#

Na Rua

694 palavras | 0 |1.00
Por

Cont… Conto erótico : Na Rua
Conheci uma pessoa em um certo lugar que viagei e sempre que estou por lá arrumo um jeito de pular p sua cama ,sabe aquela pessoa que é cheirosa,charmosa,linda,tem os olhos azuis da cor do mar ,um beijo gostoso,a conversa legal,o abraço uma delicia ,uma pegada maravilhosa e por ultimo e mais importante um tem um pauzão?Esse cara é ele .Dessa vez não fui p lá ve-lo fui só p relaxar , pensei até que ele tinha me bloqueado no whats, pq a foto dele havia sumido(como odeio incomodar nada falei) ,eu estava me arrumando para ir a uma festa com amigos do hostel que me encontrava e derrepente mensagem :-dorme comigo?.me perguntei como ele sabia que eu estava lá ?(humm facebook),falei :-pensei que tinha me excluído,e ele falou que não só tinha tirado a foto uhuuu,Eu claro querendo me fazer de difícil disse que não podia dormir com ele ,mas que podia sim vê-lo(já com minhas partes molhadas e piscando, detalhe eu estava de calça ,desisti e coloquei um shortinho laguinho ,daqueles que tem que amarrar na frente e atrás),já estava arrumada mesmo.
Ele veio me buscar de moto compramos um copo grande de vinho ,ficamos no lugar que nos conhecemos uma praça , bebendo ,conversando,nos beijando aquele beijo perfumado que invade a alma e chega nos lugares mais profundos(aquela língua que tenho a sensação de sentir dentro de mim as vezes ,entrando me invadindo, me deixando molhada,se deleitando no meu líquido) ,ele discretamente passando as pontas do dedo nos meus seios,sentindo nossos corpos juntos ,eu sentindo aquele volume bem perto da minha buceta (pensando que queria ele todo dentro de mim, explodindo de tesão).Ele chamou para um passeio na beira da praia nos quiosques ,quase chegando no ultimo ele me puxou p as sombras contra a parede ,me beijando ,amassando meus seios com o corpo e com a mão ,ele me queria ali naquele momento ,meu corpo todo queria ele e ele sabia disso,deslizou sua mão até minha vagina e sentiu como estava molhada de desejo,eu também senti o seu volume passei a mão estava grosso ,duro no ponto ,não me controlei abri seu short e abaixei p ter o meu brinquedo mais próximo da minha boca ,abocanhei aquele pinto gostoso ,ele gemendo,chupei com vontade ,aproveitando o pouco leite que saia na minha boca um gosto doce ,não queria mais parar de chupar aquele meu pirulito (literalmente),até que ele me pegou me encostou em um balcão puxou minha calcinha para o lado e eu o senti seu membro grosso e quente entrando preenchendo tudo ,foi tão gostoso o seu gemido no meu ouvido ,minha buceta molhada sugando aquele pinto delicioso p dentro como se fosse enguli- lo todo ,suas mãos no meu cabelo puxando de leve ,suas mãos me apertando de prazer,eu queria mais e foi o que ele me deu ,deslizou seu membro grosso até meu cuzinho ,eu gemi como se tivesse sendo abatida ,ele socava bem fundo até que eu senti seu corpo estremecer e ele gozou no meu cuzinho encharcando tudo com aquele leite precioso ,eu queria tudo na minha boca,que desperdício.No fim ,ele olha p cima e fala ,não acredito ,aqui tem câmera,nossa mano como eu ri ,de nervoso e achando graça mesmo kkk ,falei a frase :próxima vez partiu ilha deserta? kkk
Ele disse que estava cansado meu loiro lindo(frozem que eu costumo chama-lo por seu jeito frio quando esta longe de mim,ainda bem que é só longe ,pq perto ele é meu vulcão ativo do Havaí ),acabou que fui dormir com ele ,que mané festa, eu fiz a minha festa particular ,só eu sei como é dormir naquele braços fortes e ombros largos,vale mais do que qualquer baladinha , aiai (sim eu me apaixonei por ele ,fazer o que né?acho que ate vocês) kkkk

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,00 de 1 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos