# # #

Meu tio e padrinho me comeu enquanto a minha tia dormia…

1240 palavras | 6 |4.37
Por

Como já falei a vocês aqui, sou casada, muito bem casada há 23 anos, tenho uma linda filha de 22 aninhos e meu marido tem 46 anos. Ocorre que a crise econômica me obrigou a sair para rua, para exercer a minha profissão de esteticista, manicure e pedicure, até o imóvel que alugava onde mantinha meu “stúdio de beleza”, tive que entregar em razão do valor do aluguel que subiu muito e porquê o meu marido entrou no programa de demissão da empresa para poder comprar um carro novo e trabalhar como aplicativo. Dessa forma, como ocorre com milhões de brasileiros e brasileiras, tivemos que nos adaptar a nova realidade, mas, mesmo assim, nunca deixamos de dar atenção aos nossos familiares mais próximos e foi aí, que conversando com a minha mãe, que ela me disse que eu deveria visitar a sua irmã que é minha tia e madrinha porquê ela não estava nada bem de saúde. Decidí ir a Jundiaí, onde mora essa minha tia madrinha para ver realmente como ela estava e para lá dui de ônibus. Chegando lá, encontrei a minha tia madrinha a base de remédios.

Ela mais dormia do que ficava acordada e tinha uma funcionária que fazia as vezes da dona de casa e meu tio só chegava do trabalho nos finais de tarde. Quando ele chegou a funcionária foi embora, deixando tudo arrumado e a comida pronta para o jantar. Ao me ver ele já veio me beijando, me abraçando, acariciando o meu corpo, dizendo que e estava muito bonita e sem nenhum pudor me falou que eu estava muito gostosa e boazuda, me assustei com essa declaração e logo me toquei do que poderia acontecer. Jantamos e logo levei um prato de sopa para minha tia que logo voltou a dormir e fui para o quarto onde me encontrava acomodada. Olhando meu celular e os grupos de WhatsAAp que participo, deitada de vestidinho, muito parecido com esse da foto e calcinha cavadinha branca, comecei a perceber que o meu tio não parava de passar em frente ao quarto onde me encontrava deitada e sabia que a minha bunda e o fundo da minha calcinha apareciam. Fingi que não o via me olar e fiquei di boa sem me preocupar, foi o meu grande erro!

Minha tia tem 54 anos de idade, morena clara muito bonita, mas, estava adoentada, dormindo sob efeito de fortes analgésicos e sedativos. Meu tio, um moreno quase negro, alto e muito forte, com cara e olhar de tarado e barba por fazer. Apaguei a luz do teto do quarto, mas, mantive a porta semi aberta e vi, olhando por baixo do meu braço direito, o meu tio, em pé junto a porta, se masturbando enquanto olhava as minhas coxas, bunda e calcinha. Fiquei trêmula e excitada ao mesmo tempo. O pau dele era simplesmente enorme e muito grosso com muitos pentelhos ,as virilhas e no saco. Senti a minha bocetinha melar, umedecer e foi então que dei uma mexida no corpo e toda a minha bunda ficou a sua disposição. Ele entrou nas pontas dos pés com o seu pau duríssimo e enorme, se aproximou da cama, me lambeu as pernas, as coxas e as dobras da minha bunda, que tesão! Instintivamente, ergui minha bunda, dando uma empinada nela, foi demais! Ele tocou meu cu com a língua! Eu gemi e ele foi abaixando a minha calcinha, abriu minha bunda e lambeu.

Foi tirando meu vestidinho me lambendo e beijando as costas, me deixando peladinha, eu já sabia do motivo do seu tesão, ele não metia com a minha tia há oito meses, vivia na punheta, Quando ele subiu na cama para meter no meu cu, eu me virei, ele se assustou, mas eu o acalmei, peguei seu pau com as duas mãos e passei a chupá-lo muito. Era um pau muito grande, grosso e preto, do tipo cabeçudo. Ele gemia e falava que eu era puta igual a minha mãe e a minha tia, mulher dele. Perguntei se ele tinha comido a minha mãe e ele me revelou que ele que tirou o cabaço dela, mas depois comeu a minha tia que acabou engravidando. Ele me falou que mesmo com a minha tia grávida, ele metia na minha mãe, até que ela conheceu meu pai e passou a namorá-lo. Depois que chupei muito o seu pau o punhetando, perguntei qual era o tamanho e ele me falou que era 28 centímetros, fiquei boquiaberta e ele passou a me chupar muito a boceta e o cu, me fazendo gozar muito na sua boca. Ele engoliu todo meu gozo e aí subi em cima do pau dele de costas.

Eu me apoiei com as duas mãos nas suas duas pernas e fui descendo muito devagar naquele enorme cacete grosso e cabeçudo. Quando entrou tudo, até o talo, passei a subir e descer no seu pau, apertando com os meus músculos vaginais a sua deliciosa rola, que homem do cacete gostoso. Um homem com 58 anos de idade com um pau e uma virilidade que muito cara de 30 ano, não tem! E o pior, ele não tomava “Viagra” ou “Cialis”, era no natural mesmo, no tesão e na tara. Depois que me acostumei com o tamanho do pau entrando e sando da minha boceta, passei a subir e descer naquela enorme rola em um ritmo muito rápido. A vontade que tinha era de gemer, gritar e berrar muito alto, mas eu tinha receio da minha tia ouvir no quarto da frente. Cavalguei o pau dele por uns trinta ou quarenta minutos o melando por completo com os meus líquidos vaginais e gozo, gozei muito na rola preta do marido da minha tia, com ele falando que eu metia igual a minha tia e a minha mãe, aí eu fodia mais. Ao gozar, ele apertou com força os meus quadris urrando grosso feito um porco.

Até qa empregada da minha tia, casada, ele comia e percebeu que ele estava me metendo a ponto de um certo momento ela fala que ele deveria estar se divertindo muito comigo, ela me disse: “Teu tio é um tarado, um homem verdadeiramente safado. Já teve dias do meu marido chegar na moto dele para me levar para casa e teve que esperar aí na frente o tio me comer e gozar muito, me fazendo ir toda gozada, com a calcinha melada e o meu marido nada perceber. Só fico aqui porque já me acostumei com a tua tia e porque ela me paga muito bem, mas confesso que gozo muito quando o seu tio me come, eu até sinto falta da rola dele me metendo1” E dessa forma, eu que fui para passar dois dias na casa da minha tia, acabei ficando lá, por cinco dias, quando voltei a minha mãe perguntou se fiquei com meu tio, eu falei que sim, falando pra ela que ele tinha me contado deles dois e ela me contou: “Na verdade eu não queria, mas ele me “estuprou”, aí eu gostei e passei a dar pra ele sempre, como dei novamente, agora quando fui visitar a mana. Eu sabia que ele iria te comer!”

Vestidinhi-0001

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,37 de 68 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Lucas ID:10ybpfl5zy32

    Kkkkk

  • Responder Picudo 22 ID:1ctuz02ut8fp

    Sem comentários

  • Responder Willam ID:bf9i9l16ib

    Deliciosa vc Mariane

  • Responder Jbr ID:v6lc62mmgry

    Só ate dizer que a rola tinha 28 cm. Podia ter diminuído mais né. . kkkkk

  • Responder Lucas ID:81rcz4jhr9

    Adorei…podemos [email protected]

  • Responder Marcelo ID:10yx6ootqypx

    Uau que tesão de conto! Se quiser conversar um pouco estou a sua disposição
    [email protected]