Último dia de praia

Autor

No dia seguinte meu pai acordou com uma ressaca braba e eu estava sentindo culpada pela traição que eu fiz mas tenho sorte de quem estava comigo são pessoas boas que juraram guarda segredo, e kauan e eu estávamos fingindo naturalmente como se aquela noite nunca aconteceu, meu pai perdiu para eu acorda o Cássio, fui até o quarto e vir meu escravo dormindo como um anjinho, tirei minha roupa e a minha calcinha e sentei na cara dele bem gostoso a reação dele foi de susto, depois soltei aquele peido gostoso na cara dele que ficou se debatendo aaahh como eu adoro fazer isso com meu escravo, depois ordenei que ele lambesse meu cu e o fez a comecei a esfrega meu cu na boca dele e logo depois entrou a Sandra e já queria brinca com cassio pois agora ele estaria bem melhor, levantei e Sandra começou começou tira a roupa que sentou com aquela rabão na cara do cassio, eu comecei a chupa aquela rola gostosa huuummm delicia de rola, comecei a chupa e chupa até que eu fiz ele goza dentro da minha boca que eu engasgei com toda aquela porra .
Minutos depois nós três descermos pra toma café e quando terminamos formos a praia, naquele último dia divertimos demais, demos ate uma paqueradinha e o kauan so de olho em mim mas disfarçadamente, Sandra percebeu o seu olhar e disse pra mim:
– o kauan não tira o olho de você.
Eu responde:
– é mesmo, mas tenho medo do meu pai percebe e não gosta.
– relaxa se depende de mim e da nossa amiga Maria, ninguém vai sabe disso.
Sairmos do mar e formos direto ao meu pai que não parava de olhar os bofes lindos que estavam na praia e olhar era cada gato lindo huuummm, horas depois sairmos da praia e voltarmos para casa.
Caiu a noite como era o último decidirmos sair mas uma vez e foi aquela festa so, mas desta vez foi diferente pois quem exagerou foi a Sandra e o kauan, Cássio também estava mas estava formando refrigerante, que bom que meu pai estava em sã consciência e vendo que sua noite não ia rola nada decidiu que iria pra casa e perguntou para me e para maria:
– vocês duas vão vir com a gente?
Maria respondeu:
– não vou ficar mas um pouquinho.
E eu perguntei para o meu pai:
– posso ficar com ela?
No começo meu pai ficou meio na dúvida pois ele sabia como Maria era mas depois de eu tanto insiste ele acabou aceitando e nosso veio um cachorro vira lata brincando perto da gente e Maria vendo aquilo jogou um pedaço de carne pra ele e ele comeu todinho, Maria jogou mas um pedaço e ele comeu, e meu pai com a ajudar do cassio levar o kauan para o carro e Sandra vai toda bêbada, também ela nunca tomou uma cerveja rsrs, e meu pai partiu rumo a casa da praia, com isso eu e Maria ficarmos bebendo e comendo a carne, mas também as vezes jogava um pedaço de carne para o cachorro, até que chega um garçom e começa espantar o cachorro para ele sair daí e Maria falar:
– tardinho moço não faça isso com ele não.
O garçom falar:
– dona esse cachorro é folgado so ficar aqui pertubando os clientes.
– ele tem dono? Pergunto ao garçom.
– não ele é de rua, mas o nome dele é toby. Falar o garçom.
Maria sa sentiu solidária e falou que iria leva o cachorro e cuida dele, pegarmos carnes para ver se ele nos seguia e quando nós duas se levantamos e começarmos a andar toby veio atrás de nós, Maria jogava carne para ele vir atrás de nós e chamava pelo nome para que ele não parasse de seguir agente, Maria teve uma ideia de descermos e andarmos pela praia e assim o fizermos e nisso ficarmos cansadas e sentarmos na areia uma bem perto da outra é galera nessa noite tudo para mim foi novo e contarei pra vocês tudinho.

MUNDO NOVO: EXPERIÊNCIAS NOVAS.

Maria veio ficar bem perto de mim e pergunta com a sua mão no meu rosto:
– estou afim de te beijar.
E sem nenhuma palavra Maria começar a beijar minha boca, para não corta o clima eu deixei aquela mulher que eu admiro tanto beijar a minha boca como se fosse uma namorada, sentir suas mãos tocando meus seios e sua língua preenchendo minha boca até que formos interropindos pelo toby latindo para nós pois queria mas carne, Maria chamou ele e como bom cachorro ele veio até nós e Maria e eu começarmos a cariciar e vejo uma cena que não vou mentir pra vocês fiquei chocada, Maria alisava a rola do cachorro e perguntou para mim:
-ja viu uma mulher sastifazendo um cachorro?
Eu balancei a cabeça negativamente, e ela olhou para trás certificando que não tinha ninguém e abaixou a cabeça para baixo do cachorro e mostrou seu pau, galera aquilo cena deixou minha cabeça confusa e Amil, eu vir Maria chupando a rola do Toby e ficou la chupando aquela rola, Maria para e falar:
– esse cachorro vai sastifazer todo o meu desejo.
Ela se levantou e eu também andarmos rumo atrás dos rochedos e levando o toby conosco, chegando lá toby começou a latim como se conhece o lugar e jogarmos carne para ele nos seguir mas ele parou e começou a latim, Maria ouviu gemidos fiquei em silêncio e ouvi também o gemidos então o nosso plano não deu certo mas atrás dos rochedos tinha mato, então maria apontou para irmos para uma pequena floresta junto com toby e assim nós duas os fizermos.
Chegando lá Maria olhou ao redor e certificou que não tinha ninguém e por nossa sorte não tinha mesmo, Maria foi até o toby que estava comendo um pedação de carne ( coitado gente aquele cachorro estava mesmo com fome), e Maria abaixou e mostrou o pauzao do cachorro, começou a chupa aquela rola sem nenhum pudor ela pegava como se fosse comum, e eu ali parada vendo aquela cena que nunca sairá da minha cabeça pois ela estava chupando a rola de um animal, daí ela para e falar para mim:
– vem taty chupa comigo, você vai amar.
Eu fiz uma cara de nojo e falei para ela que so iria ver, ela se levantou e veio até mim, pega no meu braço e força eu senta no chão, mas eu balacava a cabeça, até que ela mim joga no chão e senta em cima de mim, galera como ela é pesada agora sei que o meu escravo sofre, Maria tira a minha calcinha pois eu estava de mini saia e abri as minhas pernas e mexer na minha buceta daí galera fizermos um 69 gostoso e vejo na minha frente aquela bucetona negra e ela ordena que eu chupasse e assim o fiz, comecei a chupa aquela buceta gostosa, e não sei como ela fez mas sinto uma linguada bem gostosa na minha buceta mas sabia que não era Maria e sim o toby pois Maria em cima de mim falar:
– isso sua safada, viu como é gostoso a língua do toby.
Nossa fui nas nuvens que delicia de língua fiquei gemendo de tanto tesao pela língua daquele cachorro, até que ela sair de cima de mim e faz carinho na barriga do toby para que ele deitasse e por incrível que pareça toby deita e Maria chupa a rola do cachorro, eu caros leitores ja estava entregue para aquela novidade gostosa, Maria se levanta puxar meu cabelo e joga a minha cabeça para que eu chupasse aquela rola e assim o fiz, nunca imaginei que eu iria ser a escrava da situação como jogo vira, comecei a chupa gostoso e o toby com a sua língua pra fora que parecia que estava adorando.
Maria como Boa dominadora que é mim faz ficar de 4, ela chamar o toby para ir atrás de mim e assim aquele cachorro o fez, foi quando eu sentir aquelas garras nas minhas costas e na hora eu pensei " agora irei sentir esse cachorro mim comer", eu até resistir galera mas Maria era forte e dominadora enquanto isso eu naquele momento era a submissa, Maria ajeitava aquela rola para entra dentro da minha buceta e foi quando eu sentir toby penetrando na minha buceta, dei um grito de dor pois era grande e Maria falou minha boca pois entrou tudo sentir até a bola entra e eu com muita dor falei:
– entrou tudo.
Maria como Boa profissional falar:
– relaxa que ele vai fazer o trabalho pra você.
Galera vou te falar foi uma puta dor mas depois de um certo momento tudo aquilo iria passar, toby começou a se movimento nossa que gostoso aquela rola e sentir algo cresceu mas é mas, que delicia sentir aquela cachorro comendo minha buceta, minutos depois maria tira a rola do toby e colocar no meu cu, aí mesmo que eu não aguentei e gritei bastante mas Maria abafou os meus gritos e toby começou a soca a soca e eu ali gritando mas não dava para ouvir pois Maria estava sentada nas minhas costas e abafando o meu grito com a mão, sentir que a bola estava crescendo e toby socando com tudo, eu estava sofrendo mas sentir um tesão gostoso com aquela cachorro, eu estava no êxtase do meu tesão, comecei a suar e revira os olhos nunca imaginei que um animal como ele poderia fazer tudo aquilo numa mulher, até que eu sentir jatos de porra inundar o meu cu, sentir alívio pois logo logo ele sairia de cima de mim, mas que engano meu pois demorou pra ele sair de cima de mim, mas compensou pois nunca em toda a minha vida sentir tanto tesao, sentir que estava muxando a rola do toby e saiu a rola dele pra fora.
Maria sentou nua em cima do toby e começou a se esfrega em cima dele enquanto a mim estava jogada no chão feito tralha velha, sentir a porra do toby sair aos milhares, Maria saiu de cima dele e veio até mim sorrindo e falou:
– bem vinda ao clube colega, e ai gostou?
– eu adorei.. nunca sentir tão cansada em toda minha vida, mas estava preenchida em todos os sentidos. Disse a ela com uma voz de cansada.
– por isso que eu adoro dar pra cachorro, pois tem muito metrô para sastifazer uma mulher.
Nós duas começarmos ri e Maria veio até mim começou a beija-me e eu retribui, horas depois recuperei a energia, despistarmos o toby e voltarmos para casa e ao chega em casa, Maria e eu virmos meu pai namorando o Cássio, os dois estavam se beijando, eu estava cansada e fui direto pra cama.
No dia seguinte preparamos a mal e voltarmos para a nossa realidade, vocês acham que não teve putaria rsrs lógico que teve, até meu pai participou e sentou em cima do meu escravo e faz sexo com ele, chegando lá deixarmos Sandra e Maria nas suas casas e voltarmos para as nossas.
Espero que tenham gostado do meu conto, sei que eu atrassei pois aconteceu uma coisa aqui que tudo vai mudar na minha vida…

ATÉ A PRÓXIMA GOSTOSOS…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 11 votos)
Loading...