# # #

Minha primeira experiência

700 palavras | 2 |4.56
Por

Olá, me chamo André. Sou um garoto de 17 anos, pardo, magro, 1,80 de altura, bunda grande e pênis de 18cm. Meus pais não sabem que sou bi, recentemente me mudei para fazer faculdade e já estou interessado em fazer sexo, já que moro sozinho.

Nessa história vou contar como foi meu primeiro sexual. Nunca tive coragem de fazer nada, pois morava em cidade pequena e todos se conheciam. Certa vez, aos 13 anos, quando estava no Rio de Janeiro, na casa de parentes, estávamos no hotel deles com piscina e tudo mais. Sempre fui muito tímido, talvez por isso tenha me interessado em conteúdos de exibicionismo, e não pude perder a chance de usar uma sunguinha. Alguns amigos do meu primo estavam juntos de nós na piscina e foram jogar bola, eu disse que iria depois e inventei que tinha que ir ao apartamento pegar algo.

Um grupo de quatro homens estavam de um lado da piscina tomando cerveja e conversando, então dei uma levantada na sunga e me deitei naquelas cadeiras, bem de frente pra eles. Passado algum tempo, já estava cansado de estar naquela posição e me levantei para ir ao banheiro e partir pro futebol.

Quando cheguei lá, haviam três mictórios e fiquei estrategicamente no do meio para se caso alguém chegasse eu pudesse olhar. E foi o que aconteceu, mão foi um dos homens que tinha dito, mas sim um cara de uns 30 e poucos anos, barba grande e estilo machão mesmo. Ele estava brincando com uma criança, provavelmente filha dele então não imaginava algo assim.

Comecei a ver ele mijar, não tinha um pau muito grande, era menor que o meu já naquela época, mas era mais grosso. Ele percebeu que eu estava olhando e tentei disfarçar, mas ele me perguntou:
– Koe garoto, primeiro estava quase pelado na piscina e agora isso? Tu é viado é?
– Eu não, sai fora.
– Então porquê estava olhando pro meu pau?
– Nada não, só tava curioso.
Ele deu uma risada e falou que ia matar minha curiosidade. Eu fiquei sem jeito, mas continuei lá. Fomos pra parte da sauna, que era mais escondida e lá ele tirou minhas dúvidas sobre sexualidade e tudo mais, já que nunca tive uma conversa desse tipo com meu pai.

Ele me perguntou o que me deixava excitado, mencionei novamente o exibicionismo e ele me perguntou se eu me exibiria pra ele e eu concordei. Tirei minha sunga e fiquei de frente pra ele, que pediu pra dar um giro e me abaixar pra ele.
– Ei garoto, acredita que me deixou excitado?
– Sério?
– Sim, quer dar uma olhada?
– Quero.

E lá estava, a primeira ver em muito tempo que não via um outro pau de tão perto. Ele tinha quase a grossura do meu pulso, seu saco era peludo e grande também.
– Vamos fazer um trato?
– Diga.
– Você me chupa e depois eu te chupo, assim nós dois saímos satisfeitos.
– Tá bom.
– Ajoelha aí.

Engasguei logo de cara, quando o pau dele cutucou meu céu da boca. Conseguia sentir as veias pulsando na minha boca e fui pegando o jeito. Fui para as bolas, ali sim me senti preenchido, enquanto ele passava a mão na minha bunda e beira do meu cu. Fiz o serviço bem feito, porque não demorou muito pra que ele gozasse. Minha primeira vez com porra, mais porra que eu já tinha feito em toda minha vida. Engoli um pouco, e confesso que não me agradou muito, mas não era de todo ruim. Estava com a cara toda suja, meu queixo e meu peito também.

Ele disse que iria buscar um papel higiênico pra me limpar e me mamar depois. Fiquei esperando por ele por mais de 10 minutos, ainda pelado, até um velho chegar lá e me falar que não pode ficar pelado dentro da sauna kkkkkkk

Terminei todo gozado, satisfeito, mas sem minha mamada.
Pra quem quiser conversar, meu telegram é @Andreluis_22

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,56 de 16 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Luiz ID:3v6otnnr6ic

    Aproveita e chupa o velho da sauna tambem

    • André ID:1dp3xorb5kpf

      Não tive essa esperteza kkkkk