Meu marido é um corno

Autor

Ola pessoal.
Me chamo Lucineide e moro em São Bernardo do Campo – SP, sou casada a 14 anos com meu marido que se chama Reginaldo e tenho 2 filhos. Todas as informações são reais, nome, cidade e os dados, não vou omitir nada pois o corno do meu marido merece.

Tudo começou quando namorávamos, gostava muito dele, mas sempre me deixava na mão, quase não tínhamos relação sexual, era raríssimo transar, sendo otimista, no máximo 1 vez por mês e olha lá. Me arruma, usava decotes, saias curtas, praticamente implorava para transar, e nada.

Ate que encontrei um ex namorado, que se chama Sandro, e seu apelido Toco. Conversamos no Shopping de Santo André, conversamos muito, me elogiou e me deu uma bela cantada, não tirava os olhos dos meus seios, até que me chamou para sair, falei que namorava e que pensaria no assunto. Nos despedimos e ele me pegou de surpresa com um belo e gostoso beijo, me deu seu telefone e falou que ficaria no aguardo da resposta, escondi o numero e deixei rolar pois não gostava dele para ter um relacionamento serio, era apenas sexo mesmo.

Confesso que encontrar ele me deixou extremamente excitada, pois ele sempre foi presente, muito presente, não me deixava na mão, pelo contrario, alem de ter um pinto com tamanho bem grande, diferente do meu marido tadinho, o dele é bem pequeninho, uma minhoquinha.

Enfim, depois de praticamente um mês e ter ficado na mão de novo, pensei, vou procurar meu ex e matar esse fogo, porque não agüentava mais, liguei para meu ex e marcamos um encontro, no mesmo shopping, tomamos um chop e fomos para o motel ali perto mesmo, foi uma loucura, me deixou doida, transamos por horas e gozei muuuuuito. Tomamos um banho e me deixou perto da minha casa para não dar na cara. Foi tão bom que mantive as saídas paralelas ao meu relacionamento.

Até que um belo dia fico sabendo que estava grávida do meu ex, fiquei desesperada, mas consegui convencer o Reginaldo que o filho era dele e que precisávamos casar, ele topou, conversou com a minha família e nos casamos, mantive os encontros paralelos com meu ex que sabia que o filho era dele, mas em nenhum momento questionou nada, gostava da situação de ter um filho comigo e manter as relações sexuais paralelas ao meu casamento.

Foram passando os meses e após 1 ano o meu ex me pediu para ter outro filho com ele, sem pensar muito concordei com ele, tivemos outro filho, e da mesma forma meu marido que mal me tocava acreditou, como um belo corno que é nunca questionou nada e cuida das crianças até hoje, já estão adolescentes.

Hoje ainda mantenho as relações sexuais com meu ex, o Sandro, e com outros, assumo que gosto de fazer isso, me excita saber que estou colocando chifres no meu marido Reginaldo. Quem sabe não encomendo mais uns filhos para ele.

Beijos a todos.
Lucineide.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,59 de 22 votos)
Loading...