Comi a amiga da minha mulher

Sempre leio contos aqui, sei que alguns são pura ficção, outros tem algo de verdade. Esse aconteceu comigo no final do ano passado.
Sou casado a 10 anos(segundo casamento), tenho 57 anos, nada especial, pratico caminhadas frequentes, sou normal.
Eu e minha mulher sempre fantasiamos outra mulher na nossa cama durante nossas transas, mas nunca passou disso, e com frequencia nos referimos a uma amiga dela, Natalia, uma mulher normal, na faixa dos 58 anos, porém muito gostosa, uma bunda deliciosa, grande, e um bucetão, com ão mesmo, grande, carnuda.
No ultimo ano comecei a trabalhar como motorista, fazendo viagens particulares, na cidade ou para outros municipios.
Na ultima visita que Natália nos fez, ela ficou sabendo das minhas funções, e disse que se precisasse me chamaria para ajudar.
No final do ano passado, ela ligou para minha mulher perguntando se eu poderia prestar um serviço pra ela, tinha que levar a mãe ao médico, combinamos e no dia marcado fui levá-la.
Fomos a dois ou tres lugares, e depois levei a mãe dela para casa, numa cidadezinha vizinha à nossa.
Na volta, ela sentou-se na frente, no banco do carona. Estava com um vestido leve, deixando aparecer um belo par de coxas.
Conversa vai, conversa vem, passamos em frente a um motel, e ela brincando disse que nunca havia entrado em um, pois o marido não gostava dessas coisas, preferia só em casa. Eu então em tom de brincadeira, disse:
Se quiser, levo vc pra conhecer…rsss
Ela riu e disse:
Para com isso, não podemos fazer isso
Então eu disse: pq não podemos? Vou só levar vc pra conhecer um motel, nada mais (mas louco pra dizer que queria entrar com ela e chupar ela toda, fazer gozar muito…rss)
Ela ficou olhando pra mim, como que não acreditando, então eu disse que poderíamos entrar, ela conheceria e depois iríamos embora.
Para minha surpresa, ela disse que tudo bem, mas que só entraríamos para ela dar uma olhada como era e depois ir embora.
Não perdi tempo, dei a volta e entrei no motel.
Entramos no quarto, ela ficou olhando tudo, peguntando as coisas, aproveitei e mostrei pra ela como ficavam as luzes, o espelho no teto, liguei a tv e claro, estava no canal de filmes pornos. Ela ficou olhando a cena, uma mulher chupando o pau do parceiro, percebi que passou a língua nos lábios, então me aproximei e alisei seu braço, fazendo ela se arrepiar, ela me olhou, perguntei se tinha ficado com vontade, ela só balançou a cabeça, e olhou par meu pau.
Se vc quiser, podemos saciar essa sua vontade, passando a mão pela cintura dela, senti ela estremecer, ela então olhou pra mim e disse:
Quero muito, sempre quis, e não vou perder essa oportunidade, levando a mão no meu pau, já duro, apertando por cima da calça. Não perdi tempo, abri a calça e coloquei meu pau pra fora, ela segurou, começou a punhetar, forcei ela a se ajoelhar e fui empurrando a cabeça dela na direção do meu pau, ela sem perder tempo, colocou todo na boca, chupando com muita vontade, engolindo todo, lambendo ele todo, segurei ela pelos cabelos e forcei todo na sua boca, fazendo ela engasgar, tirando e metendo na boca deliciosa dela, ela babando, se deliciando com meu pau.
Puxei ela pra cima, e tirei seu vestido revelando seu corpo delicioso, peitos médios, bicudos, todo arrepiado, arranquei seu sutiã e cai de boca chupando, sugando aqueles peitos deliciosos.
Ela gemia, segurando meu pau e apertando com força. Joguei ela na cama e fui chupando, descendo, até sua cintura, puxei sua calcinha tirando toda, revelando um bucetão delicioso, carnudo, lisinho, caí de boca metendo a lingua nela toda, sugando aquela buceta deliciosa, metendo a lingua no seu grelo delicioso, ela já toda molhada, não demorou pra ela gozar gostoso na minha boca, lambuzando toda minha cara.
Ela me puxou olhou bem safada e disse:
Quero esse pau gostoso na minha buceta, vai, mete logo, soca todo.
Levantei suas pernas bem abertas, esfreguei a cabeça do pau naquele bucetão, e empurrei todo de uma vez, até o fundo, ela gemeu alto, me xingando de puto e pedindo:
Vai soca tudo, mete com força, me fode gostoso com esse pau delicioso. Soquei com força, tirando e metendo, estocadas fortes, ela gemendo rebolando.
Me empurrou, virou de 4 e pediu:
Soca tudo com força, vai fode.
Segurei com força pela cintura e meti tudo de uma vez, até o fundo, fazendo ela gritar, pedindo mais.
Comecei a bater na bunda dela, deliciosa, e socando com força, alisando seu cu delicioso, ela tremeu, meti um dedo e ela, olhando com cara bem puta disse:
Vai puto, fode meu cu, mete esse pau gostoso, quero todo atolado no meu cu.
Tirei meu pau da sua buceta, todo melado, encostei no seu cuzinho e forcei, entrando a cabeça, ela gemeu e pediu para ir devagar, segurei com força e fui empurrando, bem devagar, até seu cu engolir todo meu pau, ela rebolando, comecei a tirar e meter devagar, ela gemendo, começou a empurrar abunda no meu pau, fazendo meter todo, comecei a socar com força, batendo na bunda dela, agarrei seus cabelos e puxei, socando com força no cu delicioso dela, ela gemendo, começou a tremer e gozar, pedindo pra não parar, gozando gostoso, não aguentei e gozei no cuzinho dela, enchendo de porra.
Depois de algum tempo nos recuperamos, ela me pediu que não comentasse nada com ninguém, pois tinha receio que o marido dela soubesse.
Contei pra ela a fantasia que eu e minha mulher temos, de ter outra na nossa cama e que sempre fantasiavamos que ela era essa mulher, ela me olhou, chupou meu pau todo outra vez, e disse:
Quem sabe isso não se torne realidade?

Estou aguardando ansioso para que isso realmente aconteça, e terei duas bucetas deliciosas pra chupar.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 3 votos)
Loading...