#

Paguei pra um amigo comer a minha mulher… e ele me sacaneou !!!

3501 palavras | 16 |4.57
Por

Tenho 36 anos de idade, minha mulher, Jô tem 32, somos casados realmente há 8 anos. Jô é uma mulher bonita, mas extremamente gostosa, querida, atraente, seios naturais, cabelos pelas costas e uma bunda que realmente provoca desejos em todos que a observam, sejam homens ou mulheres. Minha mulher chupa um pau divinamente, tem uma bucetinha que parece de uma menina, sempre depilada, cheirosa e fica ensopada rapidinho, chupar o peitinho e colocar a mão dentro da calcinha dela é uma das coisas que ela adora. No entando nunca me deu o cuzinho. Deixa eu colocar a ponta do dedinho, deixa eu lamber, aliás ama a minha lingua no cuzinho, mas o pau nem pensar. Ela lava aquele cuzinho com carinho, faz duchinha mas diz que é porque o marido dela é um tarado que ama enfiar a lingua no cuzinho dela, e por isso ela capricha na higiene. E eu naturalmente adoro.
Sempre fui tarado, adorava espiar as minhas irmãs trocando de roupa, e depois que começaram a namorar eu fazia mil manobras para espiar e ver elas fodendo ou chupando ou tocando uma punhetinha para os namoradinhos. Eu espiava meu pai comer a minha mãe, quase morria na punheta quando ele comia o cuzinho dela, e ela falava alto, pedindo pica no cu. Sempre fui louco por sexo. Comi muita buceta, muito cu, inclusive alguns travestis, peguei em paus, e ate cheguei a dar uma chupadinha no pau de uma travesti linda lá em Curitiba. Nós moramos em Porto Alegre. Bem com o tempo, quando eu estava comendo a buceta da minha mulher e como era o que ela deixava eu fodia e enfiava um pouco do meu dedo no cuzinho dela, comecei a falar, amor imagine outro pau aqui entrando no teu cu, percebia que ela se contraia e ficava com mais tesao ainda. e assim as coisas iam indo. Eu comecei a querer levá-la para uma casa de swing, mas ela desviava o assunto e dizia que não, que me amava e que nao queria isso, que iria ficar com muito ciúme me ver comendo outra mulher, e que não tinha a menor vontade de dar pra outro. A nossa vida sexual sempre foi muito ativa. Temo um tesao louco um pelo outro. Mas eu fui alimentando a ideia de vê-la dando aquela buceta pra outro homem, quando fazíamos 69 eu por baixo, com aquela buceta linda na minha cara, eu fantasiava um pauzudo enfiando na buceta dela e eu lambendo o grelinho, nossa eu ia a loucura só em imaginar. Imaginava eu chupando a buceta dela depois de fudida. Amo chupar a buceta dela toda melada e inclusive depois que eu gozo. chupo mesmo e ela vai a loucura, goza muito. Bem, eu sou frequentador assíduo de um bar nas proximidades do meu trabalho, para um happy hour, e a anos tenho amizade com um camarada que é um tremendo comedor, casado, mas eu ja vi mulheres indo buscá-lo no bar e depois ele me conta que adora fuder uma casadinha. Um dia acabou que eu ao ir ao banheiro dei de cara com ele mijando, fiquei ao lado dele e despretenciosamente olhei o pau dele, e me assustei, me chamou a atenção por ser um pauzão. O meu tem 18 cm e a minha mulher fala que se fosse maior machucaria ela. Quando eu vi o pau do meu amigo, falei pô meu, por isso essas bucetas andam loucas atras de voce. Com esse caralhão aí, quanto mede, e ele disse 21, mas elas reclamam um pouco da grossura, eu nao acho mas elas dizem que é enorme e dava risada. Desse dia em diante quando eu comia a minha mulher imaginava o pau do meu amigo entrando na buceta dela. E entre eu e ele rolava confidencias ele me contava das bucetas que comia, algumas eu até conhecia de vista, inclusive o marido de uma delas, ele me contou que a mulher dele nao tem ciumes dele e nem ele dela, que de vez em quando vão a casas de swing e que eles adoram trocas de casais, e por aí afora. Depois de um tempo esse meu amigo andou passando por alguns problemas financeiros, e as coisas apertaram pra ele, a ponto de ele me pedir dinheiro emprestado. Um belo dia, após tomarmos umas biritas a mais eu falei pra ele. Cara tenho uma proposta pra te fazer, mas se voce nao concordar esquece que eu falei. E ele disse, manda. Eu falei, sou louco pra ver a minha mulher levando vara de outro macho. Ja tentei convencê-la a irmos numa casa de swing como voce faz com a tua mas com a minha isso esta fora de cogitação mas estou decidido, e resolvi contar com a tua ajuda, eu ja te emprestei uma grana, e te dou mais um tanto pra voce comer a minha mulher, ja tenho o plano bolado. Combinamos o dia e hora, tem que ser numa sexta feira, que é o dia que eu e minha mulher fazemos uma putariazinha em casa até umas horas. Dou uns goles pra ela e ela fica bem putinha pra mim. Aí combinamos e voce usando uma máscara vai lá, eu deixo a porta aberta, como esquecimento e voce invade me amarra, coloca uma venda na cara dela pra ela nao te ver e fode gostoso. Ele disse cara, ja estou ficando de pau duro. Ja vi voce com a tua mulher algumas vezes e ela é uma delicia. Bom, combinamos tudo, dia e hora. e no bendido dia eu estava super ansioso. Iniciei as brincadeiras com a minha mulher lá pelas 8:30 da noite, bebidas, dançamos, criamos um clima, e realmente deixei o portão só encostado, e a porta lateral da casa sem chave, porta essa que geralmente ficava aberta. Minha mulher com um baby doll branco uma calcinha branca socada no rabinho, eu passava a mao sentia molhada, eu com o pau duro, dançávamos abraçados se esfregando, chupava o peitinho dela, acariciava a buceta, colocava o dedinho, tirava, lambia e o clima perfeito. quando foi 21:20, ouvimos um barulho quando eu olhei lá estava o mascarado. Todo de preto com uma máscara, tipo gorro, somente com os olhos a vista. Eu de cara percebi que alguma coisa estava errada. O meu amigo tem a minha altura, em torno de 1.72, e o cara mascarado era um cara bem mais alto, corpo atletico, estava com uma camiseta preta colada ao corpo, calça preta justa tambem e logo percebi um volumão. Quando ele falou, tive a certeza absoluta de que nao era o meu amigo. Fiquei gelado, o pau murchou, e ele disse quietos os dois. Jogou um pedaço de corda para a minha mulher e mandou me amarrar, antes disse tire o cueca desse cara, eu ja estava só de cueca, minha mulher tremia, meio que choramingava, e ele dizendo ande logo, me mandou sentar e ela amarrou os meus dois pés, do jeito que deu e as minhas mãos, o curioso é que ele mandou ela amarrar as minhas mãos na frente do meu corpo e não atras. Aí ele tirou do bolso da calça duas vendas pretas e disse pra minha mulher colocar uma em mim, e outro nela. Como estávamos com o som ligado ele falou que o clima estava perfeito para o casalzinho, nao esperavam uma visita heim. Ele perguntou tem quando de dinheiro em casa, eu não entendia mais nada. Ele trouxe as vendas, conforme o combinado, porém era apenas para a minha mulher, e nao tinhamos falado em assalto, em dinheiro. Ele insistiu, tem dinheiro em casa, e eu falei temos um pouco, mas tem a chave do carro ali, pode levar mas nos deixe em paz e ele disse cale a boca, mandou a minha mulher sentar no sófá, veio até mim e tirou a minha venda, colocou um dedo na boca em sinal de silencio e perguntou o que estao bebendo eu falei e ele disse tem wodka, eu falei onde ele disse vem comigo, desamarrou os meus pés, e falou pra minha mulher, se fizer qualquer movimento eu mato o teu marido. vamos cara, quero uma bebida. O bar era ali na sala mesmo, e como o som estava com um volume alto ele cochichou ao meu ouvido, fique tranquilo vim no lugar do fulano, como voce sabe ele esta fudido de grana, e ele me contou sobre o combinado de voces, eu ofereci mais dinheiro a ele e ele aceitou, por isso estou aqui, mas ele me falou tudo direitinho o que é pra fazer, portanto fique de boa. Eu fiquei puto com o meu amigo, mas mais tranquilo. Tudo isso aconteceu em fração de segundos, ele voltou a falar alto, vamos sente aí, vou amarrar os teus pés novamente, mas nao amarrou, e olhou pra minha mulher e falou, amigo, antes de pegar a tua grana, teu carro e algumas joias eu quero me divertir um pouco, e a tua mulher é irresistível, ela falou não por favor e ele disse cale a boca, nao quero violencia mas vou ser obrigado a te bater se voce nao obedecer, perguntou o nome dela e disse vem aqui, mas nao toque nessa venda. Puxou ela pela mao, ela tremia, mas estava deliciosamente tesuda. Ele tirou a camiseta, baixou a calça ficou com uma cueca preta tambem baixou um pouco, e mostrou pra mim, puta que pariu, era maior que o pau do meu amigo. porra era um super caralho, tipo de filme pornô. pegou a mao da minha mulher e fez pegar no pau dele ela relutou e ele disse ameaçadoramente, pegue, porque a partir de agora voce vai ser a minha putinha, e voce marido, fique bem quieto se quiserem que isso termine bem, uma mulher dessa voce nao pode comer sozinho, é muito gostosa. pega nesse pau com carinho, e beijou a minha mulher, falei pro meu amigo que era tudo sem beijo. rasgou a parte de cima do baby doll dela e caiu de boca nos peitinhos dela, enfiou a mao por dentro da calcinha e disse, uiiiiiiiiiiii…que bucetinha é essa, meladinha, cara voce ja deixou ela prontinha pra mim, o pau dele nao parava de crescer, e minhamulher com a boca nos peitos, dedao na buceta percebi que abria mais as pernas, ele massageava a buceta dela e ela segurava ja de outra maneira o pauzao dele. eu comecei a ficar com tesao. O susto ja tinha passado. Eu ja estava curtindo aquele cara, e ele disse senta gostosa, senta que nao vou resistir, preciso chupar essa buceta. quando ela foi sentar ele disse, não espere, melhor ficar de quatro. Ela ficou ele foi ate a calça dele pegou o celular e tirou foto. tirou minha tambem, eu fiz cara de que nao era pra fazer e ele fazia gesto pra eu ficar calado. Quando ela ficou de quatro, eu nao acreditava, aquela gostosa era a minha mulher e estava prestes a ser fudida, o cara se abaixou eu estava no outro sofá de maneira que eu ficava ao lado deles, ele cheirou a bunda dela, cheirou a buceta falou pra ela, puxe a calcinha para o lado e ela obedeceu, nao precisou mandar duas vezes, e ele fotografou, de um jeito que aparecia ele com a cara na bunda dela e eu sentado olhando, e ele começou a chupar, e pelo jeito chupava loucamente bem, porque ela que ja tinha bebido umas doses, começou a empurrar a bunda na cara dele. e o meu pau foi ficando duro. ele olhou riu e fez sinal de positivo, ele disse agora tire a calcinha gostosa. caralho que buceta gostosa. que cuzinho lindo, cheio de preguinhas, e ele perguntou voce dá esse cuzinho pro teu marido e ela meio que desesperada disse nao, nunca, por favor aí nao. Ele nao deu a mínima continuou chupando. ia lá embaixo e mamava no grelinho dela, de repente ele começou a cutucar o cuzinho dela e lambia o grelo, lógico que nao demorou a respiração dela acelerou e ela começou a se contrair e gozar na lingua e no dedo do comedor. O corpo dela pulsava, e ele ficou de pé o pau brilhava de duro, encostou na buceta dela e ela disse por favor use preservativo e ele disse negativo , quem manda aqui sou eu, mas fique tranquila tesuda, sou casado e me cuido, Fodo a buceta e o cu da minha mulher todo dia, sou saudável. e foi empurrandod o pau, o meu pau dava coices de duro, aí eu pra dar ênfase e fazer de conta que ainda estava com os olhos vendados falei o que voce esta fazendo com ela, por favor nos deixe em paz. E ele disse vou comer a bucetinha dela agora, depois vou fazer voce cheirar essa buceta fudida, e penso eu que ela acreditando que eu estava vendado, empurrava a bunda no pau dele, ela colocava o braço na boca pra nao demonstrar que estava curtindo o estupro, o cara falou, abre a bunda com as duas mãos e ela rapidamente arregaçou, ele enfiou o dedo indicador na boca babou e começou a brincar com o cuzinho dela, eu sabia que ela adorava, pau na buceta e dedo no cu. Aí ele tirou o pau e começou a enfiar somente o dedo ela queria segurar a mao dele, acho que estava entrando muito, eu colocava somente a pontinha e o dedo do cara ja estava todo no cu dela. Aí ele disse isso mantem essa bunda aberta, quero lamber esse cu. quero que voce pisque o cuzinho na minha lingua. E ela piscava, ele dizia pisque, e me mostrava ela piscando o cu. E olhava o meu pau super duro. E falava cara voce precisava ver a tua mulher piscando o cuzinho pra um estranho que cu amigo. lambia e enfiava a lingua, ela empurrava a cabeça dele e ele diza abra o cuzinho gostosa. Esse cuzinho tem muitas preguinhas acho melhor dar um trato nele. e Ela dizia nao por favor e ele dizia cala a boca abre, lambeu, cuspiu me mostrou e colocou dois dedos, ela se contraiu e ele disse, relaxa, agora fique bem relaxada, cuspia no cu dela e enfiava dois dedos, os dedos ja estavam entrando sem ela reclamar, ele me olhava e eu fazia com a cabeça que nao era pra ele fazer aquilo, ele cuspiu na mao e disse cara, vou te fazer um favor, vou abrir esse cuzinho lindo pra voce. Aí minha mulher se jogou no sofá e fez uma baita cena, dizia nao moço, por favor, pode foder a minha buceta mas atras não por favor, ele deu um tapão na bunda dela e disse cale a boca, fica de quatro putinha, e não quero mais ser interrompido, fica de quatro, ela ficou ele deu outro tapa que ficou vermelho na hora, e disse abre com as duas maos vagabunda, ela começou a chorar, e o meu pau que havia perdido um pouco da ereção voltou a ficar duro, ele se abaixou e meteu lingua no cu dela, ficou de pé cuspiu na mao e disse fique calma, relaxe, porque sou acostumado a comer cuzinhos, esse teu cu eu tenho certeza de que ja levou pau, talvez nao o do teu marido mas quando era solteira acho que andaram comendo esse cu, e olhe que de cu eu entendo viu. Encostou a chapeleta no cuzinho dela e disse vem empurrando gostosa, adoro que a mulher coma meu pau, encostou puxou ela um pouco, tirou , se abaixou cuspiu no cu e meteu dois dedos novamente, foi na frente dela e disse mama, baba nesse pau, ela nao discutiu, enfiou o que pode na boca, parece que queria fazer ele gozar pra nao comer o cu dela, ele dizia, cara a tua mulher alem de linda, gostosa, mama uma pica de maneira profissional, que boca, agora molha bem esse pau e vamos ao cuzinho novamente ela deixou o pau pingando de saliva, ele ainda deu mais uma cuspida no cu dela e disse agora só paro depois de estar tudo dentro, eu estava vibrando. Ela ia tomar no cu, o meu pau duraço, ele pegou o celular novamente e fotografava, o pau dela encostado no cuzinho de um jeito que pegava eu tambem de pau duro, e ele dizia vem faz força com esse cuzinho putinha vem…quando a cabeça entrou ela deu um grito, e quiz fugir mas ele experiente segurou ela pela cintura, e foi enfiando, de pé ele cuspia e o cuspe caía bem no cuzinho onde o pauzao estava entrando. e ela ainda mantinha a bunda aberta. Eu estava achando que ela começava a gostar. Ele se dobrou sobre ela e falou , rebola no meu pau. teu marido esta com os olhos vendados, nao esta vendo nada, vem mexe esse cuzinho e ela obedecia, começou a empurrar a bunda, eu queria enlouquecer de tesao, o pau ja entrava e saia gostoso, aí me fez um sinal, me chamando pra perto, como eu estava com os pés amarrados, eu fiquei de pé e dei trez pulinhos pra frente e ja estava ao lado deles, ele disse, se abaixe e cheire e lamba essa buceta melada, tirou o pau do cu dela, limpinho, e eu chupei a buceta toda melada, o gosto da buceta e do pau dele, ele disse lambe o cu dela, deixe bem babado, e eu nao resisti enfiei a lingua no cuzao aberto da minha esposa ele dizia chupa a buceta dela e novamente tirou fotos, eu com a boca na buceta, agora de joelhos e ele com o pau bem proximo a bunda dela e da minha cara, aí ele me segurou pelos cabelos e disse chupa, baba no meu pau, e eu nao me fiz de rogado, coloquei aquele caralho quente na boca e babei nele, mas aí veio o meu maior presente, ele me segurou pela mao fez eu ficar de pé e vendo o meu pau duro ele disse, mete no cu dela, e eu disse por favor senhor, chega, e ele disse, vai aproveita come o cu dela, aí ele me empurrou e eu soquei no cuzinho tudo de uma vez, pena que ele nao deixou eu gozar, dei umas dez bombadas ele me puxou e disse, pode sentar, depois voce vai ter termpo pra curtir esse rabinho. e como estava todo babado meteu sem dó, chegava a empurrar ela pra frente. e socava. por baixo do saco dele ele conseguia mexer na buceta, no grelo dela. e eu percebia ela estremecendo, e ele começou a falar, isso cadelinha, voce sente muito tesao nesse cu, esta mordendo o meu pau putinha, nao da o cu, mas hoje bem rapidinho ja tomou duas picas nesse cu vadia, e ela murmurava alguma coisa, e a respiração ficou ofegante, e ela nao conseguiu segurar, gozou com o pau socado no cuzinho dela, caralho, eu nao acreditava naquilo. ele bombou mais um pouco, e disse vou encher esse cu de porra cadela, que cu gostoso. Ja comi muito cu gostoso mas esse aqui é um dos melhores. tesuda, e estremeceu tambem deu uma especie de grito e gozou, o pauzao dentro do cu dela, mas tinha porra saindo pelos lados do pau. ela queria sair, mas ele segurava, me chamou novamente e disse tire a venda, pra ela pensar que eu estava vendado o tempo todo, e ele disse, vou tirar o meu pau quero que voce olhe o cuzinho dela aberto. ela procurava respirar, voltar ao normal, ele foi tirando aquela tora, e o cu arregaçadinho foi se fechando lindo mas dilacerado muito vermelho, ele disse, parabens amigo tem uma bela foda em casa.Se vestiu e disse Agora quero o dinheiro, só o dinheiro, nao quero carro nem joias, quero somente o dinheiro. Mas tudo o que tiverem. fez ela deitar no sofá virada pro canto. E disse vem comigo amigo, e voce gostosa fique bem quieta,. se bancar a engraçadinha te meto a faca. Me soltou e disse vem me soltar, nao quero dinheiro nenhum. Ja ganhei o que eu queria, espero ter feito do jeito que voce queria, afinal queria ver a tua mulher dando pra outro e conseguiu e eu adorei o trabalho e riu. E disse, o fulano vai falar contigo, e se voce curtiu pede pra ele me chamar novamente. adorei comer a tuamulher, adorei a tua chupada, e se voce quiser posso comer o teu cuzinho tambem. Me deu um tapa na bunda e disse abraço. Agora vai lá e fode ela.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,57 de 21 votos)

Por #

16 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Manuel silva

    VC precisava pagar para foderem sua esposa?
    Eu recusaria seu dinheiro e fodia gostoso sua esposa e VC seria corninho de graça!

  • Responder [email protected]

    queria ser esse marido

  • Responder Xana Silva

    Nossa! que tesão! Fiquei excitada, minha bucetinha greluda esta piscando só em imaginar. Doida para transar com vários homens ao mesmo tempo, mas eu dando as coordenadas.

    • Voz

      Deixa eu te comer então

  • Responder CLARA

    NOSSA! GOZEI! MINHA XANA E BICO DOS PEITOS FICARAM COMO? SOU DOIDA PARA FUDER COM MAIS DE UM, MAS O MEDO E A INIBIÇÃO NÃO DEIXA.

  • Responder Tony Bahia

    Delicia de conto, fantasioso ou não eu adorei e queria um amigo roludo desse para abrir o cuzinho apertadinho da minha mulher rabuda e gostosa. [email protected]

    • Bb

      Fico de pau duro louco Pra fude com força

  • Responder Anônimo

    Esse cara bem de longe é seu amigo cara. Se fosse seu amigo de vdd ele comeria sua mulher de graça, até pagaria pra vc isso sim kkk. Cheio de caras oiê aí que ficariam loucos pra foder sua gostosa de graça e vc gastando grana a toa.

  • Responder Mariana Monteiro

    Oi, eu quando vi o título imaginei que fosse algo tipo você dizer pro cara não gozar dentro e ele ignorar e rechear a buceta da esposa com litros de gala kklk

  • Responder Ingrid

    Ruim demais da conta…
    Totalmente sem nexo, fantasioso ao extremo.

    • CLEITON

      Eu tbm acheei Ingrid .. fantasio mesmo …
      Vc e de onde

    • Ingrid

      Sou de SP, e vc ?

    • Safado

      Oi Ingrid chama lá
      NemTrader93

    • CLEITON

      Eu tbm sou ..tem skype ?

    • Casadosafado

      Olá Ingrid , gosta de conversas safadas?
      Meu telegram
      Cristiano Ferreira , chama lá

    • Casado.btv

      Ola linda sou do interio de sp vamos se conhecer oque acha