Tudo por um anel de Formatura para minha esposa

02-07-18 2 ★ 3.33

O que vou contar e uma historia verídica, aconteceu na minha vida, sou casado, na época eu trabalhava como balconista de uma loja de Roupas e Calçados, de um senhor Libanês, Salim, era uma loja de porte médio, trabalhava eu e ele, eu já trabalhava a dois anos com ele, um coroa bem safado, pelo tempo passamos a ter uma certa intimidade, ele comentava da sua vida em casa e eu também,. eu percebia que ele estava querendo mesmo era me comer, eu tinha na época um corpo bem sarado uma bundinha redondinha, pernas bonitas, nos fundos da loja havia uma casa com quarto sala cozinha banheiro, ele costumava tomar banho lá antes de fechar a loja, um dia me aparece na porta dos fundos pedindo alguma coisa, pelado, eu ate acho que fez isso só para mostrar a sua rola, que para falar a verdade era uma coisa de louco, grossa parecia um cogumelo gigante, e com a rola dura, eu olhei, ele a lizou a rola, deu risada e saiu.

Eu vinha percebendo que ele estava me assediando, depois de uns dias como minha esposa estava cursando a Faculdade de Pedagogia e iria se formar, estava querendo um anel de formatura, já estávamos no meio do ano, início de Agosto, ultimo semestre, eu acabei comentando com o Salim sobre o anel, ele respondeu você pode ter este anel, sem despesas nenhuma, eu besta perguntei como, ele concluiu sendo legal comigo, você me ajuda eu te ajudo,eu na verdade já estava a fim mesmo, só estava fazendo charme, acabei aceitando, e neste mesmo dia fomos para o quarto nos fundos depois de fechar a loja, chupei sua rola, e com muito custo, deixei ele foder minha bunda, doeu muito, mais pelo anel, no dia seguinte fui e encomendei o anel fele foi pagando.

Depois de uns três meses o anel já estava eu meu poder, mais como falar para minha esposa sobre o anel, um dia na cama ela começou a brincar chupando minha rola, eu acabei falando, olha a rola do Salim acho que não cabe na sua boca, e muito grossa, eu sabendo que ela adora sexo anal, falei na bunda então, nossa te arrombaria toda, e assim ficamos conversando, ate que ela perguntou como eu sabia, eu respondi que havia visto ele pelado de rola dura, e comentei com ela que a esposa dele estava doente e que já fazia um tempo que ele não fodia uma boceta, e tem mais ele e tarado por um cu, ela respondeu coitado, eu estava com a rola dura que nem pedra, um tesão só, ela perguntou esta tesão toda e imaginando o Salim metendo na minha boceta, eu respondi olha ele ate merece, ela perguntou porque, por que na verdade quem vai te dar o anel de formatura e ele, ela disse e mesmo, e tu deixaria, se você quiser, ela respondeu olha ate topo.

Neste dia transamos gostoso, eu o Salim nas Sexta Feiras e Sábados costumamos tomar umas, ele adora Wuisqui com guarana, nos temos um geladeira na loja, quando foi na Sexta Feira eu disse a minha esposa se você quiser aparece lá pelas 17,30, a gente costuma fechar a loja as 18 horas, ela chegou as 17 horas, com um vestido curto, meio degotado, ela e muito gostosa, uma bunda saliente, pernas bonitas, seios médios volumosos, estava uma delicia mesmo, o Salim conhecia ela mais de longe, ela nunca havia ido na loja, quando ele viu ela nossa ficou vidrado, apresentei ele a ela, ele já foi buscar as bebidas e começamos a beber, nos fundos da loja, quando entrava algum freguês eu ia atender deixava os dois sozinhos, já tínhamos bebido um pouco, deu o horário comecei a recolher as coisas para fechar a loja, só que de vez em quando eu olhava para ver o que estava acontecendo, teve uma hora que percebi ele passando a mão nos cabelos dela,fechei a loja, quando voltei os dois já não estavam mais ali, tinham ido para o quarto, fui ante pé, quando cheguei os dois já estavam nus, ela chupando a rola dele, ai foi o começo, ele começou a foder a boceta dela, ela pedia devagar, esta doendo, mais depois se acertou ai fazia tudo cavalgou, mamãe e papai, frango assado, ele beijava ela na boca, nossa parecia que já se conheciam a muito tempo, ele gozou encheu a boceta dela de porra, gozou sem camisinha, eu cai de boca comecei a chupar, suguei aquela porra todinha, deixei a bocetinha dela limpinha, o Salim voltou ele havia ido se lavar ela começou novamente chupar a rola dele, eu sem pensar comecei a chupar junto, o Salim mandou ela virar de bruço lambuzou de lubrificante, ela pediu vai devagar, não sei se eu vou aguentar sua rola e muito grossa, mais chorou, esperneou, mais ele não quis saber meteu tudo, começou a foder o cu dela ate novamente encher seu cu de porra, assim acabamos indo embora, ela adorou.

Assim metemos quasse todos finais de semana, ele deu o anel, a roupa de formatura, e depois ainda fomos comemorar jantar fora, tudo por conta dele.

Num Sábado, estávamos bebendo antes de fechar a loja, apareceu um amigo do Salim, um Turco também, vendedor, de São Paulo, ficou conversando e bebendo também, ele não tirava os olhos do da minha esposa, o cara era coroa também mais bem aparentado bonitão, percebi que minha esposa também estava flertando com o cara, eu então disse a minha esposa é acho que hoje furou, este cara não vai embora, ela já com a bebida disse não quero nem saber eu quero foder, eu disse se você for lá para dentro com o Salim o cara vai querer também, ela respondeu foda se, eu então comentei com o Salim, perguntei do cara o Salim disse e gente boa, expliquei para ele o que poderia acontecer.

Comecei a fechar a loja, o cara veio para a porta, deixando o Salim e minha esposa sozinhos nos fundos, fechei a loja, o cara perguntou cade os dois, eu disse eles foram para o quarto, ele disse vamos olhar, foi no banheiro e tomou um banho rápido, quando voltou eu já estava pelado, ele voltou pelado, caralho a rola do cara era enorme, meio esquisita, não tinha cabeça, mais do meio para o final nossa engrossava um absurdo deveria ter uns 23 cm, de rola, eu comecei a chupar, o Salim gozou eu cai de boca chupei a boceta dela, o cara veio e deito-se sobre ela, e sem falar nada foi penetrando aquilo dentro dela, ela levantava a perna para entrar tudo, por trás só dava para ver o saco de fora, ele bombava forte e beijava ela na boca , e gozou, quando tirou aquilo de dentro dela eu chupei os dois a rola melada de porra e a boceta dela, o cara mesmo gozando não amoleceu sua rola, virou ela para cima dele liberando o cuzinho para o salim, nossa ela gritava e ele socava, ate o salim gozar, ela pediu para o cara meter no cu dela, ele meteu no cu dela e gozou também, tivemos que ir embora pois o Salim não podia demorar muito por causa da mulher.

Na saída o cara convidou para tomar umas, e fomos acabamos no apartamento dele e fodemos a quase que a noite toda, neste dia ela ficou arrombada mesmo, foi maravilhoso, de quinze em quinze dias o cara aparece e a gente aproveita, e com o Salim e todos finais de semana, maravilhoso.

Eu adoro ver minha mulher metendo com outro homem e ate com outros homens, hoje ela sabe que eu curto dar o cu também, e fodemos os dois, chupo uma rola e adoro que goze na minha boca, adoro porra.

espero que tenham gostado., tudo começou por um anel.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,33 de 6 votos)

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Luis

    Ola tudo bem ??!! De onde vocês são ??!! Também quero foder com sua Esposa e se você for um corno bonzinho deixo vc chupar minha rola com ela e tomar leitinho.

  2. Anderson

    Adorei seu conto e gostaria de fuder com vcs posso [email protected]