,

Perdir minha virgindade com o chefe do meu pai e verei sua amante

Há 4 anos 4 ★ 5.00

Oi gente esse e meu primeiro conto tomara que voçes gostem.
Quando eu tinha 13 anos minha familia mudou para uma para uma cidade turistica meu pai tinha arrumado um emprego de gerente em uma pousada e ganharia muito bem.O salario ia ajudar bastante porque minha mãe estava doente com cancer e precisava de dinheiro para ajudar no tratamento dela.
O dono da pousada era Seu Valdir um senhor de uns 60 anos e ele me olhava de um geito que eu ficava envergonhada pela ousadia dele pois ele era casado tinha 3 filhos e 4 netos sendo duas mais velha que eu.
Nossa vida continuou a mesma meu se matava de tanto trabalhar e eu cuidava da minha mãe foi ate que minha mãe teve uma crise grande e teve que ser internada as pressas e meu pai pediu o Seu Valdir um emprestimo e ele disse que ia pensar.
Meus pais estavam no hospital a 2 dias e eu fiquei sozinha em casa e uma noite a campainha toca na hora que eu abro a porta era Seu Valdir e já foi entrando,se sentou e disse.
-Seu pai foi me pedir um emprestimo para ajudar comprar os remedios dela e eu disse que iria pensar mas eu vim te procurar oque voçe me dá em troca se eu de esse dinheiro pare seu pai.
Eu fiquei sem entender oque ele queria dizer e disse.
-Como assim?
-Eu dou o dinheiro para seu pai e voçe voçe me deixa eu comer voçé desde a primeira vez que eu te vi eu estou de olho em voçe,morro de tesão por sua causa,eu te dou o dinheiro e voçé me dá seu corpinho sempre que eu quiser.
Eu fiquei chocada com a proposta e disse.
-O senhor e casado tem filhos e netos mais novos que eu´podia ser meu avô como pode fazer uma proposta dessa pra mim nunca que eu aceitaria isso.
-Então não dou o dinheiro para seu pai e o mando embora imagine oque vai ser de sua mãe se seu pai foi despedido ela vai morrer.
Eu não tinha outra escola teria que aceitar a proposta dele e disse.
-Eu aceito mas o senhor vai ter que custiar toda a despesa da minha mãe daqui pra frente.
-Eu aceito mais vóçe vai ter que dá pra mim sempre que eu quiser e náo quero uma mulher fria quero voçe quente e vai ter que fazer tudo que eu quiser sem reclamar e sempre bem humorada neim que tenha que fingir.
Eu aceitei ia fazer aquele bode velho gosar ate se enjuar de mim e perguntei.
-Quando começa.
-Agora eu não vejo a hora de pegar nesses seus seios gostosos e enfiar meu cacete na sua boçeta.
E já veio para cima de mim pegando nos meus seios e apertava feito louco eu pensei que o velho ia dar um treco,tirou minha brusa e caiu de boca nos meus seios e chupava sem parar um e apertava o outro logo sentir a mão dele debaixo da minha saia acariciando minha boceta por cima da calcinha logo os dedos dele estavam dentro da minha calcinha acariciando o meu clotoris eu confesso que estava gostando de ser acariciadana minha boceta e le viu e disse.
-Eu sempre soube que voçe era uma gatinha dengosa que era só acariciar do geito certo que voçe se abriria para mim,sente como meus dedos deslisam dentro da sua bucetinha moiadinha voçe nasceu para ser minha putinha.
Não demorou muito eu estava nua e ele tirou a roupa dele correndo e disse.
-Agora chupa meu cacete deixa eu gosar em voçe todinha deixa.
Eu me ajuelhei na frente dele e pus aquele cacete enorme na boca e começei a chupar no começo com receio depois botei tudo para dentro da boca e chupei com gosto da cabrça as bolas e ele urrava de prazer dizendo.
-Vai gatinha chupa chupa ai ui que gostoso ah ah ah ah ah!
E eu continuava a chupar aquele cacete enorme ate que ele gosou na minha boca e me fez engulir tudinho,eu me engasguei com tanta porra e ele disse
-Agora gatinha deita nesse sofá que seu garanhao aqui vai fazer voçe gosar.
Eu me deitei e abrir minhas pernas e ele caiu de boca na minha buçeta e chupava como um louco enfiava a lingua no meu buraquinho virgem e chupava meu clotoris eu estava louca de tanto tesao nao demorou muito gosei na boca dele tremi todinha e ele nao me deu tempo foi enfiando entremeio minhas pernas e enfiando aquele cacete enorme na minha bucetinha virgem dei um grito de dor mas ele não parou e enfiou tudo ate as bolas dele bate na minha bunda depois começou a socar com toda força soco soco ate me colocar de quatro passar um gel no meu cuzinhoe enfiou com tudo o cacete dele eu confeço que vi estrelinhas de tanta dor soco soco e logo depois deu um grito e gosou.
Apartir daquele dia sempre que ele estava na cidade ele me comia e comia gostoso,ele pagou todas as despesas da minha mãe ate ela falecer dois anos pois,meses depois da morte da minha mãe eu engravidei dele e ele comprou uma casa para mim e passou a pousada que meu pai era gerente para meu nome disse que era para garantir o meu sustento e o sustento do bebê,nasceu uma menina e ele morreu 11 meses depois e no testamento dele ele me deixou mais uma casa e um pouco de dinheiro.
Tomare que voçes tenham gostado deixem um recadinho para mim.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...

,

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Karla

    Eu teve uma vida mais ou menos asim tambem,,,meu pai lagou de minha mae eu tinha 6 anos com 9 fui morar na casa de meu pai,,,ele morava nos fundos da loja que ele trabalhava,,uma de material de costruçao,,,meu pai era padreiro e fasia orsamentos pra pessoas que ia construir,,,,a casa que nois morava era bem legal sala cozinha quarto e banheiro,,,eu estudava de manha e de tarde ficava em casa,,o patrao de meu pai tinha uns 35 anos e tinha um filho de 11 que ficava la em casa pra jente jogar psp 2,,,sempre que meu pai saia pra faser algo o sr Jeova ia levar lanxe pra jente,,ele comprou uma picina e montou la em casa feis um muro devidindo la pra os cachoros que vijiava nao pasar pro lado da casa,,,na primeira ves que tudo comesou meu pai foi na cidade vizinha e ia demorar,ai o sr Jeova veio aqui pra casa e dese vamos nadar esta calor o Juninho ja ficou de cueca e pulo na agua eu dese que nao tinha bikini ,,o sr Jeova dese entra de calsinha eu e o Junior tamos de cueca eu tava com vergonha ja tinha 10 anos e meu peito ja tinha os bicos grandinhos,,,,ele veio e pegou minha camizeta e tirou nosa que vergonha ele mi olhava,,,ele mi pegou e mi jogou na picina ele entru tambem,,ai comesamos brincar as veses ele mi abrasava era muito bom teve uma hora ele abrasou eu e o Junior junto e segurou nois o Junior foi sair ai ele segurando a cueca do junio ficou na mao dele como estava legal as bricadeiras nem importei pois ele mi segurava eu sentia as mao dele em meu peito as veses doia pois ele apertava,,ele dese tenta sair dos meus braços fui mergulhar num sei como minha calsinha ficou na mao dele pedi ele pra jogar ela pra mim ele jogou la lonje de fora da picina ele dese vcs esta sen nada eu vou ficar tambem, e tirou
    nosa o penes dele era grande depois de um tempinho nois tava ja bricando de novo ele me abrasou por traz senti o penes dele no meu bubum ai ele me suspendia e mi jogava era bom

  2. Sthefan

    Historia excitante, anota meu zap 986947501

  3. Coroa safado

    Gostei….. Coroa safado… 1194999-4350… Vamos conversar… Novinha

  4. Willerson costa carreira

    Vc perdeu uma mae mas ganhou uma princesa além do bode velho ter sido homem boa história gostaria de ter contato