# #

Pequena exibicionista

453 palavras | 6 |3.93
Por

Oi gente, me chamo Carol sou nova aqui e não sei bem se devo contar todas as minhas historias..
Enfim, vou começar com uma bem leve, uma coisa que gostava de fazer quando era pequena, nunca contei isso para ninguém

Sempre fui uma criança muito atrevida, e curiosa o que resultou em hoje eu ser essa mulher fogosa que vos escreve.
Quando eu era pequena entre 09 e 11 anos, minha mãe tinha uma loja de roupas que ficava ao lado da minha casa, tinha uma porta que dava acesso entre a casa e a loja. Quando minha mãe estava muito ocupada dentro de casa, fazendo o almoço ou costurando, eu aproveitava pra me exibir na loja.

Como assim “me exibir” vocês devem esta imaginando.

Eu tirava toda a minha roupa, até mesmo a calcinha infantil, e ficava dançando na frente da porta de vidro da loja, qualquer pessoa que passasse na rua poderia me ver, na época eu não entendia o porque gostava de fazer isso, só achava muito empolgante, saber que a qualquer momento alguém poderia me ver, que minha mãe poderia aparecer e me pegar nua ali (ela nunca me pegou, sempre fui esperta).

Infelizmente ou talvez felizmente, na minha rua não passava tanta gente a pé, eram mais carros, e a maioria deles não reparavam muito em mim 🙁 mas certo dia passou um carro prateado (sou péssima pra reconhecer modelos de carro, mas era um carro grande), tinha um homem de uns 30/40 anos dentro, ele passou com os vidros abaixados e acabou me vendo ali.

Isso me deixou muito feliz e eu sorri e acenei para ele, foi muito rápido, logo o carro já estava fora do campo de visão da loja, ele deu umas 5 voltas no quarteirão só pra me ver, diminuiu a velocidade do carro pra passar bem divagar, ele tava com o celular na mão em alguma desses vezes em que passou, percebi que ele estava tirando fotos minhas e fiz varias poses.

No outro dia estava eu lá de novo, na frente da vidraça da loja, e adivinhem quem passou de novo.. isso mesmo, o carro prateado, só que dessa vez ele estacionou na calcada..

Mas isso é uma história para outro dia.

*Eu sei que o relato foi breve e bem simples, mas é o meu primeiro ainda tenho que me soltar um pouquinho mais para contar o resto da minha longa história para vocês*
**Por favor deixem suas opiniões, dicas e sugestões de como posso melhorar meus contos**
*** Quem quiser conversar comigo, criei um e-mail só pra isso [email protected] ***

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,93 de 15 votos)

Por # #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Cuida

    Trocar conteudo
    @Ferreiraboy

  • Responder Rolagostosa

    Vem se exibir pra mim Carolzinha vamos bater um papo [email protected]

  • Responder Enrico

    Continua a contar suas histórias, devem ser muito interessantes

  • Responder Xande

    Top…continue

  • Responder Portuga

    Faça.um telegra

    • LittleGirl.Carozinha

      To pensando nisso, acho mesmo que vou atras de fazer um telegram, to com uns problemimhas no email