#

Amiga viúva da minha mãe

550 palavras | 0 |3.82
Por

A amiga da minha mãe ficou viúva há um ano, e eu sempre ajudando ela no que precisasse, eu jovem 23 anos, todo prestativo e cheio de energia. Ela uma mulher de 47 anos, baixinha e um pouco gordinha, mas gostosinha.

Então ajudava ela em tudo que precisava como ir ao mercado, ao banco, sair. Um dia indo ao banco ela falou que quando era mais nova adorava sair, que dançava muito e era bem agitada, fazia sexo casual, levei um susto ela falando disso, e falou que agora tava sozinha sem ninguém. Eu disse que estava lá para o que ela precisasse, ela ficou animada, mas preocupada se eu estava só brincando com ela, eu estava dirigindo, então peguei na coxa dela e desci até a buceta dela e falei que eu ia fazer ela se sentir mulher novamente quando chegar em casa.

Ela ficou toda animada e disse para eu ter cuidado com ela, pois fazia tempo que não ficava com ninguém. Eu já estava louco de tesão, ela a mais de um ano sem fazer sexo, queria fazer ela gozar muito no meu pau.

Ao chegarmos na casa dela, ela foi tomar banho e falou para eu banhar também para pegar ela. Então banhei e fiquei esperando ela na sala. Ela desceu com todo estilo, com uma lingerie toda linda, eu já fiquei animado e com o pau duro. Peguei ela e beijou muito e roçando meu pau na buceta dela por cima da calcinha. Disse que queria pegar ela em todos os cantos da casa. A cada dela era grande e tinha um quintal grande, eu era louco para pegar ela ao ar livre, então levei ela para fora e coloquei ele entrei a parede e meu corpo de costas para mim, tirei a roupa dela e a minha, fiquei passando meu pau entre a bunda dela, ficou muito gostoso ela ficou toda babada na bunda, e ficava empinando a bunda e eu passando o pau na bunda dela e no cuzinho que já estava durinho, acho que ela queria dar ele, então de tanto a gente de esfregar ela empinou bem a bunda e meu pau durão entrou a cabecinha no cu dela, que sensação gostosa, o cu dela tava durinho, meu pau entrou tão gostoso que ela nem reclamou, ficou rebolando e apertando meu pau.

E ela falando e gemendo: comer bem gostoso, goza no meu cu, eu estava sedenta por um pau no meu cu, seu gostoso. Você vai ser meu comedor.
Eu: serei sim, quero explorar você toda, e comer ainda por toda essa casa e quintal.

Então ela ficou de quatro e eu socando, até eu e ela gozar, pensa numa mulher que gozou bastante, parecia uma cachoeira. Terminamos e ficamos nos beijando e se amando. Ela disse que eu seria o novinho dela, o homem dela. Que esteve apaixonada por mim. E eu ele no sou bobo, disse que seria o comedor dela. Que ela era minha puta agora. Banhamos juntos e fui para casa pensando no sexo gostoso que fizemos. Depois ela me mandou um áudio agradecendo e que esse seria nosso segredo. Que ia precisar de mim com mais frequência agora.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,82 de 17 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos