Acabei dando pros meus filhos

Olá, meu nome é Marta tenho 35 anos, tenho uma bunda grande, seios grandes 1,72, até que estou conservada. Adoro transar de um jeito selvagem por isso prefiro os grandes e grossos, mas se for só grosso tá ótimo. Moro no Rio de Janeiro e sou casada, tenho dois filhos, Mateus de 13 e Victor de 12 anos. Meu marido é bem mais velho, e vive trabalhando, não tem tempo nem pra mim nem pros nossos filhos. Eu espero ele chegar do trabalho só pra me comer, mas ele sempre fala que está cansado, faz quase 1 mês que eu não transo. Meus filhos são super inteligentes, nunca tiraram uma nota ruim na escola, além de me ajudarem com todas as tarefas daqui de casa. É aqui que a história começa, já fazia quase um mês que eu não transava, estava louca por um pau. Foi aí que eu comecei a notar o quanto o Mateus é evoluído, ele é quase do meu tamanho, tem uma voz grossa e um abdômen muito definido, parece um adultinho. E nessa idade, ele só andava com um volume na calça, e eu nem sabia que nessa idade ficava duro. Foi numa quarta feira, dia que eu faço feira lá pras 15:00, chamei Mateus pra ir comigo, já que o Victor estudava a tarde e estava na escola, ele recusou e preferiu ficar jogando no computador sozinho. Quando cheguei lá pras 16:30, achei tudo muito calmo, ele estava com a porta fechada, pensei que estivesse dormindo, foi quando ouvi um gemido bem baixinho, e era um gemido de mulher, abri a porta bem de leve e estava lá o Mateus assistindo pornô e batendo uma. Não sei o que deu ne mim, fiquei olhando e olhando, o pau dele era grosso e até muito grande pra idade, uns 16cm, ele fazia movimentos como se já fosse muito experiente naquilo, fui ficando molhada e com muita tesao vendo aquilo, não aguentei e coloquei meu dedo todo dentro da minha bct e dei um gemidinho sem querer, na hora ele percebeu e fechou o vídeo e escondeu o pau, eu sai da porta na mesma hora. Fui dormir com pensamento de culpa mas ao mesmo tempo com de tesao. No outro dia, eu tinha que buscar ele da escola e deixar o Victor na outra escola. Quando ficamos só eu e ele no carro, ele pergunta
-Você viu aquilo mãe?
E eu digo que vi, mas é completamente normal e que ele pode continuar
-O que você estava fazendo na porta?
E eu falo que acabei ficando com tesao, e estava fazendo o mesmo que ele. Quando eu olho pra calça dele, ele está com a mão no volume todo, eu já estava um rio de tao molhada. Quando chegamos em casa ele diz estar muito cansado da educação física e que tomar um banho. Enquanto ele toma banho eu faço o almoço, quando ouço um grito:
-Mãe! Eu me cortei no vaso!
Eu fui correndo pro banheiro e ele estava lá com um corte muito forçado é superficial, e ele diz:
-Eu não vou conseguir tomar banho sozinho com esse corte..
E eu digo que vou tomar banho com ele, mas só hoje porque está machucado.
Lógico que as intenções dele eram outras, tirei minha roupa e fui tomar o banho. Quando entrei no banheiro já estava ele lá com o pau muito duro, eu finjo que não estou vendo e digo
-É bem grandinho em filho rs
O espertinho da um sorriso malicioso e diz
-Mãe, sabe quando você esta com muita tesao que chega até a doer?
–Eu também estou assim
-Me ajuda com isso que eu te ajudo mãe..
Na mesma hora ele me puxa pra baixo e bate com o pau no meu rosto e pergunta
-Posso fazer tudo o que eu quiser mãe?
Eu digo que claro. No mesmo segundo ele coloca o pau todo na minha boca e fala
-Chupa sua gostosa, faz tempo que eu queria isso
Como se eu não fosse a mãe dele! Eu com muita tesao estava chupando loucamente ele, nisso por uns 2 minutos.
Então ele me empurra bem forte pra trás puxando meu cabelo sem dó nenhuma e me coloca de 4 metendo tudo na minha bct, ele falou que nunca tinha feito aquilo, mas estava fazendo como se fosse muito experiente. Eu estava gritando alto com aquilo dentro de mim, gozei umas 5 vezes em muito pouco tempo. Antes dele gozar pedi pra ele me chupar, e ensinei ele a fazer um oral, logo ele já estava profissional naquilo, a cara dele estava cheia de goza minha. Foi quando ele disse que ia gozar na minha boca, ele segura meu cabelo muito forte e goza tudo na minha língua, era muita goza, eu estava engasgando e impressionada com aquilo. Desde daquele dia, quem rejeita uma transa sou eu não meu marido, por que Mateus me come todos os dias, ele não cansa nunca.

Eu posso contar como foi quando Victor acabou vendo, mas tem que ser pra outro conto. Espero que gostem, até!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...