#

Negociando o conserto do carro

1163 palavras | 0 |3.00

Eu e minha amiga Marta fomos fazer uma viagem e no meio da estrada, nosso carro quebrou (dois pneus furados!). Avistando uma casa no topo da montanha, decidimos pedir abrigo para passar a noite lá, se alguém quissse ajudar com o carro de manhã, seria uma mão na roda, literalmente.. hahaha.
Chegando na casa, um rapaz supergato atendeu a porta, ele se identificou como Sérgio. Quando contamos o que queríamos, ele olhou para nosso corpo de cima a baixo e disse que só se nós negociarmos.
– Negociar com o que? – minha amiga safada já tinha sacado a dele. – Não temos dinheiro, só temos esse carro quebrado no meio da estrada que vamos tentar consertar amanhã…O que a gente pode fazer hem?
– Coisas que homens adoram ver e fazer… – sorriu ele.
– É? como o que? – disse eu brincando com uma mecha de cabelo.
– Então, entrem aqui e passem a noite. Não é isso que vocês querem? – propos ele maliciosamente.
Minha amiga disse que ia conversar comigo à parte. Ele então ficou aguardando na porta.
– Esse cara quer transar com a gente. Bora? – ela estava excitadíssima
– Marta, a gente nem conhece o cara… Ele vai querer sexo a 3, mas eu nem tenho noção como se faz. – fiquei meio aprensiva – Eu vou ter que beijar você e ele?
– Nunca viu um filme pornô não é? Tá na hora de aprender na prática, querida, fora isso, ele vai nos ajudar com o carro amanhã de manhã e vai nos dar abrigo. E fora, que eu sempre quis fazer isso. – respondeu ela animada.
Tive que concordar, o cara era gato, ia ajudar com abrigo e com o conserto do carro e poderia proporcionar algum prazer. Beijar Marta não seria problema, afinal, quem não queria transar com aquela loura com aquela bunda enorme? Entramos na casa, e a seguir o rapaz mandou a gente tirar a roupa. Ficamos nós duas nuas de lingerie de frente para ele sorrindo ao ver a cena.
– Comecem a se tocar. Eu sempre quis ver duas lésbicas de perto. Já já eu entro no meio.
Marta me pegou com força e me empurrou contra a parede, nunca ninguém tinha usado tamanha força e vontade comigo, nem mesmo meus ex namorados. Ela me beijava com vontade, com gosto, suas mãos percorriam meus seios, tateavam minha cintura, apertavam minha bunda, pressionavam meus mamilos, sua boca me beijava com ferocidade, a seguir ela começou a lamber meu pescoço com leves mordidinhas. Eu estava excitadíssima, ela realmente era muito sexy e sabia como fazer alguém delirar, resolvi então tocar o corpo dela, imitando o que ela fez comigo. Toquei seus seios, os beijei e chupei aquelas tetas com vontade, enquanto fazia isso, comecei a masturbar ela, ao som dos altos gemidos que ela emita.
Estava tão bom agarrar a Marta, que nem percebemos o rapaz nos olhando. Nossos gemidos deviam ser bem altos a essa hora e nós estávamos quase gozando quando nos demos conta que ele estava lá, super excitado batendo uma punheta gostosa. Quando ele percebeu que nós tinhamos parado para olhar ele, resolveu se aproximar.
– Vcs são realmente umas cadelas vadias, chupem meu pau agora! Quero gozar na boca das duas.
Engatinhamos até o pau do Sérgio, que era bem grande e grosso, e começamos a chupar o membro rijo. Marta abocanhou o testiculo, eu começei a fazer movimentos de vai e vem, depois, Marta começou a abocanhar a base, eu fui para a cabeça, enquanto isso, ele gemia de prazer. Nós estávamos muito satisfeitas com aqueles gemidos masculinos, parecia que atiçava a gente mais ainda a chupar o pau de várias maneiras, como se fosse um doce super gostoso. Até que ele gozou, eu e Marta envolvemos o pau dele num beijo caloroso.
Após ele gozar, ele não pareceu satisfeito, resolveu me beijar, passando a mão em mim, a Marta tb não deixou ele fazer o serviço sozinho, começou a me tocar tb. Quando ele começou a chupar meu seio, a marta resolveu chupar o outro. Minha visão era a mais excitante que eu já tive na minha vida, me senti super desejada, meus seios sendo abocanhados, chupados, mordidos…Soltei um gemido forte acompanhado do gozo. Nunca havia gozado pelos seios, mas o meu prazer e excitação eram tão grandes aquela noite, que eu não podia me conter.
Sérgio não aguentou aquilo tudo e resolveu finalmente nos comer, mandou a Marta ficar de quatro. A bunda dela parecia super enorme naquela posição, se eu tivesse um pau, certamente ia querer foder o cu daquela loura safada. Foi o que ele fez, começou a meter com força no rabo dela, primeiro lento, depois começou a ficar forte e ritmado, ela gritava, não sei se dor ou de prazer, talvez um misto de ambos, ela balançava a bunda acompanhando cada bombada que ele fazia. A visão daquela foda era sensacional, estava tão excitada que começei a bater uma sirica vendo aquela cena. No fundo, eu queria que ele metesse em mim, com aquela força e masculinidade toda.
Quando ele terminou, resolvi atiçar ele para ser comida também. O beijei com ferocidade, colocando suas mãos uma na minha bunda, outro no meu seio, toquei seu corpo com vontade, arranhando suas costas e dando uns leves gemidos. Logo ele ficou excitado de novo, começou a me pegar de jeito, dando tapas de leve na minha bunda, apertando o biquinho do meu seio e me chamando de putinha gostosa.
Fiquei super excitada, o enlacei com minhas pernas, ele me colocou em cima da mesa, sentada, ele veio com o pau duro e grosso e começou a me comer, sempre forte, rápido, como se estivesse precisando daquilo urgentemente. Marta, que tinha se recuperado, começou a chupar meus seios, enquanto ele me fodia, ela abocanhava com vontade. Meu gozo foi rápido e intenso.
Depois dessa sessão de sexo, fomos dormir, mas fomos acordadas ainda mais uma vez no meio da noite pelo Sérgio, só para chuparmos o pau dele mais uma vez e ele vir comer meu cu, pq ele disse que era injusto comer o cu de uma só.
De manhã, quando ele viu nossos 2 pneus furados, ele simplesmente disse que tinha um outro e a gente poderia levar. ( super estranho ele ter um pneu sobrando na casa dele! )Começei a suspeitar que talvez o pneu não tenha furado tão por acaso… Que safadinho! Talvez fosse melhor a gente furar o pneu lá de novo qualquer dia desses….

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,00 de 2 votos)

#
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos