# # #

Meu pai comeu minha amiga safadinha!

1242 palavras | 5 |4.46
Por

Quando era uma 16h a minha amiga chegou aqui em casa, aí eu levei ela pro meu quarto, a gente sentou na minha cama e ficamos nos olhando por uns segundos sem falar nenhuma palavra. Até que eu aproximei minha cabeça da dela e a beijei, ficamos uns 10 segundos nos beijando, e nesse tempo ela ficou acariciando os meus peitos, que já estavam durinhos, rsrs.

Depois do beijo nós ficamos nos olhando por mais um tempinho, aí ela falou – Então… Cadê o tal vídeo que queria me mostrar?. Eu – Vídeo não, filme, rsrs. Aí eu peguei o notebook do meu irmão, sentei ao lado da minha amiga, aí abri o note, e como o vídeo já tava aberto, eu só reiniciei e dei play.

Ela ficou boquiaberta durante os quase de 40 minutos de vídeo, em seguida falou – Caramba amiga, você fez isso tudo com seus irmãos e com seu pai?!. Eu – Aham. Ela – E foi bom?. Eu – Foi o melhor dia da minha vida, rsrsrs. Aí ela começou a ver o vídeo de novo, foi direto pra parte onde eu tava em cima do meu irmão mais velho enquanto o mais novo tava atrás de mim e meu pai fodendo minha boca, rsrs.

Logo vi ela alisando sua bucetinha por cima da sua calcinha, já que ela vestia saia, ela olhava na direção do pau do meu pai e mordia seu lábio inferior. A safadinha tava se masturbando pro pau do meu pai, rsrs, aí eu falei – É aí? Quer “conhecer” meu pai?. Ela – Ele tá em casa?. Eu – Você quer né, sabia… Mas ele não tá em casa agora… Só de noite. Ela – A gente pode fazer igual quando tu fez pro teu irmão me comer, rsrsrs. Eu – Pode ser… Mas você quer mesmo?. Ela – Quero sim, rsrs. Eu – Então tá combinado, rsrs. Ela – Tô nervosa agora, rsrs. Eu – Você tá é ficando bem safadinha, rsrs… Se um dia teu irmão perceber isso você tá ferrada, rsrs.

Mais tarde, quando era umas 22h, meu pai tava em casa já, aí eu fui até ele, e quando eu cheguei na sala, meu pai tava assistindo TV, pois não havia mais ninguém acordado, além dele, de mim e de minha amiga, rsrs. Aí eu pulei no colo do meu pai e dei um beijo na boca dele, que falou – Oi filha?. Eu – Oi paizinho, rsrs… Pai, eu tenho uma surpresa pra você!. Ele – O que é? Eu – Espera aqui, que eu vou busca-lá!.

Aí eu fui até meu quarto buscar minha amiga, que tava bem nervosa, em seguida fomos pra sala, aí eu apresentei ela pro meu pai, eu disse – Pai essa é a Letícia, minha melhor amiga… Ela queria muito te conhecer, rsrs. Aí ele deu um beijo no rosto da minha amiga e disse – É um prazer te conhecer Lêh… Posso te chamar assim?. Ela – O prazer é todo meu… E pode me chamar assim sim, rsrs. Ele – Tem quantos anos Lêh?. Ela – 11 por que?. Ele – Nada não, rsrs.

Aí meu pai disse pra gente ficar a vontade, então eu e minha amiga sentamos do lado dele, que tava vendo um jogo de futebol do time dele. Um tempo depois eu comecei a alisar a coxa da minha amiga que fez o mesmo comigo, em seguida eu pulei no colo do meu pai de frente pra ele e o beijei (selinho), em seguida fiquei uns segundos rebolando em cima dele, aí eu falei no seu ouvido – Olha bem pra Letícia… Eu vou pedir pra ela se levantar para você ver ela… E depois me fala se gostou.

Aí eu falei pra minha amiga se levantar e ficar de frente pro meu pai, ela se levantou e ficou de pé na frente dele, Letícia estava usando uma sainha branca bem curta e uma mini-blusa preta. Aí eu falei para ela girar, e no que ela girou, a sua saia subiu, fazendo a sua bundinha aparecer diante dos olhos do meu pai, que sorriu e falou – Eu gostei muito filha… Sua amiga é muito linda.

Depois eu fui até minha amiga e pisquei pra ela, aí a gente se beijou de língua, rsrs, depois de uns 10 segundos, olhei pro meu pai e ela tava todo sorridente ao ver a filhinha dele beijando outra garota. Depois eu falei pra minha amiga abraçar meu pai, ela abraçou e meu pai retribuiu o abraço, e nesse abraço eu vi a mão do meu pai repousar sobre a bundinha da minha amiga.

Aí eu tirei meu shortinho e comecei a alisar minha buceta por cima da calcinha, enquanto via meu pai alisar a bunda da minha amiga. Em seguida meu pai virou minha amiga de costas pra ele e começou a acariciar a barriga dela, que estava gostando muito daquilo, rsrs. Aí eu tirei minha calcinha, sentei no sofá e continuei me masturbando, agora ficava enfiando meu dedo na minha buceta, que tava molhadinha já.

Um tempo depois meu pai enfiou a mão dentro da calcinha da minha amiga e começou a masturbar ela, que logo soltou seu primeiro gemidinho, que deixou meu pai bastante excitado. Aí meu pai desceu a calcinha da minha amiga e sentou ela do meu lado, em seguida se ajoelhou na frente dela e começou a chupar a bucetinha dela.

Ele ficou uns minutos chupando minha amiga, enquanto isso eu fiquei me masturbando, até que ouvimos meu irmão caçula chamar meu pai, que se levantou e sentou no sofá todo assustado. Aí minha amiga se vestiu rapidinho, eu também me vesti, em seguida meu irmãozinho parou na frente do meu pai e falou – Tive um pesadelo pai. Meu pai – Vem comigo, vou te levar pra tua cama.

Meu pai então se levantou e levou meu irmão pro quarto dele, em seguida voltou pra sala, onde eu e minha amiga estávamos nos beijando e acariciando o peito uma da outra, rsrs. Ele então sentou do nosso lado, tirou seu pau pra fora e começou a se masturbar, em seguida eu tirei a calcinha da minha amiga e olhei pro meu pai.

Aí eu comecei a chupar a bucetinha dela, que escorregou e deitou no colo do meu pai, que levou suas mãos até os peitos dela e ficou apertando eles. Depois eu sentei no sofá em cima das pernas da minha amiga, aí tirei minha roupa e fiquei peladinha, meu pai esticou os braços de minha amiga e tirou a blusa dela, em seguida eu estiquei os pés dela e puxei a sua saia pra baixo, deixando minha amiga peladinha também.

Meu pai começou a tirar a sua roupa e logo tava pelado também, aí eu dei uma chupadinha no seu pau e falei – Vamos pro teu quarto pai. Ele – Com tua mãe lá?. Eu – Ela tá em casa? Não vai pro hospital hoje?. Ele – Hoje não!… Só amanhã de manhã, e bem cedo. Eu – Então vamos pro meu quarto. Ele – Tá bom, vamos logo.

Continua…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,46 de 26 votos)

Por # # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder pau

    q tesão adorei c querer so disse um oi

  • Responder TIO

    Muito bom

  • Responder Rafaella

    Muito bem contado… Beijos !

  • Responder Putão

    Sabe como esse conto ficaria legal, primeiro se fosse uma ‘namoradinha’ do ‘filho’ e que o pai comesse ela sem ‘ser consensual’ tipo uma pai otário que vai e come a namorada gostosinha do filho.

  • Responder ....

    Tá ficando MT grande a história , começa alguma do zero novamente vc escreve bem