# # #

Giulia, Giuliano e o moleque Carlinhos

2397 palavras | 11 |4.65
Por

Este conto, relata como o destino cruzou as vidas dos gêmeos adolescentes Giulia e Giuliano, com o moleque Carlinhos.

Apresentarei agora os personagens deste conto.
Carlinhos – É um moleque moreninho, de 14 anos, morador de Paripe, no subúrbio de Salvador – Ba. Até ontem, morava com sua mãe. Sandra, que acabou sendo assassinada, ao reagir a um assalto, em um ônibus coletivo.
Lurdes – Empregada doméstica, 38 anos, melhor amiga, vizinha de Sandra, e madrinha do Carlinhos. Agora é a responsável pela tutela do menino. Ela trabalha em um apartamento de classe média alta, no bairro da Pituba, também em Salvador. Nesse apartamento moram o Dr. Luiz Mario, oftalmologista, 40 anos, sua esposa, Dra Flavia Regina, Dentista, 35 anos, e o casal de gêmeos: Giulia e Giuliano, 13 anos.
O moleque Carlinhos, é um menino esperto, gente boa, muito prestativo. Circula por todo o bairro fazendo amizades com pessoas de todos os tipos, de policiais, a traficantes. Gosta de fazer favores, em troca de uns trocados. Com o dinheiro que arrecada, consegue colocar créditos no celular, para jogar fortnite, e também baixar vídeos de putaria no Xvideos. Apesar da pouca idade Carlinhos, já pegou inúmeras novinhas nas festinhas do bairro, e também já fez sexo com mulheres até maiores de idade.
A menina Giulia é uma linda adolescente. Loirinha, com olhos castanhos, pele clara, seios médios, coxas torneadas, uma verdadeira ninfetinha. Ela é muito inteligente, mas completamente inocente. Acha que todas as pessoas são boas, não tem malicia nenhuma. Tem poucas amigas, nenhuma mais velha que ela. Seus pais são muito rígidos e controladores. Estão sempre olhando os celulares, e notebooks dela, e do irmão.
O menino Giuliano também é loiro, com olhos castanhos, pele branca, corpo mediano. Inteligente, mas completamente tímido e ingênuo. Também não tem malicia. Seus amigos são colegas do colégio. Meninos sem experiência nenhuma. Seu pai sempre muito ocupado, nunca o chamou para uma conversa de homens, nunca perguntou a respeito das meninas, coleguinhas do colégio. Sua preocupação eram sempre a clínica, os pacientes, e problemas relacionados ao trabalho.
Enfim! Os gêmeos viviam trancados nesse apartamento, sem muito contato. Só saiam raramente com os pais, para almoçar, ir ao shopping, ou praia. Até as atividades nas áreas de lazer do prédio, eles só faziam acompanhados, dos pais.
– DIA DO SEPULTAMENTO –
Lurdes ligou para a patroa, para avisar que iria se atrasar pois estava com o afilhado no velório da sua comadre. O menino estava abalado, e não queria ficar sozinho. Dra. Flavia entendeu e ficou sensibilizada. Mandou a empregada tirar o dia de folga, que os meninos se viravam por lá.
No dia seguinte Lurdes foi para o trabalho, e levou o Carlinhos com ela. Ficou com pena, e receio de deixa-lo sozinho nesse momento de tristeza.
– Vou te levar, mais com uma condição: Não vai mexer em nada lá, e vai ficar o tempo todo no quartinho, da área de serviço. Disse Lurdes.
– Pode deixar dinda, vou ficar quietinho lá, jogando meu joguinho, respondeu Carlinhos.
Por volta das 8:00 hs, os gêmeos acordaram, e foram até a cozinha tomar café. Ficaram felizes em vê a Lurdes de volta, na cozinha.
Umas 10:30 hs, Carlinhos sentiu fome, e foi até a cozinha.
– Não tem um pãozinho aí não dinda, me deu uma fome agora, disse Carlinhos
Nesse exato momento aparecem os gêmeos novamente na cozinha, para fazer um lanche.
Lurdes aproveitou e fez a apresentação de Carlinhos, aos dois.
– Meninos, esse aqui é meu afilhado Carlinhos. A mamãe dele faleceu, e ele está morando comigo agora. Trouxe ele hj, pra não deixar ele sozinho nesse momento triste.
– Olá! Tudo bem? Sinto muito pela sua mãe, disse Giulia.
– Muito obrigado! Respondeu Carlinhos.
– Seja bem-vindo. Fique à vontade, falou Giuliano.
– Valeu. Falou Carlinhos.
Lurdes preparava 03 sanduiches, e pediu para sentarem. Carlinhos estava feliz com a receptividade dos irmãos, e olhava para eles, admirando principalmente a beleza da Giulia.
Quando Lurdes entregou o sanduiche ao Carlinhos, ele empolgado soltou um palavrão.
– Eta Caralho! Quanta coisa nesse sanduba, até salame rs.
Lurdes ficou branca, e pediu para ele conter a empolgação.
– O que significa Eta Caralho! Perguntou Giulia, com muita curiosidade.
– Nada Giulia, são besteiras que esses meninos aprendem na rua.
No final do sanduiche Carlinhos soltou outro palavrão.
Valeu! Estava gostoso pra cacete.
– Gostoso pra cacete??? O que quer dizer? Perguntou Giuliano.
Lurdes novamente ficou branca, e repreendeu novamente o afilhado. –
– Carlinhos, que palavreado é esse? Vc não está em Paripe. Os meninos não estão acostumados com essas coisas.
– Desculpa pessoal, mim empolguei com o rango.
– Não tem nada não, disse Giulia.
– Sem problemas, disse Giuliano.
Então, os irmãos saíram dizendo que iriam para os quartos, estuda.
Lurdes pegou uma sacola, tipo eco bag e uma lista de compras que estava fixada na porta da geladeira. Havia sido deixada por Dra. Flavia. Ela iria ao mercado do bairro, e pediu para Carlinhos ficar no quartinho, e se comportar.
Carlinhos se dirigiu ao quartinho, para pegar seu celular, e começar a jogar novamente. Quando chegou, sentou na cama e começou a pensar: Como são inocentes esses irmãos. Perguntar sobre essas besteiras que falei, parece até que nunca saíram daqui de dentro. Logo ele começou a imaginar, que poderia se dar bem, e se aproveitar da inocência dos gêmeos.
O moleque Carlinhos era um adolescente cheio de malicia. Já tinha vivido nos seus 14 anos muitas aventuras, até mesmo já tinha participado de uma suruba, com umas meninas que ficaram embriagadas em uma festa de paredão no bairro em que vivia. Logo ele já estava arquitetando um plano de se aproximar dos gêmeos.
Carlinhos saiu do quartinho, e se dirigiu até a sala. Ficou admirado pela vista da grande janela, que mostrava o mar. Se encaminhou até o corredor, onde ficava os quartos, e um banheiro. A primeira porta estava entreaberta, e ele colocou a cabeça. Era o quarto da Giulia, que estava deitada na cama, lendo apostilas do colégio. Ela não percebeu sua presença ali, mas ele pode que ela estava de saia, mostrando uma pequena calcinha branca, e suas coxas torneadas. Ficou com tesão, e seu pau latejou dentro da bermuda.
Na outra porta, Giuliano apareceu e quis saber o que Carlinhos queria no quarto da sua irmã.
– Oi! Você quer alguma coisa? O que está fazendo aí no quarto da minha irmã?
– Oi! Desculpa! Vi a porta aberta, e pensei que fosse seu quarto. Queria falar com você. Disse Carlinhos.
– Falar sobre o quê? Falou Giuliano.
– Jogos! Você tem algum joguinho, tipo Fortnite?
– Não tenho! Gostaria, mas meu pai não permite. Ele fala que tira a concentração nos estudos, e está sempre vistoriando meu celular, e meu notebook, e os da minha irmã também. Disse Giuliano.
– Que pena bróder! Ia te chamar pra uma partida.
– Você é bom nisso? Meus colegas jogam bastante. Entra aí no meu quarto, para você me mostrar. Falou Giuliano.
Carlinhos começou a perguntar a respeito do colégio que Giuliano estudava.
– No teu colégio tem muita menina bonita? Assim, tipo tua irmã?
– Sim! Muitas, só tem gata lá. Disse Giuliano.
– Tu deve pegar várias lá, não é? Vc tem jeito de pegador rs. Falou Carlinhos.
– Não! Nunca fiquei com nenhuma menina lá. Eu só tenho 13 anos.
– Oxe! Com 13 anos eu já tinha comido um monte de novinha lá no meu bairro. As minas lá são fácil demais. Chamou pro mato, elas estão indo rsrsrs, nem precisa paquerar. Disse Carlinhos.
Sério mesmo? Falou Giuliano.
Deixa eu te mostrar uma coisa.
Carlinhos pega o celular, e procura uma pasta com vídeos que tinha baixado, do Xvideos. Essa pasta tinha uns 100 vídeos curtos, de várias novinhas transando com moleques, se masturbando, dançando peladas, transando com velhos, fazendo suruba, e vídeos de incesto (irmã com irmã, prima com primo, filha com pai…)
Colocou para Giuliano assistir um vídeo em que um casal de adolescente transava. O menino já batia umas punhetinhas pensando em algumas colegas de sala. Mas nunca tinha visto algo parecido, dois adolescentes fazendo sexo explícito. Giuliano ficou louco, a pau logo endureceu, acabou repetindo o vídeo umas 3 vezes.
Carlinhos percebeu a empolgação do gêmeo, e disse:
– No meu celular tem uns 100 vídeos, tem até de meninas lá do meu bairro.
Giuliano se rendeu a putaria que acabara de assistir. Queria comprar o celular do Carlinhos.
– Carlinhos, me vende ele? O celular? Ou manda esse vídeo para mim, pode ser?
Carlinhos riu, e falou:
– Mano tu é gente boa. Vou passar 3 vídeos pro teu computador.
Giuliano se empolgou, mas depois lembrou que não teria como passar os vídeos para o notebook, ou para o celular, porque o pai vistoriava quase toda semana os aparelhos, dele e da irmã.
Ficou abatido, quando lembrou desse detalhe.
– O TABLET –
– Espera! Tem um jeito. Minha irmã tem um tablet que não usa mais. Vou pegar com ela, e a gente coloca os vídeos nele. Um momento. Disse Giuliano.
Carlinhos ficou esperando, e imaginando que desculpa o Giuliano daria pra irmã.
Logo Giuliano apareceu com o tablet. Colocou para carregar, e ligou o bluetooth. Pareou com o celular, e Carlinhos mandou os 3 vídeos.
Nesse momento a Lurdes chega na porta, e manda Carlinhos sair. Perguntando porque ele desobedeceu ela, se o combinado era ficar quietinho no quarto.
– Calma Lurdes, disse Giuliano. Fui eu que chamei ele aqui. Vi ele jogando no celular um jogo que meus colegas jogam também, e pedir umas dicas. O Carlinhos está me passando aqui as dicas, só isso. Fique tranquila.
– Graças a Deus! Mas o teu pai, não te proibiu de usar jogos eletrônicos? Se ele souber disso, vai te bater menino. Disse Lurdes.
– Por favor Lurdes, não fale nada com ele. Só quero umas dicas.
Tá bom! Fiquem sossegados. E você seu Carlinhos, se comporte viu.
Carlinhos continuou com o envio dos vídeos. O primeiro era o do casal adolescente fazendo sexo, o segundo de uma menina novinha que se masturbava enfiando canetas na bucetinha e no cuzinho, e o terceiro era um vídeo de incesto em que o irmão comia a irmã novinha, no quarto dela.
Giuliano começou a vê o segundo vídeo que era mais curto, e em seguida o terceiro que era um pouco maior. Demonstrava ter ficado muito excitado com o vídeo dos irmãos transando.
Carlinhos percebeu e viu ali uma oportunidade rara. Iria aproveitar a ingenuidade do Giuliano, e quem sabe para tirar uma casquinha da irmã ninfetinha dele.
– É o seguinte Giuliano, hoje vou te passar só esses 3 vídeos, mas da próxima vez que minha madrinha deixar eu vim aqui de novo, eu te passo mais uns 10.
Giuliano se empolgou com a ideia e disse:
– Vem aqui amanhã, por favor. Fala pra Lurdes que você tem mais dicas para mim dar.
Carlinhos percebeu que seu plano estava dando certo.
– Vou falar com ela, se ela deixar eu venho.
– Espera! Eu mesmo vou pedir a ela. Fica aqui, venho agora. Disse Giuliano.
Nesse momento Giulia chegou, e foi logo dizendo:
– Oi Carlinhos. Cadê o meu irmão? Ele pegou meu tablet, e não me disse o que faria com ele. Você sabe o que ele está inventando?
– Ele foi até a cozinha. Pegou pra passar uns vídeos proibidos pro tablet. Disse que não podia passar pro celular, ou notebook, por que seu pai podia vê, e podia bater nele.
– Vídeos proibidos? Como assim? Que vídeos são esses? Porquê são proibidos? Se são proibidos, porque o Giuliano quer vê? Perguntou Giulia.
Carlinhos aproveitou e deixou Giulia com a curiosidade atiçada.
– São proibidos pros pais. Giuliano pode vê, e você também vai poder vê. Só que não pode contar a ninguém. É um segredo.
Giulia ficou ainda mais curiosa, e já queria vê os vídeos proibidos ali mesmo. Nesse momento Giuliano retornou da cozinha, e ficou branco quando viu Giulia com o tablet nas mãos.
Ele pegou de volta, e mandou ela sair, que precisava conversar com o Carlinhos.
– Eu já sei dos vídeos. Também quero vê. O Carlinhos me contou que eu também poderia vê. Senão, vou contar para o meu pai. Disse Giulia.
Giuliano começou a gaguejar, e disse que ela não precisava vê, que não era nada demais.
Nesse momento o Carlinhos aproveitou.
– Que isso Giuliano, deixa ela vê também, afinal de contas o tablet é dela. Pior se ela fala pro teu pai, e ele tomar o tablet, aí não vou poder te mandar os outros vídeos.
– Que outros vídeos? Ainda tem mais vídeos? Sobre o quê? Respondam. Disse Giulia.
´- É sobre meninos e meninas sabe? Namoro, paquera, essas coisas. Vc também vai gostar. Falou Carlinhos.
– Aposto que sim. Disse Giulia.
– Mas, é melhor você vê no seu quarto, pra ficar mais à vontade. Disse Carlinhos.
– Giulia concordou, pegou o tablet e saiu, indo pro seu quarto.
Giuliano sentou no chão do quarto, encostado na parede. Estava preocupado com a reação que a irmã teria.
– Fica tranquilo cara. Sossega! Depois tu ainda vai me agradecer. Disse Carlinhos.
– Agradecer pelo o quê? Eu estou ferrado agora. Não era nada pra você contar pra ela.
– Mano! Se liga que eu posso ter te dado uma oportunidade única. Se fosse outro, estaria torcendo pra ela assistir, e gostar do que vai vê. Pensa ai!
Giulia entrou no quarto, lembrou do alerta do Carlinhos que eram vídeos proibidos, e trancou a porta. Deitou na sua cama, e ligou o tablet. Achou a pasta mais recente com 3 arquivos, e clicou no primeiro vídeo.
CONTINUA…

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,65 de 31 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Blue ID:gqbadjizj

    Quase infantei com a localização do conto, kkkk.

  • Responder Miro ID:81rd46tihk

    maravilha, continue por favor

  • Responder Brian ID:gsuitfxij

    Conto top parabéns!

  • Responder bob1978 ID:vpbi7d99

    No predio em que moro tem tbm uma casal de gemeos, um menino e uma menina, deve ter tbm nessa faixa de idade. lembrei deles na hora. a menina é mais ensaiada, so anda com saia curta no playground. com certeza pra chamar atenção dos homens do predio. fico imaginando agora o fogo que essa novinha tem. gostei do conto. continue.

    • Trc_22BR ID:1ren0eqk

      Vlw. em breve a sequência.

  • Responder Semlimites ID:xlorikv4

    Bom começou bem legal. A vivência dos meninos de Salvador e muito boa. Periperi parole e plataforma é a Universidade de formação para sacanagem. A coisa começa cedo. Um ideia transforma em uma sequência não só relatando acontecimentos com o gémeos mais tbm co. Das gurias que o Carlinhos já comeu. . Parabéns tá muito bom. Continue.
    Cansei de ver a meninada chupando e comeu nas areias do Abaeté. Dentro d’água. Era lindo demais.

    • Trc_22BR ID:1ren0eqk

      Boa ideia! Qd terminar essa sequência, já posso contar outras aventuras do Carlinhos. Vwl

  • Responder Ronaldo ID:vpbi7d99

    Muito bom! Espero que tenha a continuação.

    • Trc_22BR ID:1ren0eqk

      Vlw! em breve a sequência.

  • Responder Paloma ID:5h7lvkxz

    Excelente conto adorei. Beijos!!!

    • Trc_22BR ID:1ren0eqk

      Que bom que gostou! Em breve coloco a sequência. Bj