Papai e Filhinha 19 – Final

Autor

Olá, meu nome é Lilica e vou continuar o relato do conto Papai e Filhinha 18
Sempre que papai fodia com força, tinha q ficar uns dois dias recumperando, mas eu sempre agüentava tudo denovo. Eu também tava tarada por sexo, e queria fuder papai toda hora, pelo menos na hora q eu não tava assada rsrsr. Com o tempo meu cu e minha buceta foram se acostumando.
Papai mandou meu irmão morar com meus avós em outra cidade. Primeiro pq meu irmão era muito apegado ao avo que também tinha nossa guarda. E o segundo motivo foi q so eu e papai em casa agente fudia a hora q dava vontade. Eu virei a namoradinha do papai.
Quando comecei a brincar com papai eu tinha mais ou menos 10 anos. Agora já tinha passado 1 ano e eu tava com quase 11. Apesar desses fatos ocorrerem nesse tempo, hoje, quando escrevo, tenho já 13.
Meu corpo se desenvolveu rápido, eu já tinha peitinhos grande pra minha idade. Na minha escola tinha meninas de 10 anos q nem carocinho tinha. Começou nascer uns pelinhos debaixo do meu braço e na minha xotinha, e nem 11 anos eu tinha direito.
Nesse período q meus peitinho nasceram as fodas ficaram melhores, papai chupava eles e gozava esfregando o pau nos meus peitinhos. Papai era apixonado por eles. Eram pequeninos e bem durinhos.
Papai me dava tudo q eu pedia e deixava eu fazer tudo q queria tbm. Podia amanhecer o dia assistindo filmes q ele não falava nada.
Em casa a gente nem roupa de baixo mais usava. Papai chegava do serviço eu esperava ele já pelada e as vezes ele me fudia ali na sala mesmo. Eu sentia tzao quanto papai chegava suado e de uniforme ainda mandava eu mamar o pau dele. So desabotoava a calça e metia na minha boca, depois me comia no carpete da sala. No resto do tempo em casa a gente ficava pelados mesmo.
Eu ainda ficava de calcinha quando minhas colegas vinham pra brincar aqui em casa. Como era sempre durante o dia e papai não tava em casa então ele não tinha q se preocupar em ficar pelado ou com roupa.
E assim aconteceu. A fase Papai e Filhinha acabou, pq um dia papai veio resolver alguma coisa durante o dia e passou em casa e viu a Mika, uma colega minha brincando comigo. Papai viu a gente so de calcinha e perguntou quem era a amiguinha, falei q era a Mika (mais nova que eu 1 ano). Ele ficou olhando a Mika com cara de safado e me levou pra conversar no quarto.
Papai: filha, podia chamar a Mika pra dormir aqui na sexta-feira.
Eu: posso mesmo papai?! Eeebaaa a Mika vai gostar tbm.
Papai botou o pau pra fora e começou a bater uma enfiando a cabeça da pica na minha boca. Ela tava muito inchada. So depois fui descobrir q era de tzao por ter visto a Mika. O safado bateu uma punheta rápido e gozou tudo na minha boca. Era tanta porra que escorreu um pouco no canto da boca.
Eu não saquei a maldade do papai, mal eu sabia que em breve “papai e filhinha” ia virar “papai, filhinha e as amiguinhas”.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,88 de 16 votos)
Loading...