# #

A menina da vizinhança 2

854 palavras | 3 |1.79
Por

Como eu tinha falado a Cleide era safadinha e já dava até pra garota mais velhos, quando foi em um sábado o Diego veio me chamar pra ir pro campo bater uma bolinha, no caminho pro campo vimos a Cleide brincando com outras meninas na rua, com certeza alguma das suas irmãs estavam com homem em casa, Diego logo mudou as intenções procurou chamar a Cleide pra ir com agente já que era tardinha uma 4horas da tarde pra ser mais exato ,ela olhou pra mim e disse que não queria ir acho que com vergonha já que eu era o único que não tinha feito nada com ela ainda, ele disse que ia da uns biscoito pra ela se ela fosse pra casa dele com agente. Ela topou se despediu das amiguinha que por sinal eram bem gostosinha. Tinha a larrisa que era morenhinha mais velha que ela 1 ano bundinha já graninha os peitinho nascendo bem gostosinha mesmo, que já dava também isso fique sabendo da Cleide depois. Então perguntei pro Diego, cara e tua mãe ele disse que não estava tinha saído com a tia dele para o centro da cidade só estava o irmão dele mais velho, que iria sair logo mais. Entao nos fomos pra casa dele com a Cleide. Chegando lá o irmão ainda estava em casa e disse que não ia mais sair, perguntei e agora, ele disse vamos pro quintal lá ele não vai. Levamos ela pro quintal quando chegamos o Diego pediu pra ela tirar o shorinho que ela tava usando pra poder começar a brincadeira, ela disse que não podia pq eu tava lá, Diego disse que eu já sabia da brincadeira e queria brincar também ela então perguntou seu eu não ia falar nada pra mãe dela já que a mãe dela era amiga da minha mãe, eu disse que era nosso segredo, o Diego pegou ela e levou pra trás de uma mangueira que tinha no quintal baixou o calção dele e o dela, ela perguntou pelo biscoito ele disse que ia pegar depois, então pegou ela levantou já que ela era pequena pra gente e começou a meter não queria entra acho que por conto do nervosismo do irmão tá em casa e nós pegar com a Cleide no quintal ele pasoou cuspi na bucetinha dela e começou a meter devagar ela tava reclamado que tava ardendo ele disse que já ia passar. Quando entrou tudo ele colocou ela no chão de joelhos e começou a meter mais forte ela tava reclamado ainda mais ele nem ligou depois de um tempo eu pedi pra meter também ele disse que quero gozar logo, eu disse depois vc gozar deixa eu meter, ele então saiu, eu baixei meu calção e. Comecei a meter nela só que com mais força tava muito afim de arrombar ela, ela apenas gemia baixinho, o Diego disse fica aí que eu vou pegar o biscoito, ela saiu eu fique Metendo, tinha uma mesa no quintal e bancos que era quando fazia tinha festa e churrasco levei ela pra senta no banco pediu pra ela me chupa coisa que ela fez com maestria. Depois de me chupar mandei ela levantar sentei e pedi pra ela senta no meu pau entro fácil ela já tava bem melada com o nosso pré gozo meu e do Diego fique puxando ela pra frente pra taz com o pau todo dentro que já comeu uma menina sentada de costa pra vc e com o pau todo na buceta sabe o quanto o pau entra só falta entrar o saco. Empurrava as costas dela pra ela inclina mais pra poder entra o máximo que desse como ela era Magrinha o pau e tava todo sem dificuldade nem uma. Nessa inclinada eu Viu o cuzinho dela comecei a passo dedo ela nada falou comecei a lambem o dedo e meter no cuzinho dele. Quando o dedo tava na metade ela começou a mexer mais rápido então meti todo o dedo no cuzinho dele ela mexeu mais rápido e parou, e tirei o dedo segurei na cintura dela e mentir mais forte que podia. Quando estava pra gozar o Diego aparece com o irmão mais velho dele e mais 2amigos nosso que iam pro campinho e foram procura o Diego em casa, eu falei cara o teu irmão ele disse que não tinha jeito ele queria saber o que nos estávamos fazendo no quintal com a Cleide e os menus vieram aqui atrás da gente pra jogar. O irmão do Diego tinha na época 24 anos era bem forte Moreno quase negao. Ele disse então é isso que vcs estava fazendo será que ela aguenta o meu também. Se gostarem comentem
que eu volto com o resto e falou como eu e o Diego comemos a larrisa também.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,79 de 47 votos)

Por # #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder paula

    outro tava melhor

    • 🦕

      🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖🦖

  • Responder F

    Muitos erros