# # #

Filha da namorada

1806 palavras | 8 |4.39

Bem vamos aos fatos, sou um homem divorciado de 43 anos, depois do fim de um relacionamento complicado tive uma das melhores experiências da minha vida. Vamos lá… Conheci Camila antes da pandemia ela uma mulata muito atraente com os seus 40 anos professora viúva, morava com a filha de 11 anos recém completados em 2019. Pois bem fomos nos conhecendo ficando mais íntimos. Costumava ir aos sábados p casa dela jantavamos uma pizza e depois eu ia embora. Pra transar tínhamos que deixar sua filha na casa da mãe dela e era muito difícil fazer algum programa onde a filha dela Jaine não estivesse era um pouco complicado. A menina tbm mulatinha cabelos cacheados era bem tranquila bem educada uma menina normal pra sua idade. Em 2020 veio a pandemia e com isso as visitas na casa dela ficaram mais frequentes em seguida comecei a dormir. No início no sofá na sala pois Camila dormia com sua filha na cama. Mas os meses foram passando e do sofá passei a dormi nos 3 juntos. Camila sempre de short e blusa de dormir enquanto Jaine sempre de camisolinha. Juro que nunca tinha reparado como os corpos das meninas nessa idade começam tomar formas e proporções um tanto atraentes. Aconteceu a primeira vez num domingo pela manhã eu acordo cedo fui para cozinha preparar uma café, nisso Jaine levantou tbm e veio p sala se deitou no sofá e pegou o celular da mãe pra jogar. Foi nessa hora que vi uma coisa que me deixou de pau duro. A menina sem se importar esta de camisola com as pernas completamente abertas mostrando sua calcinha verde cana nossa o detalhe era que sua bucetinha estava bem desenhada dava p ver nitidamente o desenho dos lábios vaginais raxando o tecido. Meu pau começou a pulsar dentro do short desejando aquela coisa linda no meio daquelas perninhas lindas. Não conseguia tirar os olhos, ao mesmo tempo olhava para a porta do quarto para não ser surpreendido por sua mãe.
Peguei uma xícara de café e sentei no braço do sofá fingindo assistir a tv enquanto me deliciava vendo aquela bucetinha ali tão próxima porém impossível naquele momento de tocar.
Enfim tudo que é bom dura pouco pois Camila levantou e a menina rapidamente se sentou dando espaço para sua mãe tbm sentar. Os dias foram passando eu minhas bronhas passaram a ser dedicadas com a lembrança daquele momento. Porém assim que gozava me batia um arrependimento sei lá um remorso em tá desejando uma pequena inocente. Mas para quem pensa que essas meninas de hoje são inocentes saibam que a internet estar aí e com toda informação possível, basta apenas de um celular.
No fim de 2020 eu já frequentava a casa de Camila naturalmente e Jaine já me via como alguém de sua confiança. Eu até já havia esquecido dá situação quando aconteceu outra coisa. Como tudo na rua estava fechado saímos apenas para trabalhar e ir no mercado. Era por volta de umas 2h da tarde de sábado quando cheguei e Camila disse que precisava ir no mercado comprar algumas coisas. Prontamente me ofereci para levá-la porém ela não aceitou e falou fica aí com Jaine que eu não demoro. A menina ainda estava de camisola sentada no sofá com o travesseiro entre as pernas. Eu então peguei uma cerveja e fui pra varanda observar a rua.
Estava ali matando o tempo quando virei pra ir pegar outra cerveja Jaine já estava deitada com as pernas para cozinha porém algo estava acontecendo ela segurava o celular com a mão esquerda enquanto a mão direita estava no meio de suas pernas e com o travesseiro por cima. Comecei a observar e concluir que a danadinha estava acariciando a periquita. Novamente o desejo adormecido voltou a me incomodar e eu fiquei ali olhando dava p perceber os movimentos leves quase imperceptíveis da mão dela mexendo na sua bucetinha. Então eu fui até a cozinha peguei outra cerveja e me sentei no sofá. Então eu falei minha tia quer que eu faça uma massagem em seus pezinhos. Ela prontamente retirou o travesseiro da barriga e me deu colocando os pés me oferecendo para que eu pudesse fazer a massagem. Fiquei ali apertando seus pezinhos.
Como seus pes estavam sobre o travesseiro que estava no meu colo sua cintura mais alta as vezes dava p ver a pontinha da calcinha pq suas perna estava cruzadas. Mas a medida que eu ia fazendo ela foi abrindo as perninhas e pude ver um pouco mais da calcinha branca com detalhes de flores. Meu pau já estava duro. Eu fingia assistir tv nisso passei a latinha gelada em seu pé e foi ai que a brincadeira começou. Ela se mexia toda vez que eu passava a latinha gela e sem se incomodar abrir as pernas me dando a visão que eu deseja notei que tinha até uma mancha na calcinha como se fosse de xixi. Jaine não se incomodava em está ali daquele jeito. As vezes pra não deixar eu passar a latinha molhada no seu pé ela levantava uma das pernas e tudo ficava ainda mais exposto. Meu nível de excitação já estava muito alto. Então passei a olhar fixamente para sua bucetinha ali coberta apenas por uma calcinha de algodão.
Mesmo com o celular na mão notei que ela percebeu que eu não tirava os olhos.
Até que Jaine retrucou: limpa a boca tio
Eu inocente perguntei não entendi…..ela riu.. disse assim tá escorrendo tá até babando kkk
Foi aí que a ficha caiu e antes que eu pudesse dizer alguma coisa ela falou parece que nunca viu uma calcinha….
Então eu entrei no jogo e disse já sim mais o que eu queria ver estar depois da calcinha e passei novamente a latinha em seu pé lhe fazendo cócegas.
Ela ficou rindo e eu indaguei novamente a calcinha vc mostra quero ver se tem coragem de mostrar o que tem depois. Essas meninas adoram ser provocadas.
Prontamente ela respondeu claro tio que eu tenho coragem só não mostro pq não quero. E ai eu aproveitei a deixa….e disse aposto que ainda nem pelo tem…. E ela riu e esbravejando disse tem sim olha aqui, puxando a calcinha de ladinho me deixando ver aquela delícia de bucetinha. Por ela ser mulatinha não dava p ver com nitidez mais sim ela já tinha uma leve penugem sobre a testa da bucetinha. Rapidamente ela se recompos e eu falei nem deu p ver direito. Mas ela muito esperta respondeu deu p ver sim. Vc quer é que eu fique mostrando p vc ver.
Já sei que deve estar com aquele negócio aí….e ficou rindo e se escondendo atrás do celular.
Então eu disse se vc não contar pra ninguém eu mostro ele pra vc vê. Ela não respondeu só olhou assim para o travesseiro.
E então Jai vc quer ver, mas ninguém pode saber nem sua mãe….como ela não respondeu eu tirei seus pés e joguei o travesseiro no chão e coloquei pra fora meu pau abrindo ele todo para que ela tivesse bem a visão.
Deu p notar em seu rosto um cemblate de assustada depois maravilhada por tá vendo uma pica ali bem de perto. Tanto que ela se sentou no sofá prendendo o cabelo com a Xuxa. Comecei a punhetar e a olhar na direção da sua ppk.
Perguntei se ela queria pegar, mas ela retrucou… cê tá doido minha mãe me mata …
Meu coração batia acelerado então eu pedi p ver sua xotinha novamente disse que queria gozar p ela ver.
Primeiro ela negou mas com a insistência ela levantou tirou a calcinha e sentada na beira do sofá mostrou aquela buceta linda. Pedi p ela abrir os lábios queria ver os vermelhinho por dentro.
Fui aumentando o ritmo enquanto ela abria a bucetinha e massageava a pontinha do clitóris.
Não estava aguentando e partir p cima dela queria chupar aquela bucetinha nem que fosse a última coisa que faria. Nossa estava bem gostosa enfiei a língua achando a pequena barreira que me impedia de entrar, hj entendo pq é tão difícil não ser atraído por uma bucetinha novinha…. O gosto é ímpar além que de sentir a contração dos lábios vaginais como se estivesse piscando. Jaine empurrava minha cabeça mas se estremecia a cada lambida. Molhei o dedo na boca e coloquei na portinha do seu cuzinho pressionando a entrada enquanto lhe chupava a xerequinha….fui enfiando o dedo e massageando.
Tava muito bom, retirava cuspia e metia o dedo no seu rabinho cada vez mais fundo até que senti suas perninhas tremendo seu corpinho tendo pequenos choques de prazer e por fim os gritinhos de paraaaaa por favor paraaaaa ahaaaah a putinha teve seu primeiro orgasmo sendo chupada sentir seu cuzinho piscando apertando meu dedo.
Ela ofegante se ajeitando e tentando se cobrir.
Me levantei com o caralho duro como pedra lhe oferecendo na tentativa de colocá-lo em sua boca.
Porém ela não queria….. Então a fiz segurar apenas punhetando junto com sua pequena mão. … Fiu batendo rápido até que sentir os jatos saírem em direção a seu corpo queria ter esporrado em seu rosto mais o máximo que atingiu foi nos seus braços e no sofá. Ouvindo ela dizer é quente e tem cheiro de água sanitária.

Nesse instante minha ficha caiu corri para cozinha pegando o papel toalha p limpar. Falei que sua mãe poderia estar chegando. Ela então correu para o banheiro e foi tomar banho.
Limpei tudo peguei outra cerveja e na varanda não raciocinava direito. Havia tido uma das experiências mais prazerosas da minha vida mais estava preocupado imaginando apenas uma coisa.
Se ela contar pra mãe.

Não demorou muito Camila chegou do mercado. Rapidamente perguntou sobre a filha. Respondi que estava no banheiro.

Não demorou muito Jaine saiu do banheiro toda arrumada cheirosa, não me encrava estava um pouco distante.
Porém quando quando a mãe disse que tinha sorvete a safadinha Sentou no sofá e a medida que colocava a colher na boca lambia e olhava p mim com sorriso.

Então eu percebi que aquilo era um sinal aconteceria outras vezes.

Continua…….

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,39 de 69 votos)

# # #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @Miguelit76 ID:funszdpv0

    essas novinhas de hj em dia tao cada vez mas puta msm, deu sorte em amigo

  • Responder Skype: ric.silva2014 ID:xlpkchr9

    Cara de sorte. Novinhas de Brasília que quiserem brincar assim só enviar mensagem.

  • Responder @ciciliano ID:8ft2mh7hyr5

    Excelente conto nada melhor que uma novinha pra deixar ela bem putinha

  • Responder Lewis Caroll ID:b8zeg17hzo7

    Huumm,que saudade,como é bom chupar o peitinho brotando do tamanho de uma cereja .A bucetinha com poucos pêlos ralos .A textura o sabor aquele gostinho de xixi misturado com um pré gozo!! Só que já passou a língua no reguinho da bucetinha vai entender o que eu estou falando!!! https://t.me/LutwidgeDodg

  • Responder leitor leitoso ID:2xm0ga7040

    Mas por tudo que é mais sagrado, continua esse conto!

  • Responder Tel: @tio.leitorcurioso ID:sjewprw8

    Que delícia de conto!
    Imagina socar a piroca na vadiazinha e ao mesmo tempo passar o dedo na buceta da mãe deitada ao lado 😈🔥

  • Responder PadrinSafado ID:1eohokjcud1f

    Maravilha de experiência. Só quem teve uma bctinha de novinha na boca sabe a delícia que é.

  • Responder Kuhaku ID:1dai1dkj8j

    Continua