Experiência nova com novinhos

Autor

Olá, Meu nome é Leonardo e moro no interior do estado de São Paulo. Tenho 33 anos, cabelos negros, Pelé branca, corpo atlético, uma bunda bem avantajada e um dote normal de 16 cm.
O meu relato a seguir é verídico, aconteceu ontem dia 06/10/2017. Sempre fui uma pessoa independente, desde meus 17 anos que moro sozinho por não me dar bem com meu pai. Sou um gay bem discreto, e recebi uma boa proposta de negócio numa cidade 150 km longe da minha. Então resolvi me mudar pra lá. Aluguei uma casa um tanto grande para mim que moro sozinho num bairro bem tranquilo e longe do Centro. Ainda estava em fase de construção. Na primeira semana na correria não tive tempo de conhecer os viZinhos. Mas reparei que na rua da frente morava um jovem de 16 anos muito lindo. Apesar de ser jovem, tinha um corpo muito bonito e definido, pois estava sempre de chorte de futebol e sem camiseta. Seu nome é Hiago. Hiago é loiro, tem olhos azuis, cabelo liso e bagunçado. E vive sentado na esquina de casa. Certo dia eu voltava tarde do trabalho, por volta das 22:00. E naquela semana ventou mto e a varanda de minha casa estava muito suja de folhas. Eu estava varrendo e vi o Hiago entrando em um lote vazio de maneira sorrateira. Na hora não achei tão estranho. Até ver um garoto moreno de uns 12 anos entrar logo em seguida quase correndo. O terreno era escuro e era cercado de muros e havia muitas árvores e mato dentro. Eu fui devagar até proximo ao muro para ver o que eles tavam fazendo e quando cheguei próximo vi eles bem no fundo do lote. Entrei escondido e me escondi na sombra atraz de uma arvore. Vi que Hiago se encostou na parede e desceu o chorte. E manjei que sua rola ja estava mega dura. Apesar de ter apenas 16 anos tinha um Pinto descomunal. Média perto dos 17 cm não era grande. Mas era extremamente Grossa. O garoto era novinho e mal conseguia segurar ela toda na mão. O garoto se ajoelha e começa a chupar. Hiago segura na cabeça dele é bomba na bica dele. O menino esgasgou umas par de vezes. Eles ficaram nessa brincadeira por uns 10 minutos. Hiago levantou o menino e abaixou o chorte dele é começou a bater uma punheta muito rapida e gostosa e logo Hiago gozou na bunda do muleke. Eles começaram a sair e sem querer pisei em uns galhos e eles acabaram me vendo. Assustados ambos saíram correndo. Voltei pra casa e tava enlouquecido. Nunca senti tesão em molekes. Mas aqueles dois me deixaram louco. Bati umas 3 punhetas naquela noite lembrando dos dois. Mas o meu desejo estava focado no pinto grosso de Hiago. Eu salivava de imaginar eu chupando aquele pinto grosso e delicioso.
Passaram se algumas e houve uma festa na cidade. E como estava de folga resolvi ir beber. No bar da festa vi que Hiago estava trabalhando entregando as bebidas. Peguei uma ficha e entreguei a ele. Qndo ele me viu ficou quase palido. Me entregou a bebida tremendo. Fitei ele a noite toda e vi o garoto que estava mamando ele la também. Por volta das 2 da manhã resolvi ir pra casa. E quando estava descendo a rua para pegar meu carro Hiago estava encostado nele bebendo uma cerveja. Ao me ver paralisou. Não sabia que aquele carro era justamente o meu. Cheguei sorrindo simpático e pedi se ele poderia dar licença para mim entrar no carro. Ele nervoso se afastou e meio que guaguejando pediu:
– Moço, O que você viu aquele dia. Por favor num conta pra ninguém. Se alguém descobrir vão me Zura muito e meus pais me matam.
Eu o tranquilizei e pedi:
– Calma, pode ficar tranquilo. Não vou contar pra ninguém.
Logo ele estava mais tranquilo e até rimos.
Comecei a pedir sobre ele e o garoto.:
– Vocês por acaso fazem aquilo sempre?
– As vezes sim. Antes era direto, Mas quase pegaram a gente uma vez.
– Entendi. Mas você chupa ele também?
– Acha mano. Sou viado não. É que o Richard é meu primo e desde pequeno me chupa.
– Já comeu ele alguma vez?
– Já tentei. Mas ele num aguenta. Ele fala que meu pau é muito grosso.
Kkkkk rimos um tanto. O como tinha que ir pra casa pedi se ele queria carona. Ele aceitou. Fomos conversando e descobri que ele era pegador. Já havia comido várias meninas e vários viadinhos la do bairro. Comecei a ficar excitado de ouvir os contos dele. E ele percebeu o nervosismo. Ele então pediu se eu era gay. Quase desmaiei mas disse que sim. Ele disse que se eu quisesse eu podia pegar no pinto dele. Que tava duro ja. Nem pensei duas vezes eu ansiava por aquilo desde aquele dia. Catei. Meu Deus. Era mais grosso ainda do que eu lembrava. Pedi se ele queria ir pra minha casa. Ele disse que sim. Mas que só ia se eu pagasse ele. Aceitei na hora. Coloquei o carro na garagem e nem entramos em casa. Ele logo tirou toda a calça que vestia e expôs o Pinto totalmente duro pra fora. Pôs a mão na minha nuca e ja me colocou pra mamar ele. Meu Deus. Era grosso mesmo, depilado, cabeça rosinha, branco, com veias grandes e pulsantes e o cheiro de Pinto limpo. Fiquei louco e ja engoli tudo, o muleque ia ao delirio, sugava com vontade cada cm. E ele então cata minha cabeça e faz eu engolir tudo, adorava fazer os outros engasgar. E começou a bombar na minha garganta. Disse que nunca ninguém havia conseguido engolir ele todo. Nesse instante engolia tudo e ele começou a enfiar o dedo no meu cú. Ele enfiava o dedo e chupava, aquilo eu ja estava em transe. Totalmente entregue. Ele então pediu se eu aguentava ele. Disse que ia tentar. Deitei o banco do carro no maximo. E tirei toda minha roupa, e ele fez o mesmo. Sugeri de irmos de camisinha ele disse que preferia no pelo que ele sentia mais tesão. Num resisti. Subi em cima dele é sentei. A cabeça entrou fácil, pois ele me lavrou muito com os dedos, além do mais, a cabeça era mais fina que o corpo do pinto. Comecei a sentar e sentia cada cm entrando. Como doia. Ja havia dado para varios caras com pintos enormes. Mas jamais um grosso como o dele. Mal entrou tudo ele mandou eu para de sentar. Com maestria ele abriu minha bunda e enfiou um dedo de cada lado de seu pau dentro do meu cu e abriu um pouco mais e começou a enfiar. Nessa hora eu quase gozei. Entrou tudo de uma vez só. Ele então começou a bombar. No começo com jeito e devagar, mas depois com força e bem rapido. Sentia espasmos de tanto tesão nunca havia dado com tanta vontade. Ele gemia e eu fazia pressão no cu pra apertar ainda mais o Pinto dele. Ele disse que ia gozar logo. Sentei e rebolei mais um pouco. Sai de cima e fiquei de quatro e pedi pra ele meter com força, chegou por traz com fome e socou tudo de uma vez. Minhas pernas perderam a força, mas ele segurou minha cintura e meteu rapido, socava como se fosee em uma buceta e gemia muito não deu mais que 5 minutos senti seu pau ficar mais duro ainda e ele tirou dentro. Veio pra minha frente e socou ele na minha garganta. Bom ou duas vezes e gozou muito. Fiz força pra engolir o maximo que pude. mas não dei conta. Era muita porra. Era doce e lembrava o gosto de leite de coco. Nossa como era bom. Ele se deitou e me puxou pra cima do peito dele. Estava ofegante e eu todo ardido. Nunca imaginei levar surra de um novinho assim. Mesmo após ter gostado seu pau ainda estava duro como pedra. E eu comecei a chupar denovo. E ele gozou denovo e bem rapido. Saimos de la e ele tomou um banho. Dei uma cerveja pra ele e ele disse pra esquecer o dinheiro. Que ele ja tava bem pago. Fui no meu quarto peguei 50 reais e dei pra ele. Ele não queria pegar mas insisti. Trocamos Whatsapp e sempre que dá nos falamos. Mas essa semana ele disse que vai me surpreender. Vamos ver o que o safado me preparou. Logo mais conto o que houve.
Interessados deixem contato nos comentários. Quero novas experiências como essa.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,00 de 1 votos)
Loading...