Peguei filho metendo

Autor

Meu nome é Julio,38 anos, separado e pai de um adolescente de 15 anos.
Quem é pai sabe a preocupação que é ter um filho nessa idade, desde que me separei da mãe dele e ele veio morar comigo quando completou 12 anos, coloquei ele numa escolinha de volei, ele foi evoluindo e ficando cada vez mais encorpado, mas comecei a observar,que toda as vezes que o levava ao treino os amigos deles estavam nos cantinhos catando as gurias e ele sempre só com amigos, comecei a ficar preocupado com a questão dele não se interessar pela fruta.
Eu sempre tinha minha comidinha esporádica que levava em casa, ela tinha 23 anos e era muito safadinha, um dia comentei com ela sobre minha preocupação, ela me disse assim, vc liga dele ouvir a gente fudento?, pensei e disse que não, ela rapidinho ja veio chupar meu pau, logo ela foi e deixou a porta do quarto entreaberta, e voltou pra com um fogo, metemos com um tesão enorme ela gemendo e falando besteiras, desconfiamos que meu filho estava espiando ela gemia com mais vontade, até que uma hora ela me disse, come meu cu, tirei e fui enfiando no cuzinho dela de quatro, gozamos e ficamos deitados na cama.
Alguns dias depois, deixei uns videos de propósito abertos no pc, de casais novinhos metendo, como já havia colocado cameras escondidas, vi que ele logo que abriu o pc passou assistir, logo tirou o pau pra fora e começou a punhetar, pensei, uffa ele gosta, sai do escritório que fica perto e fui pra casa, quando cheguei de surpresa ele estava batendo punheta, guardou o pau rapidinho, eu disse, oi filho, voce viu os filmes que eu tinha deixado aberto? ele envergonhado disse que sim, falei pra ele, nossa eu tive que bater uma punheta assistindo, principalmente esse aqui,fui ao pc, abri um videos de duas garotas com um cara, tirei o pau pra fora e comecei a tocar uma punheta, logo ele sentou na poltrona do lado e começou também, logo gozei…
Logo depois começamos a conversar e eu disse pra ele assim, nossa filho, tem umas gurias que fazem volei lá no ginasio também que me deixam com o maior tesão, ele riu e disse, eu também fico… Perguntei pra ele, me fala a verdade, já comeu alguma delas né?
Ele ficou branco na hora, e respondeu, ainda não, mais tem uma que sou doido pra comer, um amigo já comeu e eu estou tentando.
Alguns dias depois, olho pela camera e vejo ele se atracando com uma garota, pensei é hoje que eu pego, fui pra casa e entrei discretamente, passei na sala eles não estavam, subi pra o meu quarto, já perto da porta começo ouvir os sussuros, vai enfia, uiii, abri a porta devagarinho e me deparei com ele de pé no chão e ela de 4 em cima de minha cama com uma camiseta e sem a parte de baixo e ele comendo.
Cheguei perto dele e coloquei a mão no ombro e disse, nossa filho bem que vc me disse que ela é gostosinha, isso come ela gostoso; a menina tentou sair, mas ele segurou ela pela cintura e ficou metendo, sentei na outra ponta da cama, terei meu pau pra fora e comecei a bater uma punheta, notei que ele não tirava o olho do meu pau, como eu queria ver ela pelada, fui perto dela falei pra ele segurar na cintura dela, e levantei ela pra tirar a camiseta e o sutiã, apertei os peitinhos dela que são médios e estavam bicudinhos, não resisti e dei umas mamadas neles e voltei a sentar e ela ficou nessa posição meio que de pé com ele apertando os peitinhos dela logo eu gozei e pouco tempo depois ele gozou, ela foi ao banheiro da suite e fiquei com ele no quarto, falei isso ai filhão mandou bem…
fiquei conversando com ele, perguntei a idade dela e ele disse que tinha 14 e se chama Karina, perguntei se era algo sério ou só crush, ele me disse que era aquela que ele tinha me falado que queria comer, logo ela sai do banheiro enrolada na toalha, falei, nossa filho nem apresenta a amiga, ele apresentou e ela veio me comprimentar, dei um abraço e falei no ouvido dela, oi gostosinha eu vi que gostou do meu pau, quando quiser experimentar eu deixo, ela se afastou e deu um sorrisinho, falei nossa é das safadinhas, peguei e puxei a toalha dela e disse assim que eu gosto de ver, no inicio ela tentou se cobrir mas log relaxou e ficou peladinha, pude admirar a delicia, cabelos lisos castanhos, seios m com biquinhos rozadinhos e bundinha redondinha e pernas bem torneadas pelo volei.
saí do quarto e fui pra sala, acessei as cameras e vi que eles estavam transando novamente…
logo ela estava se vestindo, vi ela descer as escadas rapidinho fui até ela despedir e aproveitei pra dar uma apertada na bucetinha dela, ela só falou, devagar que tá inchada; inchada mas você gosta né safadinha? ela saiu rindo e rebolando.
Na proxima oportunidade conto outros acontecimentos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 9 votos)
Loading...