# # #

Mamãe me ensinou os prazeres

680 palavras | 4 |4.63
Por

Quando mamãe me deu os meus primeiros prazeres

Tudo começou quando tinha 7 anos, hoje tenho 19, me chamo Julia, e fui criada em um lar nudista, então sempre estive pelada pela casa, sempre vi meus pais pelados também e sempre foi algo normal. Meus pais eram muito abertos ao sexo também então sempre os vi transando ou masturbando. Durante o dia ficava em casa somente eu e minha mãe, e meu pai só chegava a noite do trabalho. Minha mãe se masturbava muito, lembro que volta e meia ela parava o que estava fazendo para se masturbar. Enquanto eu ficava pela casa brincando e sendo uma criança normal. Eu estudava de manhã e a tarde era destinada a estudar e depois brincar. Não tinha amigas já que sempre fui muito tímida então passava o dia inteiro em casa. Eu era e sou baixinha e branca, na época era muito magra, e como qualquer menina de 7 anos eu não tinha peitos ou bunda, era uma tábua pálida. Eu sempre fui muito rosada também, meus mamilos, sola dos pés, bochechas. Tenho cabelos castanhos claros e olhos castanhos.
Pois bem, em uma dessas tardes estava eu e minha mãe em casa, estava pelada como sempre e deitada na minha cama de bruços brincando com minha boneca. Eu havia colocado um travesseiro na barriga para ficar mais confortável, e em um momento que fui me ajeitar eu rocei minha buceta no travesseiro, eu senti um arrepio e gostei. Fiquei roçando e sentindo os arrepios até que minha mãe entrou no quarto e viu a cena. Eu fiquei assustada mas ela disse que ia me ensinar como fazia. Ela então sentou no meu travesseiro e começou a roçar e cada vez mais ela gemia até que ela gozou, lembro dela se inclinando e sai da da cama. Ela falou para eu repetir e eu lá fui, sentei na almofada que estava quente e molhada e fiquei roçando como ela tinha mostrado e realmente foi bem melhor, eu rocei tanto que gozei também.
Minha mãe ficou orgulhosa e deitou na cama e pediu para eu deitar de frente para a buceta dela. Ela me disse que iria me ensinar outras formas de brincar. Ela então começou a se tocar, eu vi a buceta rosa dela se abrindo, e aquele barulho molhado surgindo, eu fiquei hipnotizada olhando, os dedos passando na buceta dela, os lábios molhados e se retorcendo a cada dedo esfregado, ela então parou, me deitou e começou a me tocar, eu lembro que perdi os sentidos, os dedos dela passando em minha pequena buceta, abrindo os lábios, esfregando meu clitóris, eu lembro que fiquei muito molhada e dei um gemido, ela então parou deitou na cama, puxou minha bunda para cara dela e começou a me chupar, eu só lembro que gemia muito, eu senti um prazer enorme, meus pés se retorceram e eu cai para o lado ensopada.
Ela então abriu as pernas com a buceta ensopada e falou para eu chupar ela também, eu fiquei com um pouco de nojo mas fiz, e adorei sentir o sabor da mamãe na minha boca, ela então me orientou e quando achei o clitóris dela não parei de lamber e chupar, ela gozou e molhou toda a cama e minha cara.
Fomos para o banho e ela aproveitou para me masturbar mais uma vez lá. Ela mandou eu encostar na parede e abrir as pernas e ela começou a me tocar de novo e enfiou o dedo no meu cu. Eu dei um gemido forte, mas foi tão bom que deixei ela brincar comigo de novo, quando gozei ela lavou minha buceta e me levou para o quarto, lembro de deitar na cama e dormir até meu pai chegar.
A história com meu papai fica pra depois. Mas adianto que a casa nunca mais foi a mesma :p

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,63 de 41 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo ID:3ynzguyzfi9

    Muito bom, caso queira conversar me chama no tele @Saissh

  • Responder Flanki ID:g3jmgwrm2

    Me chama no email, queria saber mas sobre essa história [email protected]

  • Responder Rafaella ID:7xbyxpzfia

    Bem contado.
    Obrigadinha

  • Responder Anonimus ID:19gkmwnphyjx

    Me deixou cheio de tesão