# # # #

Sozinho na sauna mista

1876 palavras | 3 |4.52
Por

Sem minha esposa decidi ir sozinho para a sauna mista e atirar-me à sorte. E correu bem. Podia ser melhor mas tive muito prazer

Minha esposa foi a tarde toda fazer cabelo, depilação, manicure e pedicure. Foi ela que me disse:
– vai até à sauna mista fazer um jacuzzi. Diverte-te
Assim fiz. Cheguei logo a seguir à abertura. Toalha na cintura logo vou espreitar o jacuzzi e estava lá um senhor. Tudo vazio no banho turco e na sauna. Subi ao andar de cim e na sala de cinema nada. O quarto do glory-hole fechado. Vi logo. Está lá alguém. Dei a volta para a parede dos buracos e lá estava um senhor com a toalha no ombro e pila metida no buraco. Alguém lhe estava a dar prazer pois nem me olhou. Fui ao dark room e vazio estava.
Desci e fui ao jacuzzi e tirando a toalha me sentei conforme o outro senhor estava. A apenas 1 metro dele. Disse ola. Ele sorriu e meteu conversa.
– Tudo bem? A esta hora ainda é cedo para as mulheres. É só homens cá dentro.
Respondi
– pois não sei se será assim. Lá em cima vi um encostado no glory hole e alguém que não vi estava dentro do glory hole
– é outro homem. Eu fui o primeiro a chegar e os vi a subirem. Primeiro um e só depois o outro.
– Ah não sei. Não vi
– Aparecem alguns gays aqui também
– Podem ser bisex e não propriamente gays. Respondi
E o senhor sempre de sorriso aberto diz:
– Que se divirtam como quiserem. Eu também espero ter sorte.
Sorrimos e vimos um deles vir espreitar no jacuzzi.
Ele se mecheu e senti o pé dele tocar minha perna que eu tinha estendido. Logo afastou o pé.
E ele disse:
– normalmente a esta hora é só homens e quase sempre os gays ou bisex como você disse
– não sabia
– porquê? Quer fugir? Disse ele
– Fugir? Eu? Não encontro uma razão para isso
E sorrimos. Senti de novo o pé dele na minha perna mas desta vez não o desencostou.
Os outros 2 homens entraram e sem toalha vi que o que tinha visto lá em cima ainda tinha o pau a meia haste. Tamanho normal. E o outro senhor que deveria ser o que estava no quarto do glory hole ao entrar fiquei pasmado. Não pelo tamanho mas pela grossura.
O senhor que estava comigo lá se ajeitou para dividirmos espaço entre os 4 e se aproximou mais de mim com o pé debaixo de água sempre encostado em mim. Sorriu para mim e em tom baixo falou:
– Algo te assustou do que viste?
Abanei a cabeça negativamente. Ele sorriu. Os outros 2 senhores ficaram muito próximos e vi que um tinha o braço numa posição que deveria estar a tocar o pau do outro.
Eu que tinha os braços e as maos debaixo de agua um pouco abertos ao lado das ancas fui tocado numa mão pela mão do primeiro senhor. Não me mechi. Senti um dos pés de um dos dois senhores procurar minhas pernas e ficou a esfrega-lo em mim. O que estaa ao meu lado também já esfregava o pé em mim e se aproximou muito mais de mim sentando uma nadega na minha mão. De seguida logo senti sua mão na minha coxa. Não reagi. Olhei os outros 2 senhores e fiquei surpreso por os verem a beijar-se.
O que estava ao meu lado ganhou coragem e apalpou meu pau que já estava teso. Esticou seu pescoço para mim eu sorri na cara dele e respondi com um selinho nele. Ficou a masturbar-me.
Vimos os outros dois senhores sairem e reparei que estavam os 2 de pau feito. Nus, os 2 de pé, olharam para nós e como nós sorrimos se abraçaram num beijo de lingua. Tão distraido estavam que não se aperceberam que um casal tinha chegado. Casal esse que entrou na agua e a senhora perto de mim e o marido (acho eu) a seguir a ela. Boas mamas as dela e umas gordurinhas pelo corpo. O marido com um pau muito escuro muito fino mas mesmo mole era grandinho.
Logo o “meu amigo” meteu conversa com o casal mas não parava de me masturbar. Algum tempinho de conversa e tudo igual. A senhora respondia a tudo mas sempre de cara fechada. Por fim ela colocou-se de pé virou as nadegas para mim e curvou-se para dar um beijo no marido. Vista preveligiada eu tive de seu cuzinho arrebitado e vi também seus lábios. Sentou-se na beira do jacuzzi e uma de suas pernas ficou encostada no meu ombro.
O meu amigo já alternava entre me masturbar, apalpar minhas bolas e passar um dedo no meu buraquinho. Eu estendi minha mão e agarrei o pau dele também. Foi quando me apercebi que ele estava de pau feito e me apercebi do tamanho enorme de seu pau.
A senhora num plano superior olhava a agua na zona de meu pau. Não sei se ela conseguia ver que o outro me masturbava. Eu não conseguia ver. O marido dela se coloca de pé e o vejo de pau feito. Ficou um pouco de pé como que a mostrar o pau para nós e a senhora lhe diz para ele se sentar dentro de água no meio das pernas dela. Ela para lhe dar jeito a ele caber coloca sua perna em cima do meu ombro e finalmente dá um sirriso para mim. Ficamos ali os 4 colados. Logo sinto a mão do marido da senhora na minha virilha deslizando até meus tomates e ficaram os dois homens com a mão em mim. Eu como forma de mostrar meu prazer agarrei seu pau e fiquei com um em cada mão. O meu amigo tomba a cabeça para mim e damos um beijo de lingua.
Paramos porque ouvimos abrir a porta. Eram 2 casais. Entraram nus no jacuzzi que ficou cheio. Nem falaram. Um casal nos seus 30 anos ambos magrinhos e o outro já nos 50’s bem fortezinho. Os magrinhos logo se puseram aos beijos. E todos os outros os movimentos era debaixo de agua. Por fim saiu o casal dos magrinhos com o homem de pau feito mas bem pequenino. O casal de gordinhos se colocou de pé e se vem sentar ao lado da senhora que tinha a perna em mim. Ambos lhe deram um selinho. O marido da minha amiga se levanta de pau feito e na frente do casal de gordinhos dá um selinho nos dois e fica ao meu lado com o pau perto de mim. O meu amigo larga meu pau e com a mão em minhas nadegas me penetra com os dedos. E do nada o marido da minha amiga se vem ali de pé na minha frente sem ninguém lhe tocar e uma das golfadas me atinge a cara. Todos riram mas eu nem me mechi. Ele continuou de pé a falar com a esposa e o casal de gordinhos e eu ao vrr que seu pau ainda pingava levei minha mão molhada ao pau dele. Limpei-o com a mão. A esposa dele dá um beijo de lingua no senhor gordinho e eu tento chegar com minha mão ao seu grelo mas ela interrompe o beijo sorri e diz:
– obrigada mas não. Se quiseres dou-te um abraço
Logo aproveitei e de pé viram minha tesao e me encostei nela. Ainda trocamos uns beijos, alguns de lingua.
Sairam os 2 casais e eu fiquei a olha-los ali de pé com meu pau no ar.
Logo meu amigo me tocou na coxa e fez sinal para me sentar. Mas sentar ao colo dele. De costas para ele me sentei devagar pois senti que ele segurava o pau dele teso e com a outra mão tentava direcionar meu cu para o seu pau.
Ufa. Sentei nele. Senti seus pelos pubicos tocarem minhas nadegas. Estava todo enterrado e ele disse:
-Estou muito excitado. Não te mexas se não vou-me vir já.
Assim fiz. Fiquei quieto.
Entrou um casal no jacuzzi. Fiquei a ver seus corpos nus. Deviam ter uns 60 anos ou mais. Ele de pau mole nos vem cumprimentar de mão e se senta ao nosso lado. A senhora nos diz um olá e se senta na nossa frente. Logo sinto a mão do marido dela me apalpando as nadegas. Olho para ele e vejo o outro braço em movimento violento e constatei que se masturbava. Ele já me apalpava o cu a mim e as bolas do meu amigo que me diz:
– meche as ancas com força. Vou-me vir.
Assim fiz apoiado nos joelhos e a olhar nos olhos a senhora fiz um vai e vem naquele pau enorme. Quando o senti a vir-se fiquei parado todo metido nele a receber aquelas golfadas. Quando o senti vazio levantei-me e fiquei de pé e o marido daquela senhora mete seu dedo em mim como que a tirar o esperma do outro. O meu amigo se levanta e vai a sair mas o seguro e lhe dou um beijo de lingua.
Ele sai do jacuzzi mas o velhote não me larga o cu e a senhora se poe de pé e me abraça. Procura minha boca e me beija. Chupava meus labios, minha lingua, metia sua lingua toda na minha boca. Ficamos um tempao nos beijos e ela por fim agarra meu pau teso, me masturba e depois me diz:
– posso te mamar enquanto meu marido te mete?
– Será um enorme prazer para mim
Ele meteu com enorme facilidade pois o senti mais fino que o outro. Deu umas estocadas em mim e se veio todo dentro de mim. A esposa dele ao ver disse:
– Oh querido. Já te vieste? Vai tomar agora a pastilha. Nós queriamos estar consigo num quarto privado. Pode ser?
-claro que pode. Você não acabou de mamar?
– e quero que me lamba todinha e me penetre à frente e atrás. Quero me vir vezes sem conta
– ainda estou cheio de tesao para a consolar. E enquanto houver lingua e dedo…
Rimos todos e o senhor disse:
-sempre que eu entesar eu vou ajuda-lo a dar prazer à minha esposa.
-e a mim? Perguntei eu
E ele respondeu:
– esse cu ainda vai levar com a minha piça também
-meu marido adora comer um cu de homem
E eu respondi:
– vamos. Tenho o cu e a piroca cheinhos de fome.
Nunca lambi tanto tempo uma coninha. Dava gosto ver a senhora a ter prazer com a lingua no clitoris.
Uma visita minha a3sauna que era para ser de 3 horas, fiquei lá 7 horas. Comi a senhora de todas as maneiras e ainda levei no cu por 3 vezes do marido dela. Tudo acabou comigo a vir-me todo sem me tocar na cara do senhor só com a excitação que a senhora me deu de me lamber o cu e me penetrar com a lingua e os dedos
[email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,52 de 21 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Walker69 ID:tgchxw44

    Um dos melhores contos que já li, vim-me duas vezes, continua.
    Obrigado.

  • Responder Anônimo ID:1cn8zzbphy4i

    Ótimo continue

  • Responder boneco ID:1cr2cs7hptrw

    muito bom…..