#

meu pai apanhou-me a espreitar ,e a masturbar-me na porta do meu tio (4)

1084 palavras | 0 |4.43
Por

o meu pai como veio mais cedo do que o costume, apanhou-me a espreitar á porta do meu tio , e a masturbar-me

sou de novo a Dula ,mas tratada por DU , então no dia seguinte depois da escola , que é o único tempo livre que eu posso estar a sós com o meu pai, fui como sempre tomar um banho e logo de seguida o meu pai já estava agarrado a mim , eu nua como sempre faço, quando estou a sós com o meu pai ,trocamos ali uns beijinhos ,e fomos deitar na cama , como o meu pai já estava com o pau teso é claro que eu não perdi tempo a meter na boca , de seguida o meu pai como sempre gosta de fazer , virou-me de costas para cima abriu-me as pernas , levantou-as para cima de maneira a que ele pudesse lamber a rachinha e o cu , ele adora , eu fico maluca , tenho mesmo muito prazer quando ele me lambe o buraco do cu , de seguida eu disse , pai , vá lá mete o pilau dentro , experimenta , ontem ele estava quase a entrar , ele continuava a lamber , de seguida fez como no dia anterior , meteu os dois dedos no cu , cuspiu e senti que ele meteu mais um dedo , ele continuava a enrolar , eu é que não me contive , já gritava de tanto tesão, que estava , acabei por me vir , e muito , o meu pai com o pau bem teso , disse , filha ,tu ficas mesmo doida de prazer com o teu cuzinho , eu meti o pau na boca , mamei nele, até ele se vir na minha boca , uma loucura , disse ele , todo satisfeito com as bolas vazias , de seguida eu disse ,pai tu meteste pelo menos 3 dedos dentro do meu cu , ele , foi filha , afinal se calhar tenes razão , dessa maneira na próxima vamos tentar , eu tive que lhe dizer , até porque eu estava com muita vontade que ele me metesse aquele pau vem dentro do meu cuzinho , e então eu disse pai , vou-te contar porque é que eu tenho o cu larguinho , e fui á casa de banho e mostrei para ele , vez pai , eu já algum tempo atrás que eu meto este tubo mais fino primeiro , e de seguida meto este mais grosso , e entra muito bem lubrifico com óleo de amêndoa devagarinho meto isto tudo dentro , e então eu a tentar alargar o buraquinho , e tu afinal já tens isso mais que aberto , e na rachinha , também metes-te meti algumas vezes , mas uma vez fez sangue eu tive medo e não meti mais ,o meu pai , filha mas diz , meteste isto mesmo dentro da racha , não pai , na racha estava só a tentar meter , mas como saiu sangue, eu parei , menos mal , estava eu a pensar que se tinhas meti isso dentro , e sangraste , podia ter acontecido perderes a virgindade , nada disso pai , foi só mesmo na entrada , e como doeu e saio sangue , eu nunca mais fiz isso , no cu é que sempre fiz , não doi , nem sangue , o meu pai , estou espantado , filha esse mais fino ,tem 3 centímetros á vontade , esse que é o tubo do creme da barba, tem 4 centímetros ou mais , filha, isso é tão duro, a meteres tudo isso lá dentro não doi , não pai , só um bocadinho , mas o prazer é bem melhor que a dor , compensa , ó filha tu és demais , eu bem digo que todos os pais deviam ter uma filha assim, filha depois de tudo isto , vamo-nos vestir, está na hora , amanha temos que recuperar o perdido , eu disse , ainda bem que eu te contei , mesmo filha , ficaste a perder, e eu também , no dia seguinte foi uma farra , meu pai já não quis saber de mais nada , eu juro que também não , estive quase duas horas que é o tempo que temos até a minha mãe chegar, com o pau bem dentro do meu cu , com intervalos , claro , foi uma loucura , eu já não quis outra coisa , a parir desse dia , eram uns beijos para aquecer o ambiente ,e de seguida o caminho foi sempre o mesmo , ainda bem que o meu pai também gosta de meter no cuzinho , eu adoro , até disse ao meu pai que já não queria experimentar meter na rachinha , nem aos treze anos , nem nunca , para mim estava bem assim , estou mais que feliz , só que penso que nem um mês passou depois disso , o meu pai acabou por me tirar a virgindade , eu gostei e gosto muito, sexo é mesmo bom , e assim continuamos já fez 6 anos , dormir com o meu pai de noite , só aconteceu uma vez , foi no ano passado ,tinha 17 anos , o meu pai como todos os funcionários da companhia de seguros onde ele trabalha foram convidados mesmo os reformados , para o aniversário 50 anos da companhia , com a devida família , foi na sede da companhia que é em Barcelona , a minha mãe não foi , andar de aviam não é com ela , fui eu com o meu pai , aquilo foi uma espécie de copo de água , mas comida , porra , nunca vi tanta variedade de comida, eram mesas e mesas cheias de comida , hotel ,também fazia parte , então no hotel estavam reservados dois quartos , um para ele , e outro para mim ,o meu pai falou com o gerente e disse que nós dormíamos no mesmo quarto , desde que tivesse um sofá ,prescindíamos de um dos quartos , e assim foi a primeira noite de sonho que dormimos juntos , foi engraçado que quase toda a gente que ali estavam achavam que eu era a esposa do meu pai , é claro que a maior parte não se conhecem uns aos outros , e então quando o meu pai dizia que era filha , ficavam espantados quado o meu pai dizia a minha idade , muitos do convidados me deram os parabéns , e diziam ao meu pai , a tua filha é um mulherão com 17 anos , e assim continuamos a nossa vidinha , o meu pai continua a dizer que não me deixa namorar com ninguém porque tem ciúmes de mim , mas é a brincar , ele até á disse que eram horinhas para eu ter um namorado , mas não vou querer ninguém enquanto não estiver formada e a trabalhar , depois penso nisso , o meu pai acha bem , a minha mãe também acha , e assim será , estou muito bem com o meu pai , com 39 anos , é um homem bonito, elegante , tem tudo o que eu gosto num homem . bjs FIM

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,43 de 7 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos