#

só aos 14 anos soube quem era o meu pai ( 2 )

1328 palavras | 1 |4.33
Por

sou a Sara e no dia seguinte eu fui ter com a minha mãe e contei-lhe que estou quase a conseguir que o pai te perdoe , ele anda muito triste eu quero tanto que voltes para casa vai ser bom para todos nós , a minha mãe ficou muito contente ,depois do jantar eu pedi á minha mãe para me levar para casa porque o pai se sentia muito só, e ás tantas volta a beber e a minha mãe achou bem e levou-me para casa , é claro que eu estava com o sentido de dormir com ele para ver o que acontecia , e assim foi cheguei já eram 9 horas da noite e lá estava ele com a garrafa e o copo vazio, eu então pai tu prometeste que não voltavas a beber , desculpa filha só bebi um gole até já ia dormir , e fomos ele estava bem , calmo e perguntou ,filha vais dormir comigo , vou pai se não te importares , filha eu posso voltar a fazer a mesma asneira e eu não me sinto bem com isso , sabes eu sou teu pai e é errado o que aconteceu e pode voltar acontecer se calhar é melhor eu dormir sozinho , ó pai já falamos sobre isso eu gostei tanto sabes foi a primeira vez que peguei num pau e gostei tanto de o meter nas coxas e de sentir o leitinho na ratinha , abracei-o e disse vá lá pai deixa eu dormir contigo tu também vais gostar , e então ele disse tá filha , eu não consigo dizer não ,tens sido tão boazinha comigo , eu despi o meu pai deixei ele nu ele ficou atrapalhado eu despi-me também fiquei nua ele olhou para mim e disse , filha tu tens um corpo lindo tu és uma mulher eu deite-me em cima dele ele já estava com a o pau teso eu peguei nele e disse pai isto é enorme ele riu eu peguei bem nele acariciei-o bem com as mãos ele disse ,filha assim vais me fazer vir , eu disse já pai , eu chupei um pouco nele ele apalpava-me as mamas eu beijei -o na boca ele chupava nos bicos das mamas eu estava cheia de tesão e disse pai mete nas minhas coxas esfrega o pau na minha ratinha e assim estivemos algum tempo ele tirou e meteu no meio das minhas mamas e disse ainda queres ver eu a vir-me eu disse vem-te dentro da minha boca e eu chupei bem ele voltou a meter nas mamas e disse filha eu vou-me vir eu meti na boca e disse vem-te dentro eu não fazia ideia como era possível sair tanto leite , fiquei com a cara as mamas cheia de leitinho o meu pai lambeu os biquinhos das mamas eu continuava perdida de tesão ele lambeu a minha ratinha o cuzinho ele metia a língua dentro eu acabei por me vir na boca dele , pai obrigada estou tão feliz ficamos a falar durante algum tempo e eu perguntei pai gostas-te , ó filha se gostei e muito adorei , acabamos por adormecer e de manha bem cedo eu acordei com o pau bem teso nas coxas eu sentia aquele vai e bem o meu pai disse filha estás a gostar , estou e muito esfrega bem na ratinha e no cuzinho ele agarrado ás mamas ele estava a tentar meter no cuzinho eu disse pai mete no cuzinho ele ia metendo a pontinha e também na ratinha , eu disse mete mais dentro ele disse filha eu vou me vir e meteu a cabecinha dentro do meu cuzinho eu senti um jatinho de leite no meu cuzinho ele lambeu a ratinha e o cuzinho ia metendo a língua dentro eu acabei por me vir dentro da boca do meu pai , ele estava feliz , estava com a cara besuntada de tanto leitinho dele e meu . depois fomos tomar banho juntos e eu disse pai amanha é domingo , vamos fazer uma surpresa á mãe , vamos a casa da avó e vamos trazer a mãe e vamos almoçar fora ela vai ficar muito feliz , e nós também , ele ficou pensativo e disse vou pensar , eu beijei -o na boca ele abraçou-me e beijou-me também na boca , fomos tomar o pequeno almoço a casa da minha avó paterna e depois fomos dar uma volta eu ainda pensei que ele ia trazer a minha mãe mas não na hora do almoço voltamos a casa da minha avó para almoçamos , e o meu pai disse , mãe logo não vimos jantar vamos comer alguma coisa por aí , eu mais uma vez pensei ele vai trazer a mãe para casa , nada disso, fomos para casa sentamos no sofá eu disse pai ainda pensei que ias trazer a mãe , ele tem calma filha , e beijou na minha testa , eu encostei-me a ele e disse pai não queres ir dormir um bocadinho para a cama , lá estás mais confortável , ele riu e disse tu és malandra , pois sou pai eu queria fazer aquilo tudo de novo e também gostava que tu metesses o pau todo dentro do meu cuzinho sabes que eu senti um jatinho de leitinho dentro do cuzinho e gostei muito , filha tudo não sei se vais conseguir aguentar posso é tentar meter mais um pouco , vamos então pai , ele levantou tira-mos a roupa e começamos a beijar e o pau ficou logo teso eu mamei nele algum tempo depois ele lambeu-me o cuzinho metia a língua dentro eu já estava com tesão depois ele meteu os dedos dentro do buraquinho do cu e de seguida foi metendo o pau devagarinho e disse filha se doer tira eu não disse nada ele continuou a meter tirava com saliva lubrificava o pau e o buraquinho do cu e foi metendo eu senti a entrar estava a doer um pouco mas eu não disse nada ele perguntava se estava a doer eu dizia que não eu queria mesmo que ele metesse todo dentro e conseguiu eu estava com um pouco de dor mas com muito tesão ele disse filha queres que me venha dentro eu disse que sim queria sentir o jatinho de leitinho bem lá no fundo do cuzinho e assim foi eu estava-me avir e ele veio-se ao mesmo tempo que eu foi bom demais não sabia que era tão bom levar no cu , até hoje adoro e tive sorte com o meu marido que por ele fudia-me o cu todos os dias , o meu pai disse aguentaste bem e gostas-te muito até te vieste , gostei pai não sabia que era tão bom apanhar no cu , sabes que a tua mãe sempre que temos relações sexuais tenho sempre que meter dentro do cu e de seguida ela gosta que eu me venha na boca ela adora engolir o leitinho , ao fim da tarde ele perguntou filha , que tal uma piza eu disse boa pai já á muito que não comemos e então lá viemos para casa comer piza e nesse dia bebi um bocadinho de vinho tinto o meu pai nunca te vi a beber vinho pois não pai eu nunca bebi , mas gostei se calhar nas refeições vou beber um bocadinho , acho bem filha um pouquinho não faz mal a ninguém, e fomos ver um pouca a televisão ele pôs a mão por cima do meu ombro e pouco tempo depois eu estava com um pouco de sono e senti a mão na minha mama ele ia apalpando bem devagarinho eu deixei estar , até que ele disse filha estás a dormir vamos para a cama descansar hoje tivemos um dia desgastante eu ri ele também , e fomos deitar .bjs continua

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 12 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @TecnoMan78 ID:830zlwo20b7

    Delicioso conto!