,

Flagrando meu primeiro comendo nosso priminho

Há 3 meses Por 12 ★ 4.21

ola, podem me chamar de gabi e sou uma garota magrinha, pequena, e as vezes timida. Não sou muito proxima da minha familia por parte do meu pai, pois todos moram longe, mas sempre davamos um geito de nos encontrar, nosos encotros eram mais freguentes quando era criança, mas com forme foi crecendo ficavamos mais separados. Na infancia eu amava esses encontros principalmente por causa dos meus primos. Eu tinha dois primos mais velhos , Fernando de 14 anos e o outro de Samuel de 11 anos, mesmo os eles sendo garotos e eu garota nos davamos muito bem, nossos pais ficaram surpresos por nossa amizade, mas mau sabiam eles o real motivo. Nossos tres tinhamos um segredo, sempre que surgia a oportunidade achavamos um lugar para ficar sozinhos e então iamos brincar. Ficavamos os tres no quarto trancados, todos pelados, explarando o corpo um do outros, adorava ver e mexer com os paus duros dos meus primos, e eles tambem adorava a minha bucetinha, mesmo tão novos sabiamos nos divertir como adultos. Ficavamos horas la peladinhos, eu chupando o pau de um enquanto o outro me chupava ou esfregava seu penis na minha vagina.
Todo encontro de familia faziamos questão de brincar, mas infelizmente não podemos mais continuar. Passamos muito anos sem contato, eu ainda lembrava das nossas brincadeiras e sentia saudade. Ate que uma oportunidade surgio de nos encontra de novo. Um tio tinha uma casa de prai e chamou os parentes para passar o feriadão la, como meus pais tinham saudade do contato da famila então foram. Como moravamos mais longe, fomos os ultimos a chegar, todos os outros ja tinham chegado faz tempo e organizado tudo. Nossa chega foi bem calorosa ja que nãp viamos faz tempo, enquanto respondia as perguntas das tias eu ficava a todo momento encontra meus primos mais velhos. Como tinha se passado muito tempo fiquei sabendo das atualizações, como que Fernando estava fazendo intercanbio, o que me deixou triste por que queria ver ele, mas felizmente Samuel estava la, tambem fiquei sabendo que tinha mais quatro primos mais novo e dois deles estavam la. Uma menina chamada Paula e o outro Augusto.
Quando finalmente me livrei de todas as minhas tias foi procurar meu primo. Fiquei explorando a casa atras dele e estava dificil, estava ansiosa para ver ele de novo tinha visto fotos dele na internet antes de ir para casa, ele estava perto de fazer 20 anos e a faze das espinha tinha passado então Sameul tinha ficado bem bonito. Ja estava querendo desistir da minha procura, mas foi ver nos fundos da casa, onde ficava o ‘quartinho dos fundos, chegeui perto da porta e escutei uns barulhos estranhos, abri a porta de vagar para verificar e não estava preparada para aquilo que tinha acabado de ver.
Estava paralizada vendo a cena, do meu primo Sameul penetrando o seu pau no cuzinho do meu outro primos de 10 anos Augusto. O menino se encontrava de quatro, com a bundinha empinada enquato o mais velhor saia e entrava no cuzinho. Os dois gemiao muito e eu fiquei espiando na porta, eles não perceberam eu ali. Ao assistir a cena estava ficando extremante excitada, minha calcinha ficava cada vez mais molhada toda vez que via meu primo penetrando o garoto. Assim que terminaram Samuel finalmete notou minha presença. Ele ficou totalmete assustado e o menino tambem, mas foi logo o acaumando dizendo que não ia contar para ninguem oque eu vi. Que na verdade a cena deles tinha me excitado muito. Augusto que tinha começado a chorar implorando para eu não contar para ninguem. Fiquei com pena dos garoto e foi dizendo, que não ia fazer isso. Samuel pedio para o garoto ir tomar banho e se aculmar enquato conversava comigo.
Estava so nossos dois dois no quarto, Samuel começou a contar da historia dos dois, de como eles começaram a se ralacinor e do começo ele não queria pensar no menino daquela maneira, mas no final ele não resistiu, da primeira vez deles e que quando terminou ele se sentiu muito mal, mas quando encontrou o menino de novo Augusto tinha perguntado de quando eles poderiam repetir e a parti dai eles faziam sempre. Falei que não jugava ele, que entendia, e toquei na nossa infancia e conversamos por horas sobre nossos desejos.
Augusto voltou, ja calmo e pedi para conversa com ele, perguntei da relação deles e como ele se sentia. O menino confessou que no começo não sabia oque estava acontecendo, mas ele amava fazer aquilo. Expliquei que na infancia eu tambem foi apresentada ao sexo nova e que eu adorava aquilo. Terminamos de conversa e voltamos para onde todo mundo estava figindo que estava tudo normal. Fiz um pedido ao meu primo, falei de como estava excitada assistindo os dois tranzando e queria poder ver de novo. Combinamos de madrugada nos encontrar no quartinho. Fiquei contando as horas para chegar logo. Assim que deu a hora marcada foi para o quarto. Aquando cheguei não tinha niguem e fiquei com medo deles não virem, mas logo os dois chegaram. O mais velho começou a explicar oque eu estava fazendo ali e que eu ia assistir. Samuel sentou na cama e o menino se ajuelhou na frente dele, percebi que ele ja estava ficando duro, o meu priminho tirou a cueca e pegou o pau na mãozinha e começou a lamber a cabeça, e assim o pau ficava mais duro, o menor lambia e chupava o penis e parecia bastante acustumado, parecendo que era ja fazia isso a bastante tempo. Samuel gozou na cara do garoto, e logo em seguida o fez deitar na cama, tirou o pijama do menino e eu vi o a pauzinho ja estava durinho. O maior tirou da gaveta um lubrificante passou nos dedos e começou a chupar o penis infantou do menino enquanto pentreva os dedos no garoto. Augosto dava pequenos gemidos e se contorcia. Eu estava sentada em uma cadeira perto da cama assistindo de camarote, estava com um vestido babydoll e sem calcinha. Quando o Samuel parou de preparar o menino, abriu bem as perninhas e se posiciomar para pentrar. O pau do meu primo mais velho era grosso e fiquei vendo ele entrar de vagar no cuzinho. Vi o pau do meu primo ser engolido pelo cuzinho, naquela altura minha buceta estava pingando e estava me mastubando vendo Samuel comendo o nosso priminho, o maior estava gemendo muito. Toda vez que via o pau entrando e saindo de Augosto mais molhada eu ficava, ele aumentou a velocidade a quando estava perto de gozar ele tirou o penis dentro do menino e gozou na barriga e com isso acabei gozando tambem. Depois de limpar o menor nos voltamos a para nossos quartos.
No resto do feriado fiquei me encontrando com meus primos e esse foi o melhor encontro de familia de todos.
(Então vou terminar aqui, desculpa por quanquer erro. Quando escrevo esses contos fico bastante excitada e por isso quero compartinha com pessoas. Se você conhecer algum outro site para eu compartinhar meus contos iria agradecer. Leiam meus outros contos. Meu email.- [email protected], telegram- babyloli12 e insta- lolipop2.1­­_ )

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,21 de 19 votos)
Loading...

Por ,

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. John Deere,Matador de Veados

    Queria ter sido eu pra estar no seu lugar,mas ao invés de curtir,eu ia acabar com essa veadagem toda duma só vez,viu vadia?
    Cuidado veadada,o titio John Deere está pelas ruas!

    • Gabi

      Nossa que medo. Na vida real deve ser um broxa

    • John Deere,Matador De Veados

      Na verdade eu gosto mesmo. Gosto de pica, de pica bem grande pra rasgar meu cu, mas fico com raiva porque pra os caras me comerem eu tenho que pagar porque eu sou muito feio.
      Tenho muita raiva também porque minha mãe era drogada e prostituta e peguei dela o bichinho da goiaba.
      Ainda vou contar minha história aqui, de como fui uma criança fodida por muitos homens.
      Comecei a dar o cu cedo no brega onde minha mãe trabalhava. Os machos metiam nela e em mim.

    • Anônimo

      Jonh vc é de qual parte do Brasil?

    • John Deere,Matador de Veados

      É John,e não Jonh,veado
      Veado burro nunca vi,juntar dois numa coisa só

    • John Deere,Matador de Veados

      De que parte do Brasil eu sou,veado?
      Vou te responder,tá bom?
      Eu não sou do Norte mas também não sou do Sul,não moro numa cidade grande mas também ela não é pequena,meu estado não é o mais pobre mas também não é o mais rico,onde moro não é quente mas também não faz frio
      Descobriu de que parte do Brasil eu sou,veado?

  2. Rafaella

    Lindo conto miga… beijos

  3. Chico

    Nossa uma delícia de conto

  4. grisalho

    Mais uma delícia de conto, parabéns.

  5. Professor

    Sou professor de matemática e física no RJ procurando alunos para aulas particulares
    [email protected]
    Skype e email

  6. Lola

    Parabéns pelo conto

  7. Pedro

    Que história maravilhoso gozei muito queria estar aí com você