Peixe no prato, piranha na cama

Olá, sou carioca e moro há mais de 10 anos em Natal, e mais ou menos um ano atrás conheci uma pessoa que aqui vou trocar o nome e chamá-la de Fabiola… uma morena de 49 anos, cabelos compridos, cheinha, cheirosa e o perigo casada, a conheci em site de relacionamentos, trocamos algumas conversas e em uma delas ela soltou que estava carente, e que gostava de ouvir música ambiente…. percebendo, sua tara, a convidei para ir a lugar discreto, para minha surpresa ela aceitou…combinamos para o dia seguinte, e no horário acertado, eu cheguei, aliás cheguei antes e dei uma olhada no local, as pessoas e por ser um shopping, liguei para ela e disse que já havia acertado com um taxista e para ser mais discreto entrei no carro, dei uma volta e a fiz entrar no carro… O motorista ao meu sinal nos levou para a “batcaverna”, um motel simples, mas com um certo requinte de bom atendimento, no carro não conversamos nada, apenas algumas pegadas de mão , ela receosa por ser casada, não quiz falar nada.
Paguei o taxi, e combinei com ele que quando terminasse eu o ligaria para nos buscar… entramos na suíte, a conduzi para um cantinho, e tasquei-lhe um beijo, ela dizendo, eu te confesso, nunca traí meu marido, mas hoje vai ser o dia, pois ele bebe, não me procura, etc…. a fiz manter-se quieta, e fui dedilhando seu corpo, e tirei suas roupas, e antes de irmos para a cama, ela muito excitada, disse que estava bem a vontade e eu a fiz entrar no chuveiro, e começamos a nos amassar ali mesmo….
E nas carícias, ela suspirava exalando seu desejo de fêmea…. e no banho amssos, mordiscadas, carícias, pele a pele. Fechei o chuveiro e a fiz colocar uma camisinha no “Audaz” ( carinhosamente como chamo meu Bilau), e levantei uma de suas pernas, abri as nadegas com as mãos e atolei todo o Audaz em sua xerequinha, quer dizer xerecão melado e ela se contorcendo, não demorou já se tremeu toda em um orgasmo.
Chegou o almoço, havia pedido peixe por que ela também gostava. (Lembram do título>.) Almoçamos ainda sem roupas, tomamos um banho de recompor as baterias e fomos nos beijando para a cama, que coroa gostosa, acabei por me deliciar em sua xota, e com muitos beijos e caricias a fiz gozar de novo, e perguntei, quanto tempo estava sem pica…. carinhoamente ela disse uns 6 meses… delirei, e fiz de tudopara satisfazê-la… e entre muitos amassos e carícias ela percebeu que eu estava para gozar…. veio e sugou tudo com sua boquinha de veludo…continuei as carícias, os amassos, os beijos e cada vez mais ela relaxada…. troquei a camisinha e alertei que ela teria uma surpresa, após meter em sua xota molhada e bem lubrificada, com um dedo alisei seu cuzinho, que quase levei um tapa, Fabíola disse que ainda era virgem e que eu ainda não teria este direito… começamos a rir, e revidei o eu tapa, mas no meio de sua bunda… a coloquei na posição de frango assado e coloquei a cabeça na entrada de seu cuzinho, e forcei de uma vez, excitados como estávamos, ela apenas urrou de dor no inicio e depois disse vc me enganou ne bichinho, apenas rimos e continuei a bombar em seu cuzinho macio e apertado, e cheguei ao clímax…. ela gemendo e tremendo disse seu cachorro, voce me fez gozar de novo….. mas doeu e agora eu tenho é prazer….. como ela gostava de peixe eu disse olha que coisa legal, peixe no prato piranha na cama…. ela riu e tinha o horario para estar de volta ao seu trabalho e por isso não podia ficar mais tempo….. sou sigiloso e se vc discreta casada, mora só quer contar suas aventuras ou viver alguns destes momentos pkdoce18@bol.com.br, dou preferencia a natal, mas não descarto grande natal próximo… Pkdoce