# #

Eu Tarado Comi Minha Irmã e a Amiga Dela

1012 palavras | 1 |3.11

Esse fato se deu em meados de 1970, eu (CLAUDIO) tinha 20 anos, era uma sexta feira, minha falou para nós (eu e minha irmã Claudia), vou ter que visitar sua tia Iracema que estava doente, ela morava 50 Km da nossa cidade, disse então vocês cuidem de tudo, da casa, do cachorro o nome dele era TITIU, sim mão pode ficar tranquila que nós cuidaremos diretinho.
E assim foi, minha irmã liga para uma amiga Lucia e convida para vir passar o fim de semana com nós, duas horas depois ela chega,
Lucia, uma garota de 18 anos morena cor de canela, olhos castanhos, seios bem avantajados, um corpo lindo, minha irmã me apresenta dizendo ela vai passar o fim de semana conosco, já comecei imaginar coisas, a tardinha elas começaram a preparar o jantar e eu fiz uma caipirosca, começamos beber juntos, conversamos sobre filmes, musica mas nada de namorado ou namorada.
Estavamos jantando senti um pesinho da Lucia tocando o meu por baixo da mesa que acariciava meus pés, fiquei mei sem jeito, porque, não sou de falar muito, nisso já estavamos tomando um bom vinho no jantar.
Fui pra sala e comecei ouvir musica (adoro musica) e tomando aquele vinho delicioso, ela chega fica do meu lado e começamos a falar sobre musicas, até que ela pergunta se tenho namorada, disse não tenho, sou um cara muito tímido, ela me diz já percebi, mas você é um rapaz tão bonito não pode ficar sem namorar ninguém, eu respondo pois é.
Minha irmã e ela foram tomar banho juntas, quando elas saem do chuveiro só com o corpo enrolado nas toalhas, eu falo porque essas toalhas não caem, e LUCIA simplesmente a deixa cair, bem na minha frente, nossa meu coração disparou, meu pau subiu na hora e ela viu e abriu meu calção, falou que engolir se cacete agora, tirou pra fora e começou a mamar deliciosamente, minha irmã vendo aquilo, diz vocês vão ver o que eu vou fazer, só de calcinha e começa me beijar, e eu sentindo aquela boca no meu pau. Comecei a mamar nos peitos da minha irmã que eram lindos, LUCIA começa a beijar minha irmã, eu chupando a buceta de LUCIA, era muito ddelicioso, nossa amor a tres, minha irmã me fala hoje você vai comer a minha buceta primeiro depois a dela, e fica de quatro no sofá, aquela rachina esperando meu cacete e LUCIA se deita em baixo pra ver a penetração, enfiei meu pau minha irmã da um gritinho, “que delicia de pau, quero ele todo dentro de mim, me faz gozaaaar” dava estocadas fortes e depois lentas, até que minha irmã gozou e se deitou ao lado, nisso pedi LUCIA senta no meu colo, ela sentou e colocou meu pau dentro da bucetinha dela, eu chupava seus seios e ela friccionava sentada no meu colo, começou a gemer e dizia “nossa CLAUDIA (minha irmã) vamos ter esse pau só pra nós esse fim de semana, CLAUDIA disse foi por isso que te convidei pra vir aqui. LUCIA começa chorar de prazer, me chamava de cachorro, cavalo, aproveitador de meninas indefesas, até que gozou.
Levei as duas para meu quarto numa cama de casal, as deitei lá e deixei seus corpos semi cobertos, para me dar mais tesão e saí, fui na geladeira peguei um martini com gelo, e fiquei sentado ao lado delas nu, comecei acaraciar seus corpos bem suavemente com as mãos, até que elas dormem por um momento, era isso que eu queria. Eu queri simular um estupro,.
Sai do quarto bem vagarosamente para não acorda-las, tomei um banho bem relachante e voltei no quarto, as duas dormindo, pego meu pau e começo a passa-lo nos labios de LUCIA, e ela abre a boca meio dormindo, eu o coloco dentro e faço um movimento de vai e vem, pensei vou gozar nessa boquinha, ela acorda poe sua mão na minha bunda eu de joelhos na cama com sua cabeça perto das minhas coxas, e lhe pergunto, onde você quer ser esporrada? Ela responde que no meu cusinho.
Falei então fica deitada de brussos, e fui deitando sobre aquele corpo simplesmente escultural, lubrifiquei meu pau, abri só um pouco a bundinha linda, pus uma das mãos, no grelinho dela e fui penetrando bem devagar, e masturbando a bucetinha dela, ela começa a ter tezão, e dá uma erguidinha no rabinho, me pede penetra fundo, vai, coloquei meu cacete no cusinho e fiz movimentos de vai e vem, e la começa gemer forte e diz mais forte que vou gozar de novo, eu segurando o gozo pra ver ela gritar de novo, até que ela goza, dei mais quatgro estocadas, enchi o cusinho dela de porra, peguei minha toalha, pus em cima da bunda dela, e falei vou te dar um banho agora, pus ela na banheira entrei, nos beijamos, nos acariciamos muito, ela me diz quero passar o a noite na sua cama, eu falei vamos dormir nós tres, não deu nem nega, dormimos juntos trepamos umas tres vezes, comi minha irmã, a LUCIA, e falei está proibido por roupa amnhã, quem vestir roupa vai ser comida a força, LUCIA e CLAUDIA, falaram vamos ficar só de calcinha, só pra você nos estuprar, queremos ser estuprada por você.
Minha irmã levantou 9:00 horas vestiu uma minuscula calcinha, levantei depois ela estava fazendo xixi com a porta aberta, quando se levantou do vaso, entrei encostei ela na parede e masturbava ela com meu cacete, batia com ele na buceta dela até que ela gozou novo, virei ela de costas e pedi que se inclinasse e meti meu cacete no cusinho dela, e falei é pra você não ficar com inveja da LUCIA, e gozei de novo no rabinho da mia irmã.
Essa é a minha história romântica e erótica.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,11 de 9 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder GOSTOSO ID:8p6h53g6iir

    BOSTA DE CONTO MENTIROSO