# # # #

Cavalgando no papai bêbado (parte 3)

856 palavras | 3 |3.88
Por

Depois do acontecido ficamos um tempo sem sexo e algo de errado estava acontecendo.

Depois daquele dia com meu pai ele não me procurou mais embora eu ficasse se exibindo pra ele ficando só de cueca ou de toalha eu mostrando o cuzinho pra ele mas ele apenas recusava e dizia que não podia agora eu pensei que tinha feito algo de errado ou se ele não me queria mais, isso aconteceu depois que minha mãe chegou e meus pais nunca tiveram uma briga na minha frente então imaginei que isso não poderia ter acontecido então uma semana se passou e minha mãe falou toda a verdade comigo ela disse que papai tinha traído ela com outra mulher e que ela não poderia mais ficar naquela casa eu fiquei triste até chorei pois não queria q eles dois se deixassem mas também eu não podia fazer nada minha mãe disse que eu iria ficar com papai pois ela iria ficar morando com a vovó e iria trabalhar pra ter nossa própria casa e papai não deixou eu ir com ela eu já imaginava mas também tava triste pq papai traiu ela comigo ele já tinha comido o meu cuzinho que basicamente seria uma traição mas tudo se passou mamãe saiu de casa e a vovó não morava muito longe então eu poderia ir pra lá quando quisesse já que papai não fazia intriga por isso.

Depois da mudança passou uma semana e meu pai começou a beber ficando bêbado e passando a noite dormindo e uma dessas eu estava no meu quarto assistindo quando escuto ele chegando tava bem bêbado e me mandou ajudar ele logo fui e chegando perto vi sua rola novamente dura fiquei imaginando (será que ele não está mais pegando a mulher que mamãe falou) ele mandou eu levar ele pro banheiro pois ele precisava de um banho pra dormi, levei ele até o banheiro e mandei ele tirar a roupa mas ele não tava conseguindo então fiz o trabalho tirei sua blusa e seu short chegando na cueca aquele mastro duro igual uma pedra quando tirei a cueca levei um tapa da sua rola na cara ele deu um leve gemido e mandou eu mamar.

Eu- mas papai você precisa do seu banho.

Ele- vai logo Guilherme eu tomei um remédio pra ficar cm tesão sem querer.

Eu-mas eu tou com meu cuzinho apertadinho de novo então você não vai me comer assim .

Ele- cala boca e chupa logo pirralho viadinho

Coloquei a boca naquela rola pesada e durona não aguentei muito na boca pois tava muito grossa rapidamente ele manda eu deitar vou obedecendo o seu mandado e deito no chão do banheiro ele passa cuspi no meu cu e fica esfregando eu sem dizer nada fico só observando tava com muito tesão então deixei ele me usar enquanto abaixei a cara ele empurra sua rola de uma vez no meu cu me fazendo gritar.

Eu- AIIIII! TIRA PAPAI TA DOENDO MEU CUZINHO TA DOENDO MUITO VOCÊ VAI ME MATAR ASSIM.

ele- cala a boca os vizinhos vão ouvir.

Eu- meu cuzinho tá ardendo muito papai sua rola tá bem maior do que antes.

Sinto ele empurrando ela completa dentro de mim assim rasgando mais meu cuzinho com a dor não aguento e acabo desmaiando mas continuo sentindo suas socadas em mim quando acordo ainda fraquinho com o cuzinho ardendo e parecendo bem aberto passo a mão e tava inundada de sangue minha bunda toda cheia de sangue e o papai sentado no chão com a rola suja de poha e sangue fico apavorado e começo a chamar ele de doido e com medo de alguém chegar lavo minhas bunda ainda com dor derramando a água de sangue na sua boca e no seu corpo depois de terminar dou um banho nele também e mando ele ir sozinho pro quarto. Pra minha sorte tinha remédio de dor no armário e uma pomada muito boa para ferimentos e eu m cuidei papai se levantar e vai até o quarto e dorme igual um anjinho e vou dormi do seu lado ainda com dor mas eu o amava então não fiquei bravo. Acordo pela manhã com ele bolinando na minha bunda e olhando o meu cuzinho com uma cara de preocupado e de arrependimento pergunto a ele por que ele estava assim, e pede desculpas dizendo que foi muito idiota em ter feito aquilo comigo pois não deveria ter me machucado mas eu apenas deu um beijinho nele e disse que estava tudo bem e que eu iria melhorar aquele foi só um passo pra mim virar sua mulherzinha…

Meu telegram pra quem quiser me conhecer sou novinho
Faço RPG de sexo gosto de conversar não deixo ninguém no vácuo falo sobre outros assuntos também então chama aí, quem quiser me patrocinar pra me continuar escrevendo chama aí haha
⬇️⬇️⬇️⬇️⬇️⬇️

@bluzim

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,88 de 32 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Boquete13 ID:w73hy20k

    A cada conto você vai estragando a história

  • Responder Greg ID:gqbki3zra

    Conto estranho, cadê o tesão? Erros de escrita tem de sobra. Acho que seria bom uma revisão antes de publicar.

  • Responder Edson ID:1e9j0ny7lbev

    Não entendi o porquê do pai dele ter tomado remédio que deixou o pau dele duraço e maior. Mesmo bêbado ele contou isso pro filho e o arrombou. E a tal mulher que saía com seu pai? Será que deixou ele?
    Sei que é conto, tem mesmo alguns erros na escrita, mas também umas lacunas de acontecimentos que deixam no ar o que acontece na vida desse pai.