# #

Vida Promiscua Com Minhas Irmãs e Suas Amigas

1393 palavras | 6 |4.07

Sou Levinter, hoje tenho 40 anos, eu fui criado por minha avó em Curitiba, minha mãe morava em São Paulo com o marido dela e as 2 filhas com o marido dela, visto que havia falecido antes de eu nascer, acontece que desde pequeno quando minha avó me levava pra casa da minha mãe eu ficava ficava brincando com as minhas irmãs e suas amigas, ai com +ou- uns 9 anos de idade e elas com uns 7 ou 8 anos começaram a pedir pra eu chupar a bucetinhas delas, no caso as amigas das minhas irmãs, e eu ficava ate com dor no pescoço chupando, e mesmo sem saber ao certo eu chupava feito doido, ate que minhas irmãs começaram a pedir também pra eu chupa-las, logo a amiga delas pediu pra chupar meu pau, hummmm que delicia, uma coisa muito boa, eu fiquei viciado então era eu ir la, elas me chupavam e eu também as chupava, ai aconteceu que o marido da minha mãe também faleceu num acidente de automóvel, e eu e minha avó fomos morar com ela, ai era todo dia, eram 5 meninas, que eu chupava, e depois elas me chupavam, ate ficavam brincando com meu pau, uma tentando tomar a boca da outra, eu ficava nas nuvens, ai perto da casa da minha mãe tinha umas putas que eram parentes do marido da minha mãe, certa vez eu fui a casa de umas delas e vi uma mulher que era prima das minhas irmãs, bêbada, dormindo num quarto no quintal da casa, eu entrei mexi com ela e ela não acordou, ela estava de saia curtíssima, eu levantei a saia, tirei a calcinha dlea, e logo fui com a boca na buceta cabeluda dela, mas fedia demais e eu não consegui, ai coloquei o pau na boca dela, e ela falou o nome de um tal de fabio, que eu nem sei quem era, mas começou a lamber meu pau, e lambia forte, engolia meu pau, as vezes parava e voltava a dormir e eu mexia com ela e ela acordava e começava de novo, ate que derrepente eu gozei, e foi a primeira vez que eu ejavulei, saiu muita porra, eu fiquei ate com medo, nã osabia o que era, sai e fiquei todo preocupado, no dia seguinte minha avó e minha mãe saíram, só fiquei eu e minhas 2 irmãs, ai eu falei com elas, e elas falaram acho que é o negocio que eu li no livro de ciências, estávamos com uns 11 anos, e elas menos mas já sabíamos ler bem, então lemos no livro e eu fiquei mais calmo, ai elas falaram vamos ver como é, e começaram a me chupar, e eu gozei bem na língua da minha irma que ficou com a língua pra fora pra vermos e minha outra imra chupou a língua dela, faziam isso elas também, e falaram que parecia nata de leite, mas sem gosto, eu só sabia que era muito bom, ai com meus 12 anos eu vi uma revista pornô, e la tinha um cara metendo na buceta dee uma mulher, ai lemos sobre isso no livro, e elas ficaram com medo de perder a virgindade, mas a amigas delas, uma que estava com 13 anos numa brincadeira eu comecei a beija-la e pegar na bucetinha dela, que já estava com alguns pelinhos ralos, ai minha irma falou vcs podiam ver como é meter ai, e ela logo falou ah vamos fazer logo, e fomos pra um quartinho nos fundos do quintal, la tinha uma cama, e visto que estávamos só nós em casa, fomos pra la, brincamos de marido e mulher, ela tirou a calcinha eu chupei a bucetinha dela, ela pediu pra eu meter logo, e eu fui metendo, ela começou a sentir um pouco de dor, e meio sem jeito fomos tentando, minha irma falou cuidado que vai sangrar, pois havíamos lido no livro, ficamos um tempo tentando e quando eu consegui ela deu um grito, eu imediatamente tirei e perguntei o que foi, ela falou que doeu e fomos ver tinha sangue, ela falou isso acontece mas depois passa, e ela pediu pra eu por bem devagar, e mexer levemente, eu coloquei e fiz como ela disse, meu pinto estava meio queardendo, mas estava bom, eu mexia bem devagar e ela falava assim é bom, mas só ta doendo um pouco, derrepente eu só senti ejaculando nela, e ela falou agora chega depois fazemos mais, ela colocou um papel higiênico na calcinha e depois fomos brincar de bicicleta, a noite ela pediu pros pais dela pra dormir la em casa, e fui muito legal, minha avo tomava remédios pra dormir e o sono dela era super pesado, minha mãe iria trabalhar a noite, pois era enfermeira, ai só foi minha avó dormir e eu sai do quarto, e fui pro quarto das minhas irmãs, la elas estavam vendo tv, ai só foi elas tirando a calcinha e inventamos de eu deitar e elas sentarem com a buceta na minha boca, hummm que delicia, uma sentada na minha cara e a outra me chupando eu logo gozei e só fiquei depois chupando uma a uma, depois eu fui meter na bucetinha da amiga delas, ai inventamos dela ficar de 4 e eu meti bem devagar, ela rebolou e eu gozei feito doido, ela também, até escorreu no carpete, ficamos assim por uns 6 meses, ate que um dia estavam minhas duas irma se beijando e eu com o pau no meio da boca delas, elas cruzando língua e meu pau ali no meio, ai eu gozei gostoso, e ai acontecei a tragédia, elas estavam limpando meu pau com a língua quando minha avó entrou e nos flagrou, não deu tempo nem de esconder, ela só pegou uma cinta e me bateu muito, depois desse dia ela me proibiu de ficar sozinho com minhas irmãs, e falou pra minha mãe que me bateu também, minhas irmãs falaram pra minha mãe e minha avó que eu introduzi na buceta da amiga delas, que é filha da vizinha, minha mãe foi la falar com a vizinha, que logo foi olhando nas partes intimas da menina, minha mãe falou seu burro vc poderia ter engravidado ela, ai minha irma falou que saia esperma do meu pau, e minha mãe e a vizinha levou a menina ao gine, meu que tragédia, a menina gravida aos 13 anos, e eu com 12 anos, minha mãe verificou minhas irmãs e viu que elas ainda estavam lacradas, mas mesmo assim as levou ao medico, em casa eu não podia fazer nada, na escola minha mãe falou o que eu fiz pras professoras, e as funcionarias de escola, e eu era vigiado todo tempo, passaram os 9 meses a criança nasceu, a menina quase morreu, eu comecei a trabalhar numa empresa de ônibus como ajudante de mecânico, na época a mãe da menina a expulsou de casa, e minha mãe a levou pra morar conosco, aos 14 anos eu fui registrado na empresa como mecânico diesel, já ganhava um salario razoável e ajudava em casa, minha filha estava com 1 ano e 1 mês, ai minha mãe permitiu eu dormir com a mãe da minha filha que se tornou minha esposa, passaram 10 anos, eu já formado em engenharia, minha irmãs também já formadas, elas são bisessuais, elas vivem com mulheres, as quais eu tirei a virgindade, inclusive elas eu tirei a virgindade, naquele ano minha avó faleceu, minha filha já com 11 aninhos, minha mulher me permitia transar com minhas irmãs e as namoradas delas, bom hj com 40 anos minha filha com 27 anos, tenho um filhos de 18 e um casal de gêmeos de 15 anos, eu sou psicólogo sexólogo e dou a melhor orientação pra eles, com isso nunca tive problemas com meus filhos, mas ainda hj vou a casa das minhas irmãs e as chupo feito doido, meto nelas, elas me chupam, as mulhere delas também, uma delicia, espero que tenha gostado.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,07 de 15 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Julgador de conto ID:v8uul17s3y3

    Por mano vai mentir assim em outro lugar!!!

  • Responder Hina ID:gsux806ii

    CARALHO, MELHOR CONTO :v

  • Responder Anônimo ID:e9q2i8d9d

    Oq é bem novinha ora vc?

  • Responder Leo ID:1d5wdkp2lbyk

    Olá, quem quiser bater um papo sobre incesto, me add no skype
    [email protected]

    • Julgador de conto ID:v8uul17s3y3

      Por mano vai mentir assim em outro lugar!!!

  • Responder .markus ID:7fmebtx49j

    16 anos chamar lá +49 1522 5283040 homens tb