# #

Me tornei uma safada ainda nova

309 palavras | 2 |3.71
Por

Traições de uma adolescente casada tarada que adorava meter com vários

Eu morava no sertão de Pernambuco , e com 14 anos trabalhava em carvoaria , e conheci o q seria meu marido , eu ainda era virgem , demorou quase 15 dias para para ter penetração completa , mas minha xota ficava piscando querendo pica , meu marido as não aguentava , pois eu queria toda hora , e foi assim por um tempo , até q me veio uma ideia de cornear meu marido e foi o q aconteceu . Fui levar uns troncos para por no forno para fazer carvão, me deparei com empregado ,urinando , e balançou mostrando a pica dele para mim , não sei q aconteceu comigo , já fui chegando próximo e não resisti , abaixei a calça ele me penetrou e gozamos bastante , aí viciei era duas três ele conseguia e cada vez mais minha xota pedia mais , parecia q a xota tinha vida própria , só q esse que me comia falou pRa outros empregados , aí cheguei nesse lugar tinha ele e mais 4 lá escondido querendo meter , eu não resisti e dei para eles , encheu a xota de porra , e foi assim por muito tempo , tinha vez q eu chegava em casa , pingando porra , mas colocava absorvente , e como morava perto do trabalho eu ia almoçar em casa , e coincidiu do meu marido estar lá e queria transas , transei assim mesmo com xota cheia de porra acho q ele não percebeu, , depois eu saí desse trabalho , e acabei mudando de estado , e fui trabalhar numa construtora , na cozinha , foi aí q me foderam literalmente , nesse lugar nesse trabalho eu dei para uns 100 +- piao aí sai desse trampo e mudei para outro estado novamente , e nesse estado conheci um homem q da carinho , e não quis mais saber de transar com outros homens , fico agora mais calma e tenho mesmo marido até hoje .

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,71 de 7 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos