# # #

meu vizinho de 38 anos me comeu quando eu tinha 11 anos

699 palavras | 11 |4.46
Por

meu vizinho hétero mais velho tirou minha virgindade quando eu era garoto.

ISSO FOI REAL: Eu tinha 11 anos e morava numa vilarejo do interior do Pará que ainda era de estradinha de terra, por ser um garoto introvertido vivia em casa, eu tinha muita imaginação e vivia brincando no meu quintal em casa, brincava de casinha, imaginava monstros, dinossauros e essas coisas. Eu adorava encenar coisas na minha cabeça e vivia no mundo da fantasia no meu quintal, eu saia tinha as outras crianças que eu brincava, mas no geral eu ficava em casa. Pra situar a situação, meu vizinho era um senhor casado e com duas filhas bebes, ele era um homem hétero, rígido, másculo, machista, sexista e homofóbico, era madeireiro, isso eu sabia pelas coisas que vizinhança falava das brigas dele com a esposa, inclusive ele agredia ela. Nossas casas eram lado a lado separadas por uma velha cerca de madeira com várias falhas. Mamãe era professora e vivia na escola, meu pai vivia na nossa vendinha na feira, e eu ficava em casa. Um dia aleatório eu tava sozinho em casa e fui tomar banho de mangueira no quintal pra aproveitar pra brincar de água e coisas aquáticas na minha cabeça. então eu pulei na bacia pelado e fui tomar banho, ficava brincando jogando água pra cima, afinal eu estava sozinho e a porta de trás da casa dos vizinhos estava fechada. Brincando notei depois de um tempo que ele me observava de longe pela fenda da cerca curioso comigo brincando daquele jeito cheio de imaginação “meio gay”. Então eu fui levantar e sem querer soltei o cano que ficava no chão pra encher bacia de água, levantei da bacia pelado na maior inocência e fui tentar ajeitar mais soltava. ele entrou pela fenda da cerca e veio lá falar comigo com a seguinte frase “deixa eu ajeitar o cano meu filho tu não vai conseguir”, eu fiquei mudo então ele consertou. Eles sem camisa só com shorte fino, então ele se molhou no processo e ao invés de ir embora pós conserto do cano, ele tirou a roupa na minha frente e disse”me molhei todo ,vou me secar em casa”e tava com o pau um pouquinho semiereto, nada demais mesmo, mas tava “alerta”. Ai eu olhei para o pau dele porque eu realmente nunca tinha visto ao vivo um pênis de adulto, ai ele percebeu que eu observei e falou “bonito ele né filho, vc achou bonito?” eu n falei nada só dei um sorriso torto eu realmente tava em choque com aquele clima ai ele disse ” põe a mão pra vc ver como é ” eu fiquei mudo e ele veio perto de mim já com o pau duro e disse “vira ai pro titio por ele em você meu filho”, eu não me movi ai ele foi pra trás de mim e me pôs de 4, eu me moviia igual um fantoche, ele cuspiu no pau e colocou na entrada do meu cu e disse “já colocaram o pau em vc filho?” eu disse “não” ai ele respondeu “então agora tu vai ser minha”, e meteu e eu senti a dor insuportável, ai fui pra frente pra sair dos braços dele mas ele me imobilizou e disse “dói só no começo já vai passar meu amor”, eu chorando, ele ficou parado por um tempo e depois foi metendo, eu continuava sentindo dor porque ele devia ter 172 de altura, eu era criança, hoje mesmo ainda tenho 161, então eu era pequeno demais, os braços dele me imobilizavam, e ele meteu e meteu, gemia e gemia e apertava meus peitos como se eu fosse uma mulher, depois gemia “que cuzinho apertado filhinho”, “o cuzinho tá apertando o pau do titio”, até que ele apertou meus peitos com força e gemeu com muita força, hoje sei que ele tinha gozado dento de mim., ele finalizou falando “não fala pra ninguém meu filho”, tirou o pau de mim e vestiu a roupa e foi embora em 1 segundo.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,46 de 48 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Xará ID:19p27y8rk4

    Tinha um senhor que sempre me pedia para comprar alguma coisa e me dava um trocado.
    As vezes ficávamos conversando ele morava sozinho e um dia me convidou para ver umas revistas, entramos e começamos a folhear as revistas e logo ele tirou o pau para fora e começou a se masturbar.
    Ameacei ir embora, mas ele pediu para eu ficar e fazer o mesmo que ele, eu com 11 anos nunca tinha visto um pau de adulto e estava impressionado com o tamanho e grossura.
    De repente ele pegou no meu pau e pediu para fazer o mesmo no pau dele, eu me recusei, ele insistiu e eu peguei, mal conseguia fechar a mão e devagar comecei a masturba-lo e logo ele gozou, foi meu primeiro contato com a porra.
    Me deu um trocado e pediu segredo, por uns tempos não aconteceu nada, até que ele me chamou e disse que tinha revista nova e se eu não gostaria de ver e lá fomos nós, só que ele queria mais, queria gozar na minha bundinha, insistiu, mas só deixei dar umas encoxadas por cima da roupa, mas confesso que gostei de sentir o pau esfregando em mim.
    Comecei a imaginar qual seria a sensação em ter o cuzinho penetrado e apesar do medo tinha vontade de experimentar.
    Quando ele me chamou eu fui, estava nervoso e com medo, começamos com as encoxadas e não o impedi que ele tirasse minha bermuda e depois a cueca, ficando com meu cuzinho exposto, lembro da sensação gostosa da cabeça macia pincelando meu rego.
    Quando ele pediu para enfiar, eu deixei, então ele pegou um creme e me lambuzou, colocou bem na portinha e foi forçando e aos poucos meu anelzinho ia cedendo, ardia muito, então veio um dor mais forte e parte do pau estava dentro de mim, ele ficou parado e a dor foi diminuindo e mais umas bombadas e cacete estava todo dentro e logo o coroa gozou, pouco a pouco o pau amoleceu e saiu deixando a porra dentro de mim.
    Dias depois repetimos e dessa vez foi mais fácil e pude curtir o quanto é bom ter um pau duro dentro do cu

  • Responder Tarado ID:830x8enpqim

    Tomou banho peladinho no quintal é porque queria provocar o vizinho.
    Aqui na minha rua tem uns meninos dessa idade , como queria pegar eles.

    • Anônimo ID:8kqtlwo49b6

      Pegou ele?

  • Responder PutinhoqueamaZoo&Cp ID:6sugpwp6id0

    Que delícia

  • Responder Moderador ID:8ef6vikv9aj

    Colocar o “#Estrupo” para deixar os leitores avisados antes de começa a ler.

  • Responder luiz ID:dlns5khrd0

    Eu tambem tinha 11 anos quando dei para um adulto, ate hoje eu penso que foi a melhor tranza que ja tive na vida, passei 6 meses dando direto pra ele mas depois comecei da para varios omens, continua

    • Marcelo Ribeiro ID:bemlebbfv10

      Nem na minha época de moleque, e nem qdo era adolescente, tive qq tipo de envolvimento sexual com meninos. Nem troca-troca rolou. Não que eu seja contra, é que não rolou mesmo, não tinha como devido a marcação cerrada dos meus avós, que me criaram desde os cinco anos. Meu primeiro contato sexual com pessoas do mesmo sexo, foi a uns bons anos atrás, vinte e três pra ser exato. Eu morava num prédio antigo de três andares, que nem elevador tinha. Esse ap foi me dado por meu avô como herança, e eu gostava de morar lá. A vizinhança era ótima, e eu tinha amizade com a maioria dos moradores de lá. Qdo divorciei, minha ex foi embora, voltou a morar com os pais, e eu fiquei sozinho, aliás nunca mais casei, um casamento bastou pra eu não querer mais. Enfim, qdo “ele” mudou pra lá, algo me dizia que ia acabar rolando algo. Quem era “ele” ?
      Arhur, 11a, loirinho, olhos claros, super inteligente, mas era tão dengoso, mas tão dengoso, que não foi preciso muito esforço pra notar, ou melhor, pra ter ceteza qual “era” a dele”. E o melhor…fui o primeiro.
      Mas só rolou seis meses depois dele ter mudado pra lá, e ter certeza que era mesmo o que queria. Não acreditei que aquele “pirralhinho” de 1,51 de altura, fosse capaz de aguentar 18cm de rola dura no cusinho, logo na primeira vez. Mas ele foi esforçado, e valente demais acima de tudo. Chorou…gemeu, e implorou pra eu gozar logo pq não estava aguentando mais, porém, como falei, ele se superou. É lógico que fui paciente, cuidadoso, e extremamente carinhoso, e torei as preguinhas dele com gosto, depois de já estarmos brincando à alguns meses. Me apeguei tanto aquele garoto, e ele a mim, que “nosso caso” durou coisa de três anos, e ele se esmerava na cama, para o meu deleite. Enfim, ele foi o primeira pessoa do mesmo sexo com quem me relacionei. Depois tomei gosto pela coisa, e desde então qdo pinta uma oportunidade, não rechaço. Já peguei muitas ninas e ninos desde então, e não tenho preferência, o que vier, é sempre benvindo.

    • Dilian SC ID:gqc0tg49jp

      Oi eu tbm dei com 11 anos na epoca para um adulto que era empregado do meu pai tbm fiquei dando para ele por mais de ano

  • Responder Branquinho ID:dlo3mj9v14

    Continua se tiver mais dessa história

    • DOM ORFHEU ID:41ih0os5v9a9

      vc relatou como vc foi estuprado, mas vc inconcientemente foi submisso pq essa e sua natureza, imagino que depois dessa vez ele te fodeu mtas outras vezes e quero saber como foi

    • Paizaosafado ID:g3jc2akzl4

      Delixiaaaa queria ser ele e fazer vc de putinha todo dia me chama telegran @carxavier