#

Tentou se mostrar…caiu na labia do vizinho 1

338 palavras | 0 |3.00

Como tiinha contado a minha vizinha a minha visita a sua casa e ela toda sonolenta foi comida,chupada,e tomou no seu cu me viu a tarde e foi me dizendo espero você de novo.

Como estava ansiosa e doida para ser minha puta fiquei a espreita e logo cedo seu narido saiu para trabalhar e fui adentrando a casa e logo chegava no seu quarto e que visão..toda nua e de bunda para cima e fui com meu dedo tocando e logo ela se contorcia e com gel fui adentrando seu cu e a comi com vontade e ela toda entregue e logo a virei de frente,abrii suas pernas e fui de boca mamando a sua xana toda depilada e ela se contorcia toda e a coloquei de 4 e fui comendo sua xana devagar e ela se contorcia toda realizada e para evitar problemas gozei nas suas coxas e voltei para casa.
Por volta da 11 horas estava na frente da casa e ela saiu e foi toda sorridente me cumprimentando e mme convidou a ir com ela ver coisas no mercado,mas foi direto ao motel e ela foi ficando nua e deitou de frrente toda arreganhada e disse mama minha xana,ela é sua gostoso e fui com tudo e ela gemia e se contorcia,e ergui suas pernas sobre meus ombros e fui com a rola adentrando sua xana e ela gemia e pedia soca,me faz sua puta,e sem pensar a comia com força e determinação e a coloquei de 4 e fui a deixando doida com a pressão da rola no seu utero e sai dela e direcionei minha rola a sua boca e logo a enchi de porra e ela toda feliz engolindo e sorrindo saciada.
Fomos tomar uma ducha e logo a encochava e fui com a rola dentro da sua xana e socava com ela de pé e toda entregue e fui dizendo minha puta gostosa e logo de 4 na cama comia seu cu com força tomando posse e a deixando toda faceira.
A noite ela sentada a frente da casa conversando com o marido toda feliz e ele sorrindo todo contente de ver sua esposa alegre e disposta.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 2 votos)

#

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos