    Nossa seus contos sao uma delicia. Meu pau chega lateja aqui. @JSS1970

  • Responder Carlos

    Delícia sinto muito tesão por menina crianca que vontade de meter na bucetinha de uma criança cel ccruzsilva