# #

Capitulo 11 – Sendo Descobertos

690 palavras | 0 |3.80
Por

Um mês após ter tido a oportunidade de transar com a Kiany e a Jake juntas, meu tesão por minhas priminhas estava maior do que nunca! Eis então que recebo uma mensagem da Thayani me chamando para ir para casa dela pois ela estaria sozinha (ela morava no quintal da minha avó, com outras casas no quintal, todos estavam trabalhando e minha avó tinha ido viajar, ou seja ela estava sozinha no quintal), eu sem pensar duas vezes fui (inventei que ia jogar bola). Chegando lá, logo começamos… Arrancamos nossas roupas e começamos as nos beijar!
Eu deslizava minhas mãos por aquele corpo gostoso, dava tapas e apertava a bunda dela, acariciava seus seios gostosos… Era tudo maravilhoso e ela me excitava demais, ela era experiente demais tanto no beijo quanto no sexo.
Logo ela se ajoelhou e começou a me chupar, o boquete dela era maravilhoso, ela sugava a cabeça do meu pau e eu ia as nuvens com isso!
Ela lambia cada pedacinho do meu pau, chupava minhas bolas como ninguém, fazia garganta profunda, enfim fazia mil e uma maravilhas com aquela boca deliciosa!
Em seguida foi minha vez de retribuir o favor… Ela se deitou no sofá, abriu as pernas e eu caí de boca naquele bucetão gostoso e maravilhoso! Cada chupada era precisa e fazia ela gemer bem gostoso, sentia seu mel escorrendo e eu o sugava todinho com muita vontade! Aquele dia estava muito inspirado, talvez tenha sido a vontade de devolver aquele oral maravilhoso que ela havia feito para mim, mas eu estava demais, chupava incansavelmente e sabia seus pontos fracos (sei de cada prima minha até hoje), foi então que depois de uns 9 ou 10 minutos, ela gozou na minha boca e aquilo foi gostoso demais… Deixa-la de pernas bambas logo no oral foi demais e a deixou ainda mais excitada!
Depois que ela recuperou as forças nas pernas, ela me puxou para cima dela e começou a me beijar e enquanto me beijava, ia me masturbando… Ela então pega meu pau e encaixa em sua buceta e ela entra com vontade (estava muito molhada), então começo a meter e beija-la e conforme eu acelero e aumento a força das bombadas, ela morde meus lábios com tesão, me excitando ainda mais, fazendo com que eu meta com mais força e vontade naquela buceta gostosa e macia…
Ela então pede para ficar de quatro (sua posição preferida), eu começo a meter bem gostoso puxando seus cabelos, dando tapas em sua bunda, socando forte e a chamando de minha puta, minha cachorra, o que a excitava ainda mais… Comecei a acelerar demais, pois sentia que ela estava próximo de gozar novamente e assim aconteceu… Ela gozou demais, ficou novamente com as pernas bambas, sem força…
Ela então vem por cima (minha posição preferida) e começa a rebolar e cavalgar deliciosamente… Meu tesão já estava nas alturas e ter aquela gostosa, peituda rebolando no meu pau enquanto aqueles seios maravilhosos balançavam foi demais… Eu os massageava, apertava, dava tapas na cara dela, a enforcava e ela gostava…
Quando avisei que ia gozar, ela rapidamente saiu de cima de mim e começou a me chupar… Quando eu senti aquela chupada, não aguentei e gozei gostoso na boquinha dela… Ela engoliu tudinho e ainda ficou me chupando e chupando até eu não ter mais forças! Foi realmente uma transa maravilhosa!!
Depois disso eu fui para casa, mas naquela noite eu recebo uma mensagem de uma de minhas primas Mariana (ainda não foi apresentada). Ela me pergunta como estou e tudo mais, e de repente ela me manda a seguinte mensagem:
Eu sei o que você e a Tahyani fizeram… Eu cheguei lá no quintal para visitar o pessoal e quando fui bater na porta dela, olhei pela janela e vi vocês dois transando… Quero conversar sério com você sobre isso pessoalmente!
Meu coração gelou… Será que ela vai me dedurar?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,80 de 5 votos)

Por # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos