Metendo na boquinha da ninfeta

25-06-18 1 ★ 2.70

Tudo aconteceu em 2010 eu estava com 35 anos cada do a dez e tinha um filho de 5 anos é minha esposa estava grávida de férias e estava com 5 meses, na época eu estava passando maior perrengue, desempregado, apenas minha mulher trabalhava como confeiteiro.
Até que arrumei um bico de servente de pedreiro em uma construção de um ponto comercial pequeno o meu irmão era o pedreiro, a filha do dono se chamava Duda e tinha 12 anos porém aparentava ter menos ela era uma graça de menina magrinha branquinha cabelos longos lisinho olhos verdes eu sempre ficava admirando aquela garotinha ela todos os filhas vinha deixar o nosso lanche de 1 hora e ficava esperando agente toma o café pra levar a garrafa.
Eu até comentei com meu irmão da boquinha risadinha dela chupando uma pica dele ser uma loucura ele riu e me mandou tomar juízo
Certo dia meu irmão precisou sair ir almoçar em casa pra deixar um dinheiro pra mulher dele e apenas eu fiquei na construção e me aproveitei da situação, a Dudinha chegou na hora de sempre, ela tava uma delícia um shortinho bem arrochadinho uma blusinha mostrando o umbigo me deu uma vontade loura de cair de boca naquela bucetinha virgem, comecei a puxar assunto com ela e disse a ela que ela era muito boa menina de vir deixa a comida todo dia ela sorriu e disse obrigado eu perguntei oque ela queria ganhar de presente e ela meia tímida disse que nada eu incisti muito até que ela disse que queria muito comprar um patins e que tava juntando dinheiro num cofrinho pra comprar, eu a propus lhe da 20 reais pra ela colocar no cofrinho mais ela teria que me fazer um favor ela logo ficou entusiasmada e e perguntou oque.
Peguei na mãozinha dela e levei ela pra trás da construção que tinha um riacho e umas pedras eu tirei a bermuda que eu usava sem cueca nessa hora já tava de pauzao duro que nem pedra, peguei na mãozinha dela e coloquei sobre meu pênis e comecei a bater uma punheta bem gostosa depois pedi pra ela mamar, ensinei ela direitinho em poucos minutos a safada tava pagando um boquete como uma puta profissional ela chupava mais na cabecinha pois não aguentava engolir toda, ela ficou de joelhos e eu me posicionei e meti a a pica de garganta a dentro da minha Dudinha e tirava pois as vezes ela ficava sem fôlego, até que gozei na boquinha dela e ela fez umas caretas como não gostou do gosto de porra na boca.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,70 de 27 votos)

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. x23t

    Vai aprender a escrever fdp