Diário de criança = de uma puta – 08/05/1987

fruto de uma traição minha mãe perdeu o marido que a deixo depois do meu nascimento
pelo que sei do meu pai ele prestava serviço para um firme de segurança
minha ma~e na época era garçonete em uma lanchonete minha mãe sempre foi bonita se caso e teve meu irmão aos 15 anos
o marido dela dizem que era um homem honesto trabalhador e cor tanto que meu irmão é um negão muito bonito minha ma~e morena eu vim para este mundo branca como leite por este motivo nem deu para enganar o seu marido e minha ma~e confesso que teve um romance com este segurança ele se chamava Luiz evangelista silva , este individo é o meu pai que sabendo da gravidez da minha mãe
trato de dar no pé e volto para são paulo e a trouxa fico la para tentar enganar o marido pelo par de chifre que o colocaste
mais para azar ela eu nasci parecido meu pai branca demais para o engar alguém.
bom assim vi a este mundo e ate os 10 anos nunca tinha sentido o amor de minha mãe que me culpava pela besteira que ela mesmo tinha feito
já meu irmão não gostava de mim por motivo obvio o pai dele cai no mundo e nunca mais deu noticia ele na época tinha 5 anos
e jogo esta frustração em mim então ele quase nunca conversava comigo e quando o fazia era para descarregar suas frustrações . meu nascimento termino aqui agora vó começar minha historia ela é muito grande mais vcs vão ver que é muito divertida frustante e tmb emocionante espero que vcs gostem.
hoje tenho 29 anos mais td começo em ?????

( O Diário de criança ) 8 de maio de 1987 sexta feira

querido diário neste dia meu irmão Alex pela primeira vez foi carinhoso comigo quando ele volto do serviço trouxe um computador para casa tava tão alegre que ate converso comigo e disse que tinha ganhado do seu patrão
ele ligo na linha telefônica e ele começo a mexer nele foi muito legal ele me mostro que dava para fazer gostei muito

09/05/1987
querido diario hoje é sábado e meu irmão ainda ta legal comigo ele pediu para eu me trocar que nos iremos ao parque acho que o Alex
ta gostando de mim minha mãe disse que td bem mais
querido diario voltei do parque este foi o dia mais feliz o Alex brinco comigo e ate andamos de bicicleta pela primeira vez me senti amada e meu querido irmão me aceito
nesta noite mamãe saiu para trabalhar pois tinha plantão no hospital e o Alex me chamo para eu aprender a mexer no computador e deixo eu jogar na sala ele me ensinava como tinha que fazer eu adorei
nesta noite vó dormir pois este sempre foi o irmão que pedi a deus agora só falta o senhor fazer minha mãe me aceitar mais meu deus
eu espererei boa noite

10/05/1987 domingo o Alex pelo segundo dia me chamo para nois sairmos ele agora vai me levar para nadar no rio não ta muito calor mais com meu irmão vai ser legal ate mais
já voltei do rio nos não achamos minguem parece que não tinha mais minguem com coragem de cair na aguá hoje
mais foi legal o Alex já que não tinha minguem tiro o calção nado só de cueca e eu fiquei só de calcinha
na hora de vir embora ele me enxugo tiro minha calcinha e espremeu e depois pois de volta em mim ele tmb fico de costa pra mim e tiro a cueca eu cheguei ver o seu pipi mesmo ele se escondendo
que mamãe não saiba senão vai brigar com a gente
querido diario
bom este foi meu primeiro fim de semana alegre que passei vó dormir esperando que meu irmão seja sempre assim eu o amo muito mais agora da pra ver que ele tmb me parece que ele deixo a magoa para traz eu mesmo nunca pude cobrar dele este amor por que se eu tivesse no lugar dele me sentiria igual então meu deus que daqui pra frente eu tenho semanas como esta

( eu sei que pra vcs isto é pouco mais espere mais)
achei nas minhas coisas o diario e vó dividir com vcs só tenham paciência
não quiz continuar por que este fim de semana posso dizer foi o mais bonito da minha vida

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 2 votos)
Loading...