Estou comendo loucamente a mulher de amigo meu

03-07-18 Por 3 ★ 4.17

Galera que contos legais encontrei, bom é meu primeiro conto, espero que gostem, eu moro em Itanhaém, mas frequentemente subo a serra e vou na região do ABC paulista a trabalho, onde tenho muito amigos, um desse amigos é o André que algumas vezes jogamos bola juntos, ele é goleiro e por isso o apelido dele é Andrerel, pois ele é meio parecido com o Tafarél, bom mas vamos aos fatos, a 2 anos atraz eu subi a serra e fui a Santo André, a cidade onde mora justamente o André, chegando la eu fiz o que tinha que fazer e como me sobrava tempo eu procurei esses amigos, saímos fomos a um clube jogamos bola, depois fomos pra uma churrascaria e tomamos algumas cervejas, coisas de amigos, mas 3 desses amigos ficaram pra la de Bagdá, completamente embriagados, eu como era o mais sóbrio os levei em suas casas, e por último eu fui levar o André, quando cheguei em sua casa, eu desci do carro toquei o interfone e uma mulher atende, Oi pois não? Eu. Ola sou o amigo do André e vim traze-lo pois bebemos um pouco mais esta tudo bem, Ela. Ah espera eu já vou ai. Eu fiquei la esperando a mulher dele vim, enquanto isso ele já capotado dentro do meu carro, ai o portão abre e sai a mulher dele, e que mulher, morena da parda, cerca de 1,80 de altura, cabelos lisos a baixo dos ombros, ela esta de short jeans curto e uma blusinha branca de alsinha deixando a barriga de fora, um corpo escultural, pernas torneadas, seios médios mas firmes, ai ela sai e fala, Ola que bom que trouxe ele, me ajuda por favor a leva-lo pra dentro? Eu tirei André de dentro do carro, o apoiei no ombro e o levei pra dentro, ela foi me conduzindo e me pediu pra deixa-lo numa cama na garagem, ai pegou um cobertor o cobriu e falou. Bom ele vai dormir aqui, quando acordar eu o faço tomar banho e cuido dele, Eu falei, Mas eu o levo pra dentro, é melhor do que ele dormir aqui, Eu falei pois achei estranho ela deixa-lo ali, mesmo a garagem sendo toda fechada e limpa, mas ela falou que logo ele acordaria e ficaria tudo bem, ai ela pegou o celular dele, viu que tinha meu contato e falou, Obrigado, eu guardo os contatos dele pois sempre que ele sai eu sei pra quem ligar, Eu falei. Bom sempre quando saímos combinamos de um ficar sóbrio pra levar os outros pra casa, assim é mais seguro, então não precisa se preocupar se estiver comigo eu o trago pra casa, Ela agradeceu eu me despedi, ai sai fui ao meu carro mas achando estranho, fiquei ali meditando na frente da casa dele, a mulher dele já tinha fechado o portão, ai eu só ouvi ela brigando com ele. mesmo ele capotado. Seu filho da puta, vai dormir ai pra aprender, E eu ouvi ela batendo com força a porta da garagem que da acesso a casa dela, fiquei ali alguns minutos, e fui pro hotel ondo estava hospedado, ai no dia seguinte eu liguei pra ele, mas a mulher dele antedeu irritada, Quem é? Eu. Bom dia eu fui levar o André ontem ai, quero saber se ele esta bem. Ela. Ah desculpa, é você, então ele esta dormindo ainda, já acordou dei banho nele mas voltou a dormir. desculpe a grosseria é que seu numero esta aqui, mas esta sem nome, eu me esqueci de colocar seu nome, mas vou colocar e saberei quem é. Eu falei, Claro mas quando ele acordar peça pra ele me ligar, por favor. Ela falou. Eu peço sim. muito obrigado mesmo viu. eu resolvi outras coisas da empresa e encontrei os amigos de novo, mas não bebemos pois todos ainda estavam ainda no efeito da ressaca, e eu nem falei que achei estranho a mulher do André deixa-lo na garagem, mas nos despedimos e eu desci a serra, tudo normal, passou uns 3 dias, e eu recebo uma ligação de Ana a mulher de André. Ola tudo bem? Eu. Tudo bem sim, e o André? Ela. Isso que eu liguei você esta com ele? Eu. Não eu desci pra Itanhaém onde moro e não sei dele não. pq aconteceu algo? Ela. Não é que ele saiu com os amigos ,e como eu notei que vc é o mais resposavel, resolvi ligar. Eu falei. Não ele não esta comigo, mas me ligue assim que ele aparecer, por favor, fiquei preocupado. Ela. Não precisa se preocupar não, ele sempre sai com os amigos, só liguei mesmo pra saber, mas te ligo quando ele voltar, mas por favor não fale a ele que eu liguei perguntando dele, senão ele fica bravo comigo. ele não entende que eu me preocupo. Eu nem me dei conta, mas segunda feira de manha, ele trabalha, e não estava de férias, ia faltar na empresa só pra sair com amigos, que também estavam trabalhando? mas tarde eu fui me dar conta de que Ana estava mesmo é querendo puxar assunto, ai mais tarde eu resolvi ligar pra Ana no número dela mesmo. Alo, oi o André apareceu? Ela. Oi tudo bem? que bom que ligou. sim ele apareceu, mas iai ta calor no litoral? Eu. Sim esta muito calor. Ela. Que inveja, aqui esta meio frio, eu queria esta ai na praia, aproveitando. Eu. Fala com teu marido pra te trazer aqui. Ela. Seria bom mesmo, mas não da, pois as crianças tem aula e ele não pega folga. então só nas férias das crianças. ou num feriado prolongado, mas e vc vem mais vezes aqui, sabe acho que dos amigos do meu marido vc é o melhor. tua mulher deve ficar bem orgulhosa de ter um marido assim resposavel. Eu. Não, eu sou solteiro. moro sozinho. Ela. Poxa é difícil encontrar uma pessoa bonita e resposavel assim solteiro. Eram umas 16 horas da tarde, e ela falou que avisaria pro marido dela me ligar mais tarde, ai mais tarde comecei a receber ligações de numero oculto, não falava nada, só ouvi a respiração da pessoa, recebi cerca de 3 ligações assim, ai já em casa na quarta feira eu teria que subir a serra pra resolver coisas no ABC, mas recebi a ligação de Ana, isso as 18 horas. Alo, tudo bem? Eu. Sim Ana tudo bem, e o André ta legal? Ela. Sim ele esta bem, ainda não chegou me ligou dizendo que vai fazer horas extras. Eu. É bom né, ajuda no orçamento, mas o ruim e vc ficar ai sozinha, com as crianças. Ela. É verdade. mas e vc quando vem? Eu. Ah na quarta feira eu tenho que ir pois vou resolver coisas da empresa, e vou ficar uma semana ai, Ela. que bom vem aki em casa, e se precisar de alguma coisa me procure, alias nos procure. Eu. Sim claro, podem contar comigo também. Ela. Ah vou contar sim. Eu aquela noite fui dormir e sonhei com Ana, aqueles lábios carnudos, aquelas pernas, a bunda, acordei a falei, Ah se continuar assim eu vou comer Ana, André que me desculpe, mas se ela esta assim é falta de pica, de qualidade, ai fui trabalhar e resolvi subir a serra na terça feira a noite, chequei como era tarde dormi e no dia seguinte já sabendo que André estava trabalhando fui cedo a casa dele, umas 6:30 da manha, fiquei numa padaria la perto, quando vejo a mulher dele saindo com os filhos dela e os colocando na perua escolar, esperei a perua sair e liguei pra Ana. Bom dia, te acordei? Ela. Não eu acabei de colocar minhas crianças na perua da escola, vc já esta aqui? Eu. Sim, cheguei ontem, mas era muito tarde, Ela. Ai que bom. meu marido sai de madrugada, e eu fico sozinha com as crianças, ai os coloco na perua e fico sozinha, sem companhia pra tomar café, é muito cheto. Eu. É de fato é mesmo. e olha que moro sozinho, mas nem tomo caféem casa, tomo mesmo nas padarias da vida. Ela. Ah vem tomar café aki, assim eu tenho companhia. Eu, Mas André pode ficar chateado. Ela. Não ele nem precisa saber, vem vai. Eu sabendo da loucura, mas nem pensei aceitei o convite e fui la, cedinho, ela pediu pra eu colocar o carro na garagem, beixou o portão, e me puxou rapidamente pra dentro. é claro eu enrolei um pouco, pois estava na padaria perto da casa dela, entrei ela estava com um vestidinho branco, curto, saia rodada, de alsinha, eu entrei fomos pra sala, e ela falou. Que bom que veio, sabe. eu fiquei pensando em vc desde o dia que trouxe André aqui, Eu. É acho que ele jamais deveria deixar vc sozinha e ficar com amigos bebendo. Ela sentou cruzou as pernas, mas devido a saia ser curta aparecia a calcinha branca, eu ficava olhando disfarçadamente, mas ela falou. Sabe, eu me arrumo, peço a ele que fique comigo, peço pra sairmos juntos, mas ele não sai comigo, só com os amigos, e quando saímos é pra fazer compras, será que sou feia? Eu. Claro que não. vc é linda, e bem cuidada. Ela se levantou e falou. Olha uma mulher assim é de se deixar em casa? Eu falei. Nunca, uma mulher assim o cara tem que fazer tudo o que ela quer. Ela. Que pena que teu amigo não pensa assim. Eu falei que tinha trazido um bolo da padaria, e sugeri tomarmos café, ai fomos tomamos café, eu lavei a louça do café ela secou e guardou. ai na cozinha ela chegou mais perto e falou. Que bom que esta aqui. Ai já me beijou eu correspondi, e disse que era loucura, mas ela falou, então vamos ser loucos mas satisfeitos, ai já começou a se esfregar em mim, eu comecei em pé mesmo pegar nas coxas dela, o beijo se intensificou, eu já com a mão na bunda dela, enfiando dentro da calcinha, ai fomos pro quarto eu tirei a roupa ela já estava nua e fui em cima dela e meti gostoso, meu pau entrou com tanta facilidade ela já começou a gemer, eu bombando as bombadas se intensificaram e gozamos juntos. ela ficou toda suada e eu também, ai ficamos ali nos beijamos de lado ela com as pernas enlaçadas em mim, ai descançamos um pouco e começamos de novo, ela cansou e virou de lado com a bunda pra mim e pediu pra eu fazer daquele jeito, e impinou a bunda eu meti gostosa n buceta, mas por traz e ela só empurrando a bunda pra mim e eu bombando, e gozamos de novo,ai levantamos ela falou que precisava ir trabalhar, e eu também, ela foi tomar banho eu também junto com ela, onde ela no banheiro me chupou, eu gozei na boca dela, e terminamos o banho ela se arrumou rapidamento eu também e eu a levei na empresa onde ela trabalhava, e combinamos de nos encontrar de novo, e eu fui resolver as coisas da empresa que eu trabalhava, ai a tarde eu liguei pra ela, ela disse que os filhos dela ficavam na casa da sogra dela depois da aula, a perua já os deixavam la, e combinamos de nos envontrar ela iria sair mais cedo, e nos encontramos e eu a levei no hotel onde estava hospedado, e la transamos gostoso, e assim ficamos nos encontrando sempre que eu estava no ABC, isso começou em 2016 e até hoje nos encontramos e transamos muito, eu passei a subir mais vezes, ate comprei um ap no ABC onde eu e Ana nos encontramos toda semana e transamos e André nem desconfia, mas eu agora estou conversando também com a mulher de Carlos, outro amigo meu do ABC, e já estamos nos entendendo também, pois ela também é carente de rola, só estamos esperando a oportunidade pra transarmos, eu conto pra vcs no próximo conto, depois de acontecer.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,17 de 12 votos)

Por

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Tony Bahia

    Porra Sacana, que delicia de conto. Venha ser meu amigo também seu porra. Tenho vontade de ser Corno e chupar minha mulher toda gozada. [email protected]

  2. Kennedy Klain

    Tem razão eu não sei relatar o necessário me atento muito a detalhes não erotizados, mas é meu primeiro no próximo eu procuro me atentar mais aos detalhes da foda em si,

  3. Marcos

    Seu conto ficaria melhor se vc omitisse dos detalhes e se concentrasse mais nos detalhes da foda.