#

Minha primeira vez

421 palavras | 16 |4.13
Por

Oi meu nome é Ana( ficticio) hoje tenho 21anos,vou contar como começou, mas não vou relatar a idade, mas eu tinha os peitinhos durinhos, uma bucetinha inchada , uma bundinha empinada e eu era bem reservada, mas como na vida tudo muda, minha mãe casou de novo, meu padrasto me tratava muito bem e com respeito, minha mãe viajava a negócios e ficávamos sozinhos,nós dois. A gente brincava na piscina e ele passava protetor em mim e isso despertava algo que eu não entendia, mas era gostoso, certa noite estávamos olhando um filme e era erótico, sei que ele fez isso para despertar desejo em mim e conseguiu, olhei aquelas cenas sem falar nada, no outro dia ele me perguntou se eu tinha gostado do filme eu falei que sim, ele disse que um dia eu iria namorar e fazer aquilo, fiquei calada, mas eu queria olhar aquelas coisas. Pedi para ele outro filme ele colocou um de sexo, fiquei assustada no início, mas interessada, ele me abraçando e eu com desejo de descobrir aquilo, ele viu minha atitude e colocou a mão na minha perna e eu deixei, bastou para ele ir se aproximando, eu não conseguia dizer não, eu desejava, ele conseguiu tirar minha roupa sem eu ter forças para reagir e senti aquela lingua quente dentro de mim,nunca tinha sentido aquela sensação e eu segurava a cabeça dele contra mim até que senti algo tão gostoso, meu corpo tremia era eu gozando na boca dele sem saber o que era aquilo, ele me mostrou seu pênis duro,grosso,grande mal cabia na minha boca, mas sem ele pedir eu abocanhei, foi instinto, acho que eu queria retribuir a ele o que eu sentia e senti uma coisa invadir minha boca ,encheu que quase me afoguei, cuspi fora e perguntei o que era aquilo, ele explicou, falei que o gosto era ruim, ele abriu minhas pernas e me lambeu de novo e foi mais gostoso ainda porque agora eu tinha intimidade, havia perdido o medo e sentia vontade até que novamente senti aquela coisa me invadir por dentro um orgasmo, hoje sei o nome, que me deixou sem forças. Todos os dias que minha mãe viajava a gente fazia era muito gostoso, noutro conto eu falo como as coisas melhoraram entre nós.( Ele foi para os EUA) mas deixou saudades que vou contar para vcs.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,13 de 16 votos)

Por #

16 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder FABIO paco

    ana crt seu relato ja tive experencia so nâo pedetrei mas o resto fiz tudo

    • Ana.

      Tem mais 4 contos. Obg.

    • Ana

      Cliquem no meu nick tem 8 contos .

  • Responder ANA

    Esses contatos ilegais não são bem vindos, isso dá cadeia. Conto erótico é conto e não passa disso. Você relatar algo pode ser realidade ou ficção e isso é com o autor. Obrigado pelos elogios.

    • Tarado pelas novinhas

      Que foi Ana está em choque kk . Sinto muito mais as meninas de hj em dia já estão dando sua buceta mto nova é só aproveitar se quiser já fui intimado uma mina acho q ela deveria ter enter 12 a 14 não sei e foi várias

  • Responder Christiane

    Minha primeira vez foi aos 11 anos, e aconteceu porque eu quis. Foi com o irmão de uma amiga minha, e ele tinha 17 anos. Embora possa parecer fantasioso, eu afirmar isso, mas é a pura verdade.Eu estava completamente apaixonada por ele.
    Apesar de nova, eu era muito descolada. Eu sempre tive facilidade em fazer amigos, e a maioria, eram mais velhos que eu. Não gostava muito de ficar com meninos e meninas da mesma idade, minha galera era outra. E quando conheci o Zé Paulo, foi amor a primeira vista. Eu adorava conversar com ele, e não ligava para os comentários das minhas amigas. Elas riam do meu jeito, e falavam que minha ppk batia palminhas quando ele chegava. Se batia, eu não sei, mas que me sentia diferente na presença dele, isso eu não nego. Ele me tratava muito bem, apesar que eu sempre arrumava um jeito de me insinuar pra ele. Até que um dia, ele estava indo ao shopping, e perguntou se eu queria ir junto. Nem pensei, aceitei na hora. Na volta, ainda no ônibus, ele falou que ia passar na casa dele, e deixar o que comprou. Não preciso dizer o que aconteceu, né ?
    Ele foi muito paciente, e muito carinhoso também. E assim, perdi a virgindade com quem eu quis, e foi maravilhoso.

    • Ana.

      Christiane. Obg.

    • Telemaco

      Amei seu conto ou relato me chame para conversarmos meu telegran é @telemacoborba

    • Ana

      Oi linda já tem 8 e enviei número 9.Bjss

  • Responder Jvf

    Ana manda seu telegrã a eu adoraria conversar com vc eu sou bisexual minha primeira vez foi com 9 anos co um vizinho que tinha 25 cm. De pica e fui fuidido pó ele até os 13 anos depois fui fuidido por 11 primos e por um tio de 45 anos solteirão e comi 3 primas minha e comi minha filha ainda novinha e meu filho me come desde os 16 anos hj ele tem 22 anos

    • ANA

      JvF retire seu comentário faça o favor.

  • Responder Rafaella

    Conto gostoso… parabéns.

    • Ana.

      Obrigada ,próximo conto vai ser a segunda vez.Bjsss

  • Responder Beto e filha

    continua

    • ANA

      @SModular Não e não insista, sua praia é outra.

  • Responder $modular

    Posso ser o seu padrasto Ana!
    @SModular vem falar comigo.