Consolando o Melhor amigo

Autor

Olá aqui é o ZACK novamente, (do conto "Eu e meu primo do interior") Ja morando mais perto da cidade grande, tive vários amigos e consequentemente um melhor amigo, vamos chamá-lo de Matheus (obviamente nome fictício), da metade do do 3 ano do colégio em diante a gente ficou cada vez mais intimo, um dos fatores foi q a mina q ele amava acabou abandonando ele por outro, e isso quebrou ele sentimentalmente e mentalmente, e eu fui um dos únicos amigos q realmente o ajudou a superar isso. A gente se adorava, tipo a gente se considerava como irmãos, tipo 80% do meu dia eu passava com ele seja pelo whats ou pessoalmente, a gente não tinha segredos um com outro (eu tinha um rsrsrs), falavamos de tudo, tudo mesmo, experiencias sexuais inclusive (porem nunka contei q era Bi pra ele só as q tive com minas). Eu não sentia nada por ele nem atração, pq nunka me ocorreu, porem tudo começou quando decidimos começar a caminhar juntos, pq ele queria ficar em forma pq o sonho dele era ser bombeiro, e ele sempre usava roupas q cobriam quase todo o corpo mesmo no verão, muitos meninos aderem ha essa moda (nunca intendi essa moda rsrsrs) então oq eu podia ver sempre era a cara e as mãos praticamente, foi ai q no primeiro dia ele veio caminhar, com um shorts q ia até pouco pra cima do joelho, mostrando aquelas pernas brancas maravilhosas, semi musculosas e sem nenhum pelo, com uma camisa regata mostrando seus braços fortes e q dava pra ver q ele tinha um peitoral não muito grande mas de fazer muita gente suspirar rsrsrsrs. Ele sempre foi muito bonito, mas eu não olhava ele com esses olhos, e também tava muio q dando um tempo desas coisas, mas não pude resistir a tudo aquilo, ele era alto magro, meio bombadinho mas com uma barriguinha um pouquinho gordinha rsrsrsrs, porem acho sexy um pneuzinho, acho fofo, sua bunda era perfeita, redondinha e durinha, e seu rosto era muito bonito, do tipo q vc olha e nunka mais esqueçe, e seu cabelo penteado pra cima castanho claro. Mas enfim começamos a caminhar, e tals eu sempre dando aquelas olhadelas demoradas naquele corpo maravilhoso, e conforme ele caminhava o shorts grudava na bunda dele, monstrando ainda mais aquela delicia, mas oq eu tava mesmo interessado era na parte da frente rsrsrs. Ele sempre brincava q ia ficar uns 10 meses sem pegar mina, mas ele era muito bonito e as minas caiam aos pés dele, então ele dizia isso e tava pegando uma, uma semana depois, caminhamos durante mais ou menos 1 ano, eu sempre secando ele, as vezes ficava de pau duro até e tinha q disfarçar, ele do tipo distraidão, nunka percebia, sempre quando voltávamos em casa eu tocava umas punhetas pensando nele. Um belo dia ele conta q tava conversando com uma mina ha um tempo e estavam quase namorando, eu fiquei feliz por ele, porem triste ao saber q ia perder aquele macho gostoso, porem cerca de 3 meses depois ele descobriu q a mina tava traindo ele com um um primo dela, ele ficou muito triste, parou de caminhar, não saia mais de casa, ficava o dia todo vendo TV e na internet, eu com pena dele resolvi fazer uma visita pra ele, ele me recebeu, não tinha ninguém em casa, alem de nós, a gente começou a conversar, eu o consolei e a gente até começou a rir de algumas coisas, ele sempre falando q eu era incrível e tals, q tinha muita sorte de me ter como amigo, e tals, até q começamos a falar de sexo e tals, para descontrair, e como eu gostava dele eu acabei ficando com o pau duro, ele percebeu e brincou, "ta de pau duro kkkkk, é por minha causa? kkkk", eu brinquei e falei "claro kkkk ela não quis tem quem queira kkk" nisso a gente foi brincando, porem notei q ele também ficou de pau duro, no começo tentou esconder, mas como ele viu q eu via e não me incomodava, ao contrario reparava melhor, ele até tentava mostrar q estava de pau duro, sempre alisando e ajeitando, até q ele falou "olha mano eu também to de pau duro kkkk olha como tu me deixou" falando nisso pegando no pau, dai eu falei "então vc também fica com tesão por mim kkkk" nessa hora eu já tava entregue, ele só deu uma risadinha safada. O tempo foi passando e decidi ir embora, pois não passava daquilo dois pias de pau duro brincando, então eu levantei e fui dar um abraço nele pra me despedir, (isso a gente ainda de pau duro) demos um abraço longo e ele falando no meu ouvido q eu era incrivel e tals, eu percebi q ele tava encostando o pau dele no meu e mechendo tipo uma briga de espadas, eu deixei rolar, e falei pra ele no ouvido, cara eu to aqui pra oq vc precisar, seja oq for eu faço, nisso eu desencosto o rosto do dele ficamos de frente, e ele me beija ainda abraçados, demos um beijo de lingua demorado, e bem gostoso, durante isso eu me encolhi pra mao dele escorregar pra baixo e encostar na minha bunda, ele agarrou ela e começoua a apertala, eu soltei um gemido entre os beijos, e deci a mao pra bunda dele tambem pra sentila, pra minha surpresa ele tambem deixou, pude sentir aquela bundinha maravilhosa, mas depois de uns 2 minutos, passei a mao pra frente dele pro seu pau, ainda por cima da calça, passando uns 3 minutos enfiei a mao por dentro da calça, e começei a masturbalo, ele começou a gemer,fiz assim por uns 5 minutos, foi quando dei um beijo no pescosso dele, e deci, coloquei aquela rola pra fora, linda por sinal, branca, uns 18 cm, cabeça rosada, nao muito grossa mas mesmo assim era linda, começei a laber a cabeça, e dar beijos, ele foi gemendo, começei a chupar a cabeça, e a cada vez ele ia gemendo mais, dai deci pro saco, chupei as bolas dele por um tempo, dei decidi abocanhar aquela delicia, coloquei ela inteira na boca, quase engasguei, mas chupei gostoso, por uns 10 minutos, até ele gozar, 3 jatos fartos, enguli tudo e ainda limpei o pau dele, fomos pra cama, ele esta com o pau mole ja, deitamos la, tiramos a roupa e ele deitou encima de mim, e me beijando e falando o quanto eu era um bom amigo, q era gostoso e tals, nisso eu começei a pegar na bunda dele denovo, nao deu 3 minutos e ele ficou de pau duro denovo, entre minhas pernas, ele ergueu minhas pernas pra tentar fazer um frango assado mas eu decidi ficar de quatro, pois queria essa posiçao, ele começou a beijar minha nuca e morder minha orelha, começou a posicionar o pau dele na entrada do meu cu, tirou guspiu na mao e passou no pau dele e no meu cu, ele colocou a cabeça, eu gemi, antao ele foi forçando o resto e entrou tudo, pois alem do guspe eu tava muito excitado, ele começou de vagar, com leves estocadas, e conforme eu ia gemendo ele ia aumentando a força e a velocidade, até q dava pra ouvir o saco dele batendo na minha perna, ficamos assim por uns 20 minutos, até q eu deitei de bruços, e ele sempre grudado em mim, começou a me beijar, isso eu senti a rola dele ficar maior e logo em seguida senti os jatos de poha no meu cu nessa hora eu tambem gozei, nisso a gente se virou de frente e se beijou por mais uns 2 minutos, e quase sem folego dormimos, acordei antes q ele, e pedi pra ir no banheiro, tomei um banho rapido e vesti minha roupa, e falei q tinha q ir embora, fui na cozinha beber agua, voltei e ele tava dormindo denovo, aquele quarto com cheiro de sexo, e aquele gostoso na cama, me deixou ecitado, mas ele tava cansado entao deixei ele dormir e voltei pra casa, toquei umas punhetas pensando em tudo aquilo.
Passou o tempo, eu fiquei ocupado, nao pude voltar la, descobri q ele tava indo embora da cidade, morar com um primo dele, em um local q tinha emprego e tals, nunka mais falamos sobre aquilo, foi como se nunka tivesse acontecido, mas eu guardo na memória até hj rsrsrsr…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,05 de 40 votos)
Loading...