A putinha chamada Yara 2

Autor

Depois daquele dia que tive brincando com o Joel, todos dias quando chegava em casa íamos os dois tomar banho juntos, claro que nós não ficávamos só pelo banho e fodiamos bem gostoso mas após uns meses meus pais disseram que já não era preciso tomarmos banho juntos porque a situação financeira já tinha melhorado mas às escondidas eu e Joel tomávamos banho juntos á mesma. Houve um dia que eu tava lavando loiça só de calcinha e camiseta e o Joel se posicionou atrás de mim encoxando me e sussurrando no meu ouvido “poxa Yara não resisto ao seu rabo vou comer ele agora” “ aqui não Joel! Só no banho” ele não gostou que lhe tivesse negado o pedido entao me deu um tapa no rabo e baixou minha calcinha “ quieto Joel já disse que aqui não! Só no banheiro” ele parecia possuído e me derrubou no chão da cozinha e me pôs de 4, como ele era muito forte e não consegui lutar, ele cuspiu no meu rabo e foi tentando enfiar o pau dele nele “ não Joel! Por favor pára eu sou virgem no cu vc vai me magoar” ele não quis saber e me deu um tapa no rabo e começou a enfiar “ fds!! Tá doendo pare já! Aiii porra” doía bastante ainda por cima como ele tinha pau grande custava a entrar, eu tentava sair dalí mas ele tinha encaixado em mim me agarrando com as duas mãos e não tive como escapar, ele entao foi conseguindo enfiar mais e mais até meter o pau todo dentro do meu rabo, felizmente a dor já tava a ser menor e quando ele começou a fazer o pau entrar e a sair com estocadas fortes eu comecei a gostar muito, era uma sensação incrivel e gostosa. Ele então anunciou gozo e me pediu para engolir a porra que o fiz com todo prazer. No dia aseguir eu cheguei em casa e fui correndo para o quarto dele e apanhei o vendo porno e a bater punheta e então eu disse “ vc já não me acha bonita Joel? “ nada disso Yara vc é gostosa mas eu gosto de variar” “ então e se eu trouxer amigas da escola para vc comer “ “vc consegue fazer isso? “ “ eu faria tudo pelo meu maninho” e combinamos então de que um dia ele comia uma amiga minha e no dia aseguir ele me comeria a mim e alternavamos, com dificuldade também o convenci a chamar os seus amigos para me virem comer quando ele comia minhas amigas, assim todos ganhavamos. Bom nesse dia ele ainda me comeu no quarto dele em papai e mamãe enquanto ele via no filme porno uma menina sendo comida por 5 , eu pedi a ele para me comer de 4 para conseguir ver o filme tambem, tava adorando aquela cena , e queria muito experimentar aquilo. No dia aseguir eu levei minha amiga Liliana, tinha 16 anos, bastante magrinha, alta e bonitinha, ele me confidenciava muitas coisas do tipo que adora levar no cu e sempre teve tesao pelo meu maninho. Quando cheguei em casa vi meu irmão na sala com um amigo o Jorge, alto musculado mulatinho, o meu irmão vendo a Liliana pegou na mão dela e levou a para o quarto e fechou se nele, eu sem saber o que fazer me sentei na sala com Jorge e fomos conversando, ele me contou que tinha namorada mas que andam chateados e eu disse “ vc gosta dela?” E ele disse que sim e eu continuei “ qual vc acha mais bonita eu ou ela?” Ele ficou mais tímido e eu insisti pondo minha mão no pau dele por cima da calça “ eu ou ela??” Então ele disse “ vc Yara, vc é um tesao de mulher “ e me tascou um beijo guloso, então eu fui tirando o pau dele para fora da calça, com a minha sorte o pau dele era grande talvez do tamanho da do Joel e prontamente abocanhei aquela jeba , passado um pouco eu peguei nele e o levei para meu quarto nos despimos e mandei ele deitar, após isso eu saltei em cima dele e comecei a cavalgar como uma cadelinha no cio, eu gemia horrores “aí que caralhudo gostoso fode sua putinha fode fode” ele fodia e chupava minhas mamas como um bezerro faminto, também era possível ouvir a Liliana a gemer do outro quarto “ aí aí aí fode esta puta fode seu merda, aiiiii com mais força vai aiii” e ficamos assim fodendo umas horas ouvindo gemidos de ambos os quartos, o Jorge se aproveitou bem e me comeu de todas as maneiras possíveis me fazendo engolir muita porra. Quando ele se arrumava para ir embora eu lhe disse “ sempre que se chatear com sua namorada sabe onde me encontrar gatinho” ele sorriu e foi embora, minutos depois a Liliana também saiu do quarto do Joel despediu de mim e foi embora, antes que pudesse vestir de novo o Joel entrou pelo meu quarto a dentro e me mandou ficar de 4 e eu perguntei “ porque? Que passa?” “ vc trouxe uma putinha que não cede o cu” eu com pena dele fiz lhe a vontade e ele tratou de enfiar em meu rabo gostoso fiquei feliz pq gosto de saber que meu maninho conta comigo para o satisfazer e isso me dava tesao, ainda ganhei mais um pouco de porra e tudo!
Os dias iam passando e eu tava gostando ainda mais de dar o cuZinho para joel, eu em recompensa lhe apresentei uma amiga minha chamada Teresa, pretinha rabuda de 15 anos, o Joel ficou encantado com ela e se ele ficava contente eu ficava contente. Ele também me apresentou um amigo pretinho, chamava se Paulo, era baixinho magricelas mas bonitinho eu achei estranho porque pensei que todos os amigos do Joel eram musculados mas ele me contou que eu teria uma surpresa com o Paulo e tive mesmo, o pau dele era dos maiores que eu tinha visto, 25 cm a vontade, era enorme eu nem conseguia meter mais que a cabecinha do pau dele na boca, eu tratei de babar bem aquele mastro. Ele não só tinha pau grande mas ele também sabia lamber uma xaninha gostoso, eu vi nuvens com a língua dele, acabei adorando tanto que ofereci primeiro o meu rabinho para ele arrebentar o que ele fez sem hesitar. Como meu rabo já tava habituado a levar com rola entrou facilmente e ele limitou se a foder mandando muitas estocadas fortes me puxando o cabelo e me xingando “ sua puta vadia lá na escola disseram que vc era bem fácil e gostosa” “ aproveite enquanto pode então caralhudo, amanhã pode ser outro que me come” ele chateado bombou com ainda mais força. Pouco depois senti a porta do quarto abrir e reparei que era o Jorge, fiquei assustada mas ele me acalmou dando o seu pau para eu chupar, talvez seria essa a surpresa que o meu irmão tava dizendo. Então o Paulo saiu dentro de mim e me deitei de barriga para cima e o Jorge foi para cima de mim fazendo papai e mamae enquanto o Paulo me dava a sua jeba para eu limpar, eles depois ao revezarem ficaram brigando quem comeria a putinha e eu disse “ pq não comem juntos?” Então o Paulo deitou se eu subi nele e o Jorge veio por trás e enfiou no meu rabo, minha primeira dupla penetração, foi maravilhoso, a sensação de ter dois paus enormes me preenchendo meus buraquinhos foi algo que nunca irei esquecer “aí aí aí vcs vão acabar cmg aiiii hmmm” o joel e a Teresa me ouviram a gritar e entraram no meu quarto para ver o que tinha acontecido, ela ficou logo dizendo “ hey eu também quero duas rolas em mim vá Yara troque cmg por favor “ vendo a cara de desespero dela deixei ela fazer uma dupla penetração com aqueles machos que ainda tinha energias para comer outra putinha , então agarrei no joel e fomos para o quarto dele e pedi para ele comer meu cuzinho em agradecimento pela surpresa, ficamos a tarde toda naquilo , os outros rapazes vinham devez em quando pedir para chupar um pouco eles até que veio o Jorge e mandei ele deitar e montei nele agora seria minha vez de levar com dois paus e mandei o joel continuar a meter no meu cu. Assim iam passando os dias, apesar de meu irmão querer experimentar todas minhas amiguinhas , eu só queria ele e aqueles dois rapagões para mim era o suficiente até que houve um dia que quis experimentar algo diferente mas isso fica para outra altura meus punheteiros!! Beijos nos vossos paus!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,20 de 15 votos)
Loading...