#

Quando comecei a foder vacas (7 vacas)

2163 palavras | 17 |4.87
Por

Depois de transar com cadelas, a vez foi das vacas.

Após relatar algumas das dezenas de experiências sexuais que tive com cadelas de um primo, quando no cio, minha perversão começou a extrapolar alguns limites… Desde a primeira vez em que transei com uma cadela e adianto que é maravilhoso, fiz sexo em torno de 50 vezes no período de 1 ano ou seja, dos 16 aos 17 anos de idade transei cerca de vezes com as cadelas dele e, sempre no cio e algumas poucas vezes cheguei a fazer vezes por dia quando estavam no auge do cio e portanto o momento que não permitia deixar passar.
Como disse, minha perversão começou a querer testar outras fêmeas, já que as cadelas nem sempre estavam no cio que era quando eu mais as desejava. Como na época eu morava bem no interior e tínhamos vários animais, isso não seria um problema, mas minha primeira vez com uma vaca da raça girolando, tenho que descrever até porque foi icônica como a primeira foda que tive com uma cadela…
Tenho 1,78 de altura, uns 80 kg, bastante forte, olhos azuis esverdeados, um sorriso que me orgulha até hoje e dono de um pênis de 19cm por quase 6cm de diâmetro. Em resumo, uma tora quando está duro, mas pior ainda quando o tesão extremo a ponto de doer o pau todo. Simplesmente não baixa nem com duas transas às vezes…
Eu estava fazendo a limpeza no curral do sítio dos meus pais. Algumas vacas ainda estavam presas no local da ordenha, mas apenas aguardando serem soltas o que eu não havia feito ainda porque estava limpando o pátio para onde elas iriam depois e na sequência para o pasto… Enquanto eu juntava e jogava numa composteira os sólidos que as vacas faziam, umas 4 ou 5 estavam no local que eu limpava e todas sempre foram muito mansas. Naquele dia eu estava com bastante tesão desde cedo porque sabia que teria alguma cadela do meu primo no cio, mas como ele andava controlando-as depois que ele descobriu que eu às traçava, isso dificultou e muito para mim.
Eu lembro que as vacas estavam mais dispersas mas uma delas, da raça girolando, de porte grande, muito forte, vivia a espreita de mim, meio que me perseguindo mas não tinha dado muita bola porque elas são curiosas e na minha cabeça só figurava uma buceta de cadela, mas isso começou a mudar depois que essa girolando de nome “Mineira”, chegou perto de mim e deu uma lambida no meu braço. A linguada que ela tinha dado era quente e muito babada, mas áspera ao ponto de arrepiar o corpo e foi o que me aconteceu. Me arrepiou quase inteiramente, mas algo estranho acontecera na minha virilha. Meu pau reagiu quase que instantaneamente ficando pouco mais que meia bomba e só não ficou de pé por conta da minha calça jeans. O que a Mineira tinha feito além de muito provocante para mim, foi gostoso e me fez pensar bobagem, enfim, porque não se ela afinal de contas também era uma fêmea e quem sabe estivesse com tesão e vontade de transar…
Resolvi soltar o botão da minha calça, abri o zíper mas deixei meu pau lá dentro da cueca, apenas frouxei para que pudesse ficar mais solto e à vontade. Continuei ainda por alguns segundos o que eu fazia e a Mineira ao meu lado, me observando bem de perto até que chegou com o fucinho bem perto da minha cintura, como querendo se aproximar da minha virilha, e cheirando deu uma baita lambida que pegou na minha calça e mexeu de cheio no meu cacete. Isso fez com que ficasse duro e muito, o volume ficou evidente e meu tesão querendo me matar da vontade. Resolvi tira o pau para fora da calça, ainda que com certo receio e em alguns segundos ela veio novamente cheirando meu pau e deu uma lambida babada e áspera que foi fantástica. Minha reação meio que de susto, meio espantou ela que foi pouco para minha frente e resolvi colocar a mão sobre a “garupa” dela e passando a mão para a região traseira da safada… Ela ficou estática e vi que erguei e pôs o rabo para o lado, deixando à mostra a maior buceta que eu já tinha visto na vida.
A vaca no cio não fica com a buceta maior como as cadelas, mas ficam bastante inchadas mas num vermelho fogo por dentro e escorrem um líquido. Eu queria saber se àquela fêmea safada estava no cio e fui direto na xana dela, abri com os dedos e percebi um vermelhão no interior e a buceta que normalmente é molenga, estava bem durinha… Pensei na hora que eu era um cara de muita sorte!
Como a buceta dela ficava além da altura que meu pau poderia penetrá-la, eu teria que dar um jeito de subir para alcança-la. Fui até onde estavam as vacas da ordenha e peguei um banquinho e coloquei atrás da Mineira que nem se mexia, subi no banquinho e ainda com o pau de fora, apenas admirei o tamanho da bunda daquela vaca. Colocava as mãos e fazia carinho para deixa-la mais à vontade e não se assustar comigo.
Era uma buceta bem grande, carnuda, bem durinha e fofa. Uma racha que não tem como errar o alvo com o pau duro. Qualquer estocada para frente entraria em algum lugar (ou buceta ou cú), mas era a buceta que eu comeria logo logo…
Comecei a brincar com meu pau na racha dela. Quando meu pau fica bem duro, o prepúcio fica todo para trás, e a grande fica toda à mostra, sem esforço e assim comecei a passar meu pau na bucetona dela. Depois de algumas passadas com a cabeça do pau na entrada da vagina dela, ficou molhadão e quando eu passava o pau, a entradinha só abria e a cabeça do pau passava por dentro e pude sentir o calor dela que era ótimo, muito macio e dava vontade de meter a vara, mas quando enquanto eu pincelava meu cacete na entrada da buceta dela, ela veio para trás e me desequilibou do banquinho. Imaginei colocar ela com a traseira mais para uma parede, onde eu teria mais apoio com as mãos e mais fácil de agir e fudê-la. Foi o que fiz. Coloquei ela com a bunda para uma das paredes onde eu coloquei o banquinho e quando subí, fiz carinho, e ela bem de boa. Resolví pincelar o pau novamente e depois de umas passadas, ela molhada, ela simplesmente veio novamente para trás e me prendeu atrás dela, ficando ela, eu e a parede, mas agora meu pau estava todo dentro dela e o pior e que eu não tinha feito nada para meter nela.
Ela ficou me prensando contra a parede e eu não queria sair dalí. Estava com o pau dentro da vagina dela. Era quante, muito macia e molhada mas acho que o restante da buceta que ficava envolvendo meu pau e prensando minha virilha tenha sido a parte mais interessante. Eu fiquei alí, sem nenhuma reação por alguns segundos e sem intenção nenhuma em sair. Já era bom e eu queria sentir cada segundo.
Meu tesão começou a ficar gigante dentro dela. Meu pau parecia que estava com a cabeça estourando e eu queria fazer o vai e vem, mas ela me prensando contra a parede. Comecei bem devagar e ela foi se contorcendo meio para baixo, tipo para meu pau ficar mais adequado nela, tipo posição em que vai fazer xixi. Eu imaginei que aquilo era porque estava gostando e não perdi tempo e agarrei logo nas ancas dela e fiu forçando ela para a frente e puxando para fora meu pau. Esse movimento fez que ela fosse um pouco para frente e tive a liberdade que eu precisava para socar nela o que eu queria e foi bem isso que fiz e fiz com muita vontade. Era uma fêmea e eu seu macho naquele momento e me comportei como tal.
Soquei bastante na buceta da Mineira e ela me deixou com o pau, a virilha, saco, coxas e tudo mais molhado dela. Sexo com vaca é bom sim, mas o pior é que parece que nunca mata de verdade a vontade do cara e fico sempre querendo novamente. Meu pau estava dentro dela num vai e vem gostoso, quentinho e eu não queria tirar NUNCA, e de tanto meter nela ela começou a pulsar bastante líquido para fora da buceta, ainda comigo metendo nela e isso também era super gostoso, mas me deixou todo molhado da cintura para baixo. Acredite, as pernas ficaram todas lambuzadas dela, mas o cheiro então é o que não teria como explicar. O cheiro da buceta delas é bem forte e no meu caso, eu estava fedendo à buceta dela.
Enfim, meti muito naquela vaca. Acredito que por pelo menos 30 minutos, até derramar meu sêmen 19cm a dentro daquela bucetona. Gozei bastante e pelos 10 minutos seguintes me saciou…
Imagine o tesão dos 17/18 anos… não tinha fim. O que eu havia feito há alguns minutos com uma vaca no curral, eu faria com as 6 que estavam presas no local da ordenha… Logo depois de fuder a Mineira, comecei a ficar novamente com um tesão louco e resolvi ir para trás das vacas que estavam presas nos seus locais de ordenha e comecei a meter meu pau em cada uma delas, mas não gozaria tão cedo, então resolvi me deliciar de cada uma das 6 bucetas que meu pau haveria de experimentar na próxima hora…
No momento eu lembro que não estava com as calças mas o pau todo sujo da foda anterior. Comecei a meter na primeira vaca e fiquei por uns 5 minutos, passei para a segunda, uns 5 ou pouco menos, a terceira e assim foi. Eu socava com muita vontade para não dizer raiva. Socava porque queria sentir bater com força àquelas bucetas todas na base do meu pau, fofando minha virilha, e por mim, colocaria até as bolas nelas. Foi sexo pra caramba e foi a única vez que fodi com 7 vacas por 1,5 horas no mesmo dia. Foi uma primeira vez inesquecível. Pior foi o cheirão de buceta de vaca que ficou depois… Só com um baita banho para tirar. Quando eu estava no final, quase gozando pela segunda e última vez naquele dia, meu pau estava super inchado, a cabeça do pau (glande) já não sentia muito e eu estava exausto ao extremo, mas me sentindo um touro. Não aguentaria fazer mais nada depois daquilo, afinal, foram 7 vacas cobertas por este macho, ainda que apenas duas tenham recebido minha porra reprodutiva, mas a vontade era de ter um pau de 50cm e deixar 1L de porra dentro de cada uma delas.
Transar com cadelas e vacas é algo totalmente diferente. Cada uma tem seus pontos fortes e é difícil dizer qual é a melhor fêmea. A cadela no cio é algo espetacular, mas uma vaca tem a vantagem que pode fuder todo dia e todo dia é molhada, fofa e pode dá-lhes pica com força que não tem erro. A cadela no cio te aperta o cacete, tem umas que ficam molhadas e te molham todo, mas se o cara ficar fudendo com uma vaca por uns 5 minutos se bobiar ela até mija no cara e com o pau dentro delas.
Sou de experimentar as duas e tirar as próprias conclusões, mas começaria com uma vaca porque não mata toda a vontade de fuder do cara e terminaria matando a vontade com uma cadela no cio. Se depois ainda sentir as pernas, te invejo e você deve estar em excelente forma física!!!
Depois disso, meti minha pica incontáveis vezes dos 17/18 anos até os 23. Transei quase todo dia e como trabalhava diretamente com elas, muitas vezes fazia sexo pela manhã (umas 05:00 ou 06:00 horas da manhã) e depois no mesmo horário à noite (17:00 – 18:00), mas nunca mais fiz com 7 vacas no mesmo dia e sequência, mas bem que eu gostaria de repetir…
Depois disso, me dediquei e meter meu pau numa buceta de vaca todos os dias por 5 ou 6 anos e ter meu pau dentro de uma fêmea, molhada, gozando nelas, seria um projeto de vida perfeito.
Logo contarei como fazia para traçar as vacas no mato, quando fazer sexo com elas apenas duas vezes por dia já não era suficiente…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,87 de 15 votos)

Por #

17 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Alice

    Eu amei gostaria de ver um homem gostoso comendo eu e uma cadelinha

    • Sexogang

      Acho que talvez a cadelinha vá sobrar na história… 😋😋😋😏😏😏

  • Responder Mi

    Deve estar cheio de doenças nojentos

  • Responder Luiz

    E gostosa de mais. Tenho maio saudades de meter dinovo. Até pagaria para isso

  • Responder Luiz

    Tenho muita saudades de Quando comi as vacas também. Na próxima mi chama

    • Sexogang

      Conta como foi Luiz. O que achou de trepar com as vacas? Foi gostoso?

    • Sexogang

      Logo conto de algumas transas que tive com as vacas. A maioria aconteceu no meio do mato ou pela manhã e/ou a noite na estrebaria. Cadelas e vacas são muito diferentes quanto ao sexo. Adoro as duas bucetas mas, se a cadela estiver no cio, certamente é preferência!!! A vaca no cio também é boa demais e é socar e socar forte, de tudo que é jeito e mil vezes que elas aguentam tudo. O cara é que não aguenta com elas… Hehehehe

  • Responder Gaby

    Oii amigo tenho uma cadela bucetuda, e ela tá no cio.. Se quiser eu te passo fotos dela. Se tiver telegram: https://t.me/gabygarcia20

    • Gaby

      Eu adoraria ter tal experiência

    • Sexogang

      Então Gaby, qual experiência você gostaria de ter? Fuder essa cadela bucetuda ou as vacas? A diferença na minha opinião é a qualidade. Uma cadela no cio o cara com muito tesão, consegue fuder umas 7 vezes no dia mas uma vaca, tranquilo umas 15 vezes e socando forte!!!

    • Sexogang

      Cadela no auge do cio é punk. Ela quer o cara dentro dela. Ela detona o cara e fica um gosto de quero mais… Te garanto que depois da quarta não sente mais o pau…

    • Papai

      Eu prático to procurando outros praticantes
      Tele: papai_do_preser

    • Luiz

      Gostaria de conversa con Vc. Quem sabe marcar uma cruzada

  • Responder Alex

    Conto massa demais, quem quiser parceria no zoo: @alexeetc no telegram

    • Sexogang

      Já experimentou uma vaca ou cadela no cio Alex? Me conta o que achou? O que sentiu?

    • Luiz

      Sinto muito tesão

    • Sexogang

      Marcar uma “cruzada”… 🔥😈😏😏😏
      E porquê não né?!? Você gostaria de cruzar com uma vaca, cadela ou…
      Nunca trepei com uma fêmea dividindo com outro macho, mas acho bem cativante..
      Então “Luiz” você é de onde?