A mulher do meu primo só queria se sentir gostosa, desejada e amada

Autor

Eu morava com meus 4 irmãos e meu pai num bairro da grande São Paulo, ai meu pai foi viajar pra Bahia a 10 anos e trouxe 2 primos de la, eu estava com 15 anos na época, sou o caçula da família, meus 2 primos Raimundo o mais velho que era muito tirador de sarro, brincalhão legal, mas o Edmilsom se achava o mais inteligente, o mais culto, procurava falar tudo certinho corrigia todos direto, sem contar que era uma mão de vaca, muito chato, nõa fui com a cara dele, la moravamso de aluguel, e todos tinha que ajudar, menos eu pois eu ainda era menor, mas mesmo assim já trabalhava a judava nas contas, depois de 3 anos eu não aguentava mais a folga do Edmilson, além de chato queria viver bancado pelos outros, foi ai que eu com 18 anos resolvi sair da casa do meu pai, e fui morar com minha madrinha que não tinha filhos e eu era o único herdeiro, ela tinha um casarão muito bom, e tudo seria meu, além das casas a chácara dela também, e o carro enfim tudo, mas na casa do meu pai, todos foram procurando seu rumo, meus irmãos logo se casaram e foram morar com suas mulheres, meu pai também arrumou outra mulher e se casou, o Raimundo foi morar em outra cidade e o Edmilson como não queria pagar o aluguel passou a morar num barraco numa favela, o cara comia comida estragada pra não gastar dinheiro, pegava lenha pra não comprar gaz, o negocio dele era só guardar dinheiro, as roupas dele era de pechincha, ele queria ir morar comigo, mas eu deixei claro que não queria nem a amizade dele, pois o cara era chato demais, mas ai aconteceu que o desgraçado arrumou uma mulher que não era bonita, mas era gente boa, trabalhadora, era cozinheira numa empresa, ela começou a namorar com o Edmilson e a mãe dela deu uma casinha pra ela, o Edmilson claro fez de tudo e se casou com ela, passou um ano, eu comecei a cursar Analise de sistemas, entrei numa empresa multinacional, e la conheci Sandra a mulher do Edmilson, fizemos amizade ela com 30 anos, loira do cabelo enrolado, gorda, mas era muito legal, embora não fosse nada bonita, mas enfim, meu primo era feio, inclusive os vizinhos dele o chamavam de ogro, mas Sandra reclamava direto do marido, ela falava. Teu primo não compra nem roupa pra ele, gente ele parece turco, ah não estou mais aguentando ele, não diz que me ama, não fala se gosta de mim, sabe, sei que não sou bonita, mas por que ele se casou comigo se não gostava de mim? Eu falava, Bom as coisas são assim as vezes nos enganamos, mas converse com ele. Ela falava. Já conversamos de tudo, ele sempre inventa algo diz que tudo é caro, e agora quer controlar ate meu dinheiro, Nós passamos a conversar muito, e nas conversas ela semrpe reclamando, pois trabalhávamos na cozinha e sempre ficávamos juntos nos serviços, e todo dia o papo era só ela falando mal do marido, até que eu falei com ela, Na boa Sandra. ele não te merece, vc é legal esforçada, e merece alguém que te ame que te deseje como mulher mesmo. Ela falou nesse dia. Mas eu sou feia, gorda, ele dizia que gostava de mim e agora nem me toca mais. Eu falei pq ele é trouxa e não gosta de mulher. Os nossos assuntos eram só esses, e agora estava esquentando cada vez mais, até que um dia eu dei carona a ela, pois eu tinha ganhado uma maquina de lavar nova e ia dar a que eu tinha já usada pra ela, a levei em minha casa visto que minha madrinha já tinha falecido, eu era o dono de tudo, em minha casa ela entrou gostou de tudo eu ofereci alguma coisa pra ela, ai tomamos um café juntos, as conversas já estavam com brincadeiras, embora ela sempre estava a se queixar do marido, mas num dia nós dois voltando do trabalho eu estava dando uma carona a ela, ai ela me fala. Vamos a sua casa? hj eu quero falar mais um pouco com vc, não estou com vontade de voltar pra casa hj, ou pelo menos agora. Eu não iria ter aula naquela dia ,então a levei a ficamos la conversando, ai ela me fala. Eu sou tão feia assim mesmo? Eu falei. Claro que não, Sandra vc é mulher e mulher sabe encantar quando quer. Ela falou. É mas nõa encando meu marido, o dinheiro encanta mais. Eu já sem paciência falei. Bota um belo par de chifres nele. Ela falou. Só precisava arrumar alguém que quisesse, sabe estou já sem querer mais nada, só curtir mesmo. mas nem pra isso presto. Eu falei. Que isso, se não fosse mulher do meu primo eu te comeria na hora. Ela falou. Mas vc teria coragem de me comer mesmo? Eu falei. Ué pq não? Vc tem boca, bunda e buceta, e além do mais vc não é feia não, Ela já sem pudor nenhum eu também, a conversa pegando fogo, Ela falou. Então vamos transar, pelo menos assim eu vejo se consigo gozar e fazer vc gozar. Ai meio que sem jeito, por ela ser amiga, mas querendo dar a buceta, eu fui me aproximando aos poucos, e ela já me puxou, nos beijamos nos abraçamos e já fomos pra cama, eu já fui tirando a roupa dela, ela já pegando no meu pau ela deixou e eu fui em cima, introduzi a rola, comecei a bombar os coisas foram esquentando ela apesar de ser gorda tinha a buceta muito apertadinha, e dava muito mais prazer, e gozamos juntos, muita porra, muito calor, muito suor, nos recompomos, tomamos outro lanche ai ela falou que precisava ir embora, e me pediu pra leva-la, eu fui leva-la ela no meio do caminho mexendo no meu pau, ai chegamos a uma esquina próximo a casa dela, ela inclinou de lado tirou meu pau e chupou gostoso, me fez dar uma boa gozada em sua boca, depois saiu do carro entrou em sua casa, a discussão com meu primo começou, ela o mandou embora, mas ele não quis ir, ai no dia seguinte ela foi de novo a minha casa e transamos gostoso, e de novo eu a levei em sua casa na esquina a chupada no meu pau. ficamos assim por um mês transanod todos os dias, mas num dia que estava tendo greve na empresa não fomos trabalhar ela me chama pra ir em sua casa, disse que o marido não estava, eu não queria ir, mas ela insistiu e eu acabei indo, la chegando entrei e já fomos pra cama, transamos bem gostoso, ela ficou de 4 eu meti gostoso, eu sempre me certificando de que meu primo não chegaria, mas ela mandou algumas mensagens no whatsap, nos recompomos comemos conversamos e ela quis transar de novo, ai me mandou deitar de barriga pra cime e sentou no meu pau, mas eu deitado e ela sentada no meu pau de costas pra mim, e ficava la descendo e subindo, ela ficava bem na frente da porta, e tapava minha visão, mas estávamos numa empolgação, ai derepente eu só esculto, O que é isso Sandra? Ela fala, É o que vc esta vendo. Ele vem como quem iria agredir ela e eu mesmo pelado o impedi, ele gritou xingou mas não teve coragem de me enfrentar, ela se vestiu eu também, e começou a falar. Olha aki Edmilson eu pensei que vc fosse homem, mas vejo que vc é ganancioso, pega suas coisas e vai embora daki, a casa é minha. Ela foi pegando as coias dele juntou tudo ele se recusando a sair, mas ela jogou tudo na rua, e o expulsou de casa com minha ajuda, ai ficamos la transando o resto do dia e a noite dormimos juntos, ela disse que não queria compromisso, só foda mesmo, esse meu primo voltou pra Bahia onde vive as custas da mãe dele, e eu estou transando com Sandra isso faz 9 meses que aconteceu, é isso espero que gostem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 2 votos)
Loading...