# #

Tio me chupou até gozar na sua boca

447 palavras | 1 |3.48
Por

Meu tio se aproveitou da minha ereção noturna e se aproveitou…mamou feito um bezerro desmamado..Gozei na sua boca.

Há muito tempo desconfiava do comportamento do meu tio. Via ele como trejeitos afeminados. Ele era irmão do segundo casamento do meu avô, por isso na época do ocorrido tinha 17 anos e eu 12 anos.
Estava de férias da escola e fui passar uma semana na casa desse meu tio. Nos primeiros dias ele foi despertando em.mim um desejo sexual, me dando para ler revistas eróticas importadas. Estas revistas mostravam muito além do que estávamos acostumados a ver aqui no Brasil. Vi debaixo da sua cama outras revistas homosexuais. Até aí não desconfiava de nada. Dormia no quarto com ele. A casa era antiga e quando você fechava porta é janelas até durante o dia ficava um breu só, imaginem a noite. Na última noite que dormiria lá, pois no dia seguinte ia voltar pra casa, tive uma feliz surpresa. No meio da noite despertei com uma mão acariciando o meu pau, que já estava duro. Paralisei com aquela sensação. Não sabia o que fazer. Estava confuso, mas no mesmo momento sentia muito prazer…meu corpo tremia como se estivesse com febre. Mil pensamentos passavam na minha cabeça e imagens das revistas que tinha lido durante aquela semana. Pensava em me levantar e acabar com aquela loucura, afinal era o meu tio. Senti que ele começava a tirar o meu pijama lentamente. Meu pau alterava, meu corpo tremia de tesão. Não resisti mais, me entreguei aquela sensação maravilhosa….mais coisa viria por aí. Depois de tirar o meu pijama, com carinho aquelas mãos macias e delicadas acariciavam o meu membro desnudo em um movimento de vão vem que me levava ao ápice. Derrepente as mãos se afastaram e por alguns segundos imaginei que áqueles carícias tinham chegado ao fim. Ledo engano. Sentia agora algo húmido e quente envolver o meu pau…era a língua do meu tio. Aquela língua quente e úmida circulava a minha glande lentamente…ele alterava com chupadas vorazes…mamava como um bezerro…nesta hora eu já me contorcia todo na cama…ele não parava…Senti que ia gozar…e me senti constrangido porque ia gozar na sua boca.. não resisti….Senti os jatos de porra , enchendo aquela boca quente e macia…ele não parava …chupou até a última gota…depois com carinho me limpou…e adormeci.
No dia seguinte parecia que nada havia acontecido.
Passei a frequentar a casa dele em outras oportunidades e a noite, já ficava esperando…Aquela delícia. Assim descobri o prazer de ser chupado por um homem.
Espero que tenham gostado. Foi a pura verdade.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,48 de 31 votos)

Por # #

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Pelado Santos

    Que delicia