Na fazenda do meu tio

Autor

Sou Carlos, retornando com novas aventuras, agora com meu tio e meus primos (seus filhos) que me descobriram e que adoram me comer, assim como minha mulher é a puta da família, tenho sido comido também por todos eles que adoram comer casados. Estava de férias e meu tio me convido para passar uns dias na fazenda com ele e seus filhos.Na sexta feira, bem cedo me chamaram e fui com eles, quando entrei no carro…meus primos já me esperavam com seus caralhos duros e sem calção…sentei entre eles sentindo suas mãos na minha bunda…já segurando o pau de ambos. Meu tio entrou no carro dizendo que estavam todos com saudades da minha boca e do meu cuzinho…e que passariam os próximos dias me fudendo…tirou seu caralho pra fora e pediu que eu desse uma lambida nele fiz isso e pude sentir o quanto estava lubrificado quando afastei minha boca e um fio de pre gozo ficou entre seu caralho e minha língua..assim seguimos até saírmos da rodovia..eles todos com o caralho exposto e eu já sem a bermuda sentido as mãos e dedos dos meus primos no meu cuzinho…entrando na estada de chão onde não existe praticamente sem trafego, meus primos pediram ao meu tio se podiam me fuder…ele então falou…vocês não precisam pedir..ele está aqui pra obedecer e fazer o que vocês quiserem…nisso meu primo mais novo já levou minha cabeça em direção ao seu caralho me fazendo engolir o mesmo…enquanto seu irmão ajeitava minha bunda no banco pra conseguir meter no meu cuzinho….o que logo ele conseguiu uma vez que meu cú já estava preparado pelos seus dedos e seu caralho estava muito duro…não demorou muito pra ambos gozarem me enchendo de porra…com os dois satisfeitos meu tio disse que iria me ensinar algumas manobras ..mandou que eu sentasse em seu colo…sentei acomodando seu caralho no meu cú..sentindo entrar até o talo…continuando a viagem e me fudendo apenas com o balanço do carro…fazendo questão de passar pelos buracos da estrada quando então saltávamos no banco e então seu caralho saía quase todo entrando com força novamente no meu cú me fazendo gemer enquanto meus primos ficavam rindo…próximo ao portão da entrada da fazenda ele então parou o carro..desceu do mesmo me posicionando ajoelhado no banco práximo a porta aberta voltando a meter no meu cuzinho até gozar…satisfeito…disse que eu já podia me vestir…chegamos a casa da sede da fazenda e fomos recebidos pelo caseiro e com uns 60 anos .com filhos de 35…32…25 e uma filha de 19 anos….meu tio se juntou ao caseiro e seus filhos e foram direto pras plantações…ficamos meus primos eu a esposa e a filha do caseiro em casa…eles então disseram pra eu ajudar a dona Júlia enquanto iriam brincar com a filha do caseiro (piscando os olhos pra mim)…dona Júlia fazia bolinhos e ficava me pedindo pra alcançar a farinha e ovos pra ela…dizendo que sua filha ficava muito contente quando o patrão trazia os filhos e que adorava brincar com eles até tarde…a noite…jantamos e então fomos dormir…fui pro quarto com meus primos enquanto meu tio continuava conversando com o caseiro…no quaro eles me contaram que estavam fudendo a filha do caseiro e que por isso iam me deixar em paz..pra guardar porra pra ela…achei que passaria a noite sem dar…mas logo que as luzes se apagaram meu tio entrou no quarto e me chamou pra cama dele…onde mamei seu caralho enchendo minha boca de porra e depois adormeci com ele abraçado em mim…sentindo seu caralho amolecer enterrado no meu cu…pouco antes das 4h da madrugada ele me acordou me mandando de volta ao quarto dos meus primos….as 5h todos acordaram e de manhã quando estavam pra ir as plantações…uma das colheitaderas estragou obrigando meu tio e o caseiro a irem até a outra fazenda pra buscar peças sobressalentes…ficaram os filhos do caseiro sem ter o que fazer durante a manhã…bem como meus primos e eu…logo meus primos disseram que iriam levar a filha do caseiro até um açude práximo..pois queriam fuder ela de novo…desceram então ela e os dois até o açude…fiquei eu sem nada pra fazer junto com os filhos do caseiro que começaram a puxar assunto comigo..perguntando se eu não gostava de nadar…disse então que não (menti..pois adoro água)…eles então perguntaram se eu não queia conhecer o galpão onde guardavam a colheitadera e os tratores…falei que adoraria…estavamos todos sem camisa apenas de calção e podia perceber que eles não usavam cuecas..no galpão estava muito quente….e começamos a suar…comecei então a sentir o cheiro de seus corpos…um deles o mais velho me convidou então pra subir na colheitadera…enquanto os outros ficaram deitados nas lonas dentro do galpão…fui primeiro pra escada e fiquei me amarrando pra subir…sendo então empurrado pra cima pela minha bunda…chegando até a direção pedi pra sentar no banco do motorista…ele disse então que teria que sentar no colo dele pois senão não alcançaria a direção…fiquei quieto…ele então sentou no banco e me chamou pra eu colo…continuei parado e ele então gritou vem logo guri…senta logo no meu colo..o que alertou seus irmãos…sentei então no seu colo..e ele começou a mexer no meu quadril pra me deixar bem encaixado…comecei a sentir seu caralho endurecer…mas me fiz de santo…ele então começou a levantar minha bunda com seu corpo..dizendo é assim que a colheitadera balança quando está andando…falei nossa como pula e como esse banco é duro…ele então falou no meu ouvido…bem mais duro é algo que vc está sentado em cima…quer ver…já me tirando do colo dele…quando saí..pude ver seu caralho duro com a mais da metade exposto fora do calção..ele então disse…vem cá dar uma chupada….fiquei parado novamente e ele gritou de novo…vem logo mamar…eu então me aproximei do seu caralho…ele tirou o calção tentei recuar mas ele segurou minha cabeça e começou a esfregar seu caralho na minha cara até que eu abri a boca…recebendo seu cacete na minha garganta com um gosto muito forte que eu nunca havia sentido..ele então começou a bombar na minha boca…foi quando senti mãos alizando minha bunda…seus irmão tinham vindo ver o porque dos gritos….disseram então…vamos levar ele pra lona…me tiraram da colheitadera…e enquanto um fechava a porta do galpão os outros tiravam meu calção e começavam a me lamber todo dizendo..como ele é limpinho..que cheiro bom…caralhos eram enormes me ajoelharam e me fizeram mamar todos eles…o mais velho então disse…vamos ver se ele aguenta agora no cuzinho…pedi chorando que parassem…mas me puseram de 4…cuspiram na minha bunda…esfregaram seu cuspe no meu cuzinho…depois cuspiram em seus paus e se posicionaram atrás de mim…senti então a cabeçona do caralho do mais velho forçar minhas pregas e suas mão forçarem minha bunda de encontro a seu quadril…vi estrelas quando passou a cabeça…e logo em seguida suas bolas tocaram minhas nádegas…os outros riram e disseram…ele já deve dar o cuzinho..pois ficou quieto e nem chorou reclamando…o mais velho enterrado no meu cú disse vou te encher de leite minha puta…depois de 19 min bombando…eu sentindo seu suor escorrer nas minhas costas…ele urrou e então senti a cabeça de seu caralho aumentar dentro de mim e encher meu cuzinho com seu leite, tirou seu caralho ainda melado do meu cú…cedendo a posição pra seu irmão..que meteu sem dificudade…ele então veio até meu rosto e me fez limpar seu pau na minha boca, mantendo seu caralho na minha boca…mais 15min se passaram e senti novamente um caralho mais duro e maior dentro de mim com novas esporradas…o outro tirou o caralho seu irmão mais novo veio e enfiou seu caralho no meu cuzinho, nisso o que tinha tirado o caralho de mim já estava esfregando ele na minha boca..dizendo pra eu limpá-lo…seu caralho estava todo melecado de porra.. e um pouco de sangue. Chupei e limpei seu caralho. Contrai meu cuzinho e fez com que o mais novo que estava fudendo adorasse a sensação….levando ele a gozar intensamente no meu cu…quando ele tirou seu caralho, veio em direção a minha boca para limpar seu caralho como tinha feito com seus irmãos. .quando estavam se preparando pra me fuder novamente ouviram a voz de seu pai chegando e então me deixarem no galpão e sairam…a tarde tiveram que trabalhar…meu tio teve que ajudá-los ficando indignado pois não pode me fuder como ele queria…voltamos pra casa a tardinha e no caminho tive que chupar meu tio enquanto ele dirigia….pra minha sorte meus primos não quiseram me fuder..pois veriam meu cu arrombado. A noite ele me chamou para seu quarto onde me fudeu gostoso, sabia comer um cuzinho guloso como o meu.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,73 de 11 votos)
Loading...