Casado mais fui visitar minha EX!

Autor

Olá, me chamo Pedro sou casado a 5 anos com Aline. Tenho 1.80 de altura, uns 18 cm de pau, olhos verde e 24 anos, minha esposa tem 20 anos falsa magra,1.60 de altura peito médios bunda média. Bom feito as apresentações oque contarei aconteceu a algum tempo comigo.
Já faz algum tempo que não fazia sexo com frequencia com minha esposa, 1 vez por semana ou as vezes de 2 em 2 semanas, coisa que pra mim que gosto muito de sexo é incomum. Minha ex é a principal protagonista desse conto, namorei com ela a uns 7 anos atrás, foi um namoro muito curto; mais que me deixou saudades até hoje, uma loira magra peitos grandes e bunda média, 1.70 cm de altura, e muito safadeza, mais safada que eu imaginavá, tentei ficar longe dela, já que ela mechia muito com minha imaginação, mais nunca consegui ficar muito tempo sem falar ou sem pensar nela.
Na época em que aconteceu a minha visita, apareceu a oportunidade de viajar pra uma cidade próxima de onde essa minha ex mora, que não citei nome anteriormente, mais ela se chama Paula. Então conversando com Paula comentei que iria viajar pra perto dela e ficar 3 dias por lá, mais que minha esposa iria também, mais chegando próximo a data da viagem minha esposa me avisa que não poderia ir, por conta do patrão dela não a ter liberado viajar os 3 dias seguidos, que no máximo ele poderia liberar 2 dias, como a viagem era a trabalho de minha parte, não poderia cancelar a viagem; minha esposa esposa entendeu e não fez objeções para que eu viaja-se.
Viajei na quarta pela manhã e só voltaria no domingo a tarde. Chegando na cidade resolvi tudo que precisava fazer antes do tempo previsto, feito isso meu chefe me liberou caso eu quisesse voltar pra casa, ou eu poderia ficar no hotel até o domingo já foi tudo pago com antecedência, já era sexta a tarde, tinha até domingo livre, como eu não era nenhuma santo, chamei Paula no whats e combinei de encontra-lá na cidade dela, e na sexta a noite mesmo parti pra cidade dela, cerca de 200km/h de onde eu estava. Cerca de 1 hora e meia depois cheguei na cidade, não conhecia muito bem a cidade, mais fui perguntando e com o auxílio do Google maps cheguei na casa de lá Paula, ela morava com os pais e com seus 2 filhos (filhos de um amigo meu que não vem ao caso, kkk), ela falou que tinha combinado com a mãe, e que passaria a noite fora, ao chegar na casa dela, buzine e desci do carro, ela saiu toda sorridente e com um vestido lindo vermelho curto, amei e acabei ficando de pau duro na hora só de vê-lá, ela pulou em meus braços quase me derrubando e me deu um beijo gostoso e quente como nunca tinha me dado antes, sem perde tempo a levei pro carro e saímos em direção a um lugar mais reservado. Ela me conduziu até um motel muito charmoso próximo a saída da cidade, no caminho íamos conversando e eu bulinando suas coxas gostosas com uma das mãos.
Chegamos no motel peguei o melhor quarto que tinha disponível e pedi pelo pernoite, entrando no quarto falei que ia tomar um banho, ela olhou em meus olhos, e me falou : "-Não precisa meu amor eu te desejei por muito tempo, não quero perde nenhum minuto dessa noite.". Ouvindo aquilo me deu um amor arrepio e sem perde tempo comecei a beija-lá, beijo com fogo e pegada, ao mesmo tempo que beijava sua boca eu passava minha mão por toda a extensão do seu corpo, por cima e por baixo do vestido. Ela tomando a iniciativa tira minha camiseta e minha calça me seguida, me manda sentar na beirada da cama ao mesmo tempo que tira minha cueca revelando meu pau que ja tava duro e com citei no começo meu pau não é muito grande (18cm) mais é grosso e não nega fogo em momento algum. Ela tem uma boca pequena, mais tem uma boca gulosa, chupou meu pau gostoso, me surpreendi quando meu pau sumiu dentro de sua boca sem dificuldades; minha esposa que chupa a anos nunca conseguiu engolir tudo, ela chupava gostoso da cabeça ate as bocas, parecia querer engolir meu pau todo de tão forte e gostoso que ela chupava, depois de uns 5 minutos chupando eu anuncio que vou gozar, ela com aquela cara de safada me olha no fundo dos olhos e fala:
"Goza na minha boca amor"
Isso foi como um tiro, foi só ela terminar de falar e tocar a boca na cabeça do meu pau, que eu gozei, gozei muito mais ela conseguiu engolir tudo, e o pouco que caiu na minha coxa ela chupou e limpou tudinho, eu beijei sua boca ainda com gosto da porra e tirei seu vestido, ela estava sem sutiã revelando seus peitos gostoso, enquanto eu chupava seus peitos ela tirava a calcinha preta de renda. Coloquei ela deitada na cama e comecei a beijar do pé ate o pescoço, comecei beijando o pé e fui subindo, passei por dentro da sua coxa ate chegar proximo a sua buceta, sem toca-la, e subi pra barriga, cheguei em seus peitos e chupei com força, chupei seu pescoço deixando uma marca bem vermelha no pescoço dela, ela gemia pedindo pra chupar sua buceta, quase implorando, então atendi suas suplicas e fui chupar com todo prazer.
A buceta dela ja esta toda molhada chegava a pingar no lençou da cama, chupava cada centrimetro daquela buceta gostosa, tinha um cheiro gostoso, um mel delicioso, como um mel de buceta virgem, chupava enquanto metia 2 dedos na buceta dela, e em meio a gemidos e gritos de prazer ela pedia pra chupar mais forte, e quanto mais eu chupava mais ela pedia pra chupar mais forte, e em meio aos gemidos ela anuncia que vai gozar e pede pra mim não parar, comecei a chupar mais rápido e mais forte, ja estava metendo 4 dedos dentro da sua buceta, ela com as duas mãos empurra minha cabeça pra baixo pressionando minha boca em sua buceta, com um grito de prazer ela goza em minha boca, seu corpo treme todo, sua buceta pulsa como se fosse um coração, meu pau ja estava duro iqual pedra novamente, ela desfalece depois da gozada, e sem deixar ela se recuperar subi em cima da cama abro suas pernas e coloco meu pau para dentro, com as contrações da gozada que ela ainda estava tendo fui colocando meu pau pra dentro, e logo meu pau ja subiu dentro da sua buceta, e comecei a fazer movimentos ela ja se recuperando começa a gemer novamente, me segurando pelo pescoço, me puxando para beijar, sem para de meter eu beijo sua boca gostosa, e vou metendo cada vez mais forte.
Paro um pouco e coloco ela de quatro em cima da cama, e meto novamente em sua buceta, enquanto eu batia na sua bunda eu chamava ela de todo nome.
-Humm, buceta gostosa, vai minha cachorra, geme minha gostosa, vai minha putinha.
Ela em meio a gemidos.
-Mete mais forte amor, vai mete gostoso na minha bucetinha ela não via a hora de você meter gostoso nela.
Eu metia mais forte mais controlando pra não gozar rapido. Sua bunda já estava ficando vermelha. Ai ela pede pra parar e me manda deixar na cama.
-Deixa na cama, que eu quero cavalgar nesse pica gostosa.
Me deito e ela senta de uma vez, fazendo meu pau bater em seu utero, seus gemidos me faziam delirar, e já tava dificil segurar pra não gozar, mais ela não parava, e cada vez cavalgava mais forte e mais rapido em meu pau, minhas bolas já estavam doendo, mais ela não parava, tinha uma buceta insaciável.
Eu mando ela para um pouco, e mando ela deixa ficando de ladinho, e sem do, já querendo gozar começo a meter novamente em sua buceta, ela gemia gostoso, e falava.
-Vai mete gostoso, castiga essa bucetinha vai amor, mete forte, mais rapido.
Ela quase gritando.
-Ai vou gozar vai delicia, me faz gozar gostoso, vai, aaiiiiiii
E goza mais uma vez, em seguida também anuncio meu gozo.
-Também vou gozar amor, ai delicia de buceta.
Ao ouvir isso ela da um pulo, e me empurra e caiu deitado em cima da cama.
Ela vem e fica na posição 6×9 coloca a buceta na minha boca, que ainda estava com o gosto de sua gozada, e começa a engolir meu pau.
-Vai amor, goza na minha boca denovo, goza gostoso vai.
Já não me segurava mais, e sem ela pedir saiu da posição 6×9 e coloco ela com a cabeça um pouco pra fora da cama, e começo a foder sua boca como se fosse sua buceta, ela babava e engasgava, mais em momento algum pediu pra parar. E com uma estocada forte gozei muitooo, mais que eu imaginava, no fundo de sua garganta, ela nem precisou de muito esforço para engolir, quando parei de meter na sua boca, ela ainda continuo me chupando para limpar cada gota de esperma que saia do meu pau.
Depois de gozar, nos jogamos na cama, um abraçado ao outro, muito cansados, mais realizados, gozei gostoso, e ela tbm gozou gostoso.
Foi a melhor transa que ja tive, na mesma noite depois de descansarmos e depois de comer algo, formos tomar, banho e trepamos mais uma vez no chuveiro e depois mais umas 2 vezes dentro da hidromassagem que tinha dentro do quarto.
No sabado saimos para passeiar pela cidade, já que ninguem me conhecia poderiamos andar como namorados sem nenhum problema, eu sabia que ela era virgem de cu, e que ela já tinha me prometido a virgidade do cuzinho todo pra mim, então no sabado atarde já em outro motel não perdi tempo, e comi gostoso o cu dela… Se gostarem posso contar como foi a minha tarde de sabado com a Paula.