# #

Inocente Princesinha

1253 palavras | 40 |4.45
Por

Ahm…Olá. Antes de começar o conto, peço para que não me julguem mal, não sou pedófilo e nem quero causar mal algum. Porém o conto a seguir pode causar revolta a quem é contra todo ato sexual com pessoas abaixo de 18 anos. Por favor se esse for o caso, não leia.

Olá. Meu nome é Wesley, atualmente eu tenho 17 anos, 1,72, sou branco e tenho cabelos ruivos (um tom mais puxado para o loiro, é um ruivo esquisito kkk). Bem, após eu mudar de casa, não tive muitas coisas para fazer, moro apenas com minha mãe e ela trabalha quase o dia todo. Eu conclui o ensino médio então tinha muitas horas sozinho em casa. Durante a tarde eu passava a maior parte do tempo no quintal, que dava direto para a rua. Eu sempre via três garotinhas brincando ali, provavelmente eram minhas vizinhas (uma eu sabia que morava de frente para mim). Deviam ter por volta de seus 10 e 8 anos respectivamente (sendo que duas pareciam ter a mesma idade, de 10 anos).
Certa vez eu estava no quintal mexendo no meu celular quando uma bola caiu ali, às três vieram pedir. Quando eu fui pegar, notei que havia espirrado um pouco de lama nas roupas que estavam estendidas, e uma das garotas se desculpou. Eu perdoei e devolvi a bola. Foi assim que começou uma pequena amizade. Semanas depois elas estavam brincando na rua quando me viram e perguntaram se eu queria jogar. Aceitei e ficamos à tarde toda brincando. Por volta de 17:00 eu disse que iria entrar e ofereci um copo de suco para elas. Uma delas (a mais nova) recusou e voltou para casa. Ambas as outras me acompanharam. Ficamos no meu quarto conversando sobre a escola delas quando uma começou com um papo estranho de namoro (Obs: Os nomes são reais)

Larissa: Na minha escola tem um garoto que quer me beijar toda hora, ele é muito idiota

Angely: Eu nunca beijei.

Larissa: Não tem nada de mais nisso, todo mundo faz e não é legal como parece.

Nesse momento eu me intrometi e perguntei pq Angely nunca havia beijado. Ela explicou que nenhum garoto deu em cima dela, o que me surpreendeu pois ela era branquinha, pequena, fofa, tinha lábios pequenos e bem rosinhas, cabelo ondulado, um loiro-médio. Ela parecia uma princesinha, e continuar aquele papo começou a me excitar. Logo Larissa ouviu seus pais chamarem-na, na rua, e então se despediu.
Angely continuou o assunto, lamentando nunca ter beijado. Minha cabeça estava rodando a mil por hora, eu estava cada vez mais excitado olhando aquele corpinho infantil pedindo por um namoradinho. Eu via o farfalhar da saia dela, revelando um curto short legging que modelava aquela bucetinha pequena que eu já conseguia imaginar. A parte de cima das vestimentas era uma regata fina, e eu estava torcendo para ela, com um descuido, acabar revelando para mim uma visão daqueles peitinhos pequenos. Enfim. Depois de muito lero-lero, decidi tomar a atitude mais errada possível:

– Angely, você quer ganhar um beijo?

Angely: Um beijo seu?

– Sim um beijo meu.

Angely: Mas…na minha boca?

– É, né.

Angely: Tudo bem, eu quero.

Ótimo, foi mais fácil do que eu previa.

– Promete que não vai contar para ninguém? Tem que ser um segredo só nosso.

Angely: Vai ser. Eu prometo.

E assim aconteceu…eu me aproximei daquela pequena ninfetinha e carinhosamente comecei a dar beijinhos em seus lábios, mas em segundos um tesão aqueceu meu corpo e comecei a beijá-la de língua de uma forma que nunca beijei outra pessoa. Eu chupava aquela linguinha fina e quente e só conseguia imaginar aquela boca pequena em meu pau. Coloquei minha mão em sua coxa, e ela como retribuição abriu as perninhas bem de leve, mas o suficiente para eu pegar na parte mais carnuda de suas pernas, bem próxima àquela bucetinha.
Ela parecia constrangida, mas quanto mais eu brincava com aquele corpo, mais ela ofegava e me apertava. Comecei a lamber o pescoço dela, e passar minhas mãos por dentro de sua regatinha, brincando com aqueles pequenos peitos. Meu pau latejava dentro do short. Quando finalmente comecei a chupar aqueles maravilhosos peitinhos, aproveitei para esfregar levemente meu pau nas perninhas dela. A garota perguntou o que era aquilo duro.

– Você quer ver?

Angely: Quero…

Removi meu short, ficando apenas de cueca box. Esqueci de comentar o fato de que ela estava com aquelas meias finas que vão até a canela, e que os pezinhos dela eram pequenos e fofos. Meus fetiches começaram a atacar, e segurando a mãozinha dela fiz com que ela sentisse aquele volume. Logo ela por conta própria começou a apertar, e pediu para eu tirar a cueca. Eu o fiz e quando meu pau saltou para fora, já todo babado e querendo gozar, a garota se surpreendeu. Não é gigante mas também não é pequeno, tem uns 15,5 cm. Ela começou a fazer movimentos de vai e vem, literalmente me punhetando. Com certeza ela já havia visto algo assim na internet. Quando eu senti que estava quase gozando, pedi para ela parar. Pedi para chupar a bucetinha dela, mas ela recusou dizendo que tinha medo e vergonha. Mesmo eu insistindo muito ela manteve o não, e disse que talvez outro dia. Não pude fazer nada se não, me contentar com o que ela permitia, então botei ela deitada, e coloquei aqueles pequenos pezinhos para fazer pressão em meu pau. Comecei a foder o vão entre aqueles pequenos pés, e enquanto olhava o short dela marcando a bucetinha, eu pirava, foi a melhor sensação do mundo ver aquela criancinha passando a mão sobre a buceta, que já devia estar toda molhada em baixo daqueles finos tecidos de roupa. Uns cinco minutos após essas brincadeiras eu senti que não aguentava mais, queria gozar então pedi para ela sentar e segurar meu pau. Ela obedeceu e apertou um pouco forte, ficando com o rosto uns 20 cm de distância apenas. Mandei ela dar beijinhos e ela sorriu de uma forma maliciosa. Sem hesitar ela o fez. Segurei a cabeça dela e coloquei a cabeça do meu pau dentro daquela boquinha. Meu deus, apenas aquela boquinha foi melhor do que qualquer outro boquete que ganhei na minha vida. Eu não aguentei, fiz apenas alguns movimentos e ela sugando e fazendo pressão. Liberei alguns jatos de porra dentro daquela boca e vi ela rapidamente cuspindo. Continuei gozando, acertando suas bochechas e lábios. Mano, eu senti que nunca havia gozado tanto, como se tivesse chegado no limite, no ápice do prazer, minhas pernas ficaram bambas. Oh aquele rostinho dela cheio de porra. Ela expressou um “ela, é salgado” e perguntou onde era o banheiro. Rimos algumas vezes até eu levá-la e limpar o que eu havia sujado. Depois disso me vesti e dei um último beijo em sua boquinha, antes dela me abraçar e voltar para casa em meio à pulos e sorrisos… Essa foi a primeira vez que tive algum tipo de relação com uma criancinha…mas não foi a última. Se quiserem, conto como foi que consegui tirar a virgindade da bucetinha dessa pequena princesa…e desculpem a enrolação. Abraços!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,45 de 88 votos)

Por # #

40 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Junior

    Que delícia. Sou louco pra meter numa novinha assim 😋😋

  • Responder frozen

    muito bom

    • Eu

      Fiko com uma de 14 anos .é muito gostosinha ela e muito linda .

  • Responder Ed Porto

    Parabéns pelo conto, espero que tenha continuação.
    Pais e mães que queiram iniciar suas filhotas, estou a disposição.

  • Responder Anônimo

    Conto gostosinho. Quero participar de grupos no telegran, quem souber algum indica.

  • Responder Ronaldo Mineirinho

    Muito bom o conto me deixo com muita tesão

  • Responder Julia

    Conto muito bom,eu e meu marido amamos uma franguinha nova,fim do mês passado pegamos uma de dez aninhos,ele só bota no cuzinho delas enquanto eu dou beijos calientes naquelas boquinhas,vai que uma delas engravida né rs
    Temos mtos gigas de fotos e vídeos das nossas aventuras com esses anjinhos do pau(e do cú)ocos

    • willian

      Manda alguma coisa pra eu ver…
      [email protected]

    • Pietro

      Nossa…é demais da conta de gostoso, brincar com gatinhas novinhas…
      Morei num prédio de três andares, e meu apartamento era no último andar e a porta para a lage do prédio era pela entrada de serviço do meu apartamento…e eu sempre dava um jeito de levar duas gatinhas que moravam no primeiro andar lá pra cima…e depois de muitas brincadeiras com elas…tirei o selinho da ppk das duas e as preguinhas delas tbm…
      Morei naquele ap por três anos…e durante um ano, eu comi muito a ppk e o cusinho das duas…
      Ah…quando mudei de lá…elas estavam com onze anos…

    • Anônimo

      Oi manda um e-mail para mim [email protected]

    • Anônimo

      Como podemos conversar melhor? Também tenho uma menina!!

    • Paii

      Como podemos conversar melhor? Também tenho uma menina!!

    • Lu Barreto

      Meu marido e eu somos pedófilos. Amamos os nossos filhos adotivos.

    • Fernando

      Nada melhor do que uma menina de 10 aninhos pra brincar. Como é bom ser pedofilo e sentir esse prazer.

    • Pai tbm

      Paii … Qual seu telegran… Vms trocar ideia

    • Ronaldo Mineirinho

      Belo conto me deixo com muita tesão

    • Lenin

      Boa noite ,pra mim também por gentileza [email protected]

    • Anônimo

      Gostaria muito de ver algo
      [email protected]

    • Littleeez

      Amei , Top dms , faço com minha sobrinha e tb sobrinho , iniciei minha sobrinha quase que bebe , chamem no telegram vamos conversar , amo crianças , incesto , etc [email protected]_rrt6 ou e-mail [email protected]

    • Ed Porto

      Que coisa boa,sejam felizes!
      Aproveitem!

  • Responder Putinha

    Batendo minha siririca pensando em você me comendo seu gostoso

    • Luis

      Deixa eu te comer gostosa

  • Responder Anônimo

    adoro

    • ANDERSON

      VBFB

  • Responder Lucifer

    @amenediel telegran chama la

  • Responder Pachecao

    Continue esta muito gostoso e super excitante

  • Responder Crente safado

    Ola tb tenho algumas experiências cm essas tem alguma mamãe que quer ver a filhota entra na vara mas c carinho me chama [email protected]

  • Responder Rafaella

    Bom conto.. pode continuar a escrever..

  • Responder Sandra

    Continuaaaaaa, delícia.

    • Marcos

      Delícia vai ser qdo eu cair de boca na sua bocetinha Sandra e fazer vc bem gostoso.

  • Responder Anônimo

    Sandra

  • Responder Yasmin

    [email protected] ja fiz de verdade

  • Responder ANONIMO-ES

    mto delicioso iniciar novinhas no sexo é uma delicia, ja iniciei varias e estou iniciando uma de onze aninhos bem submissa e obediente, nao demore pra contar a parte dois com todos os detalhes

    • Bucetuda

      Me conta como foi

    • karina

      Oi.Anonimo_Es, mas alguma delas tomaram seu leitinho?Eu comecei com 11 anos mas so chupava e engolia,rsrs.

    • Kakaca

      Deixe email ou telegran. Podemos trocar uma ideia.

  • Responder Anônimo

    fala para mim como vc tirou a virgindade dela manda no meu e-mail [email protected]

  • Responder Anônimo

    Conta ai como vc comeu ela