#

aquilo é que é um pau gigante

1016 palavras | 2 |4.07
Por

Nunca pensei que pudesse existir um homem com um pau tão grande.

Esse é o meu primeiro conto.
Tenho 26 anos, solteira, corpo bem definido, cabelos longos e loiros.
Trabalho numa multinacional, por isso faço muitas viagens pela empresa, pelo três vezes ao ano.
Já conheci vários países e muitos lugares turísticos.
Mais o meu grande sonho ainda não tinha realizado.
Um safari pela África !
A alguns meses atrás tive a oportunidade de juntar minhas férias com uma dessas viagens.
Cumpri minha responsabilidade como profissional e aproveitei que estava na Europa e embarquei pra África.
Estava prestes a realizar meu grande sonho.
Procurei uma agência de turismo local e logo estava registrada num safari.
Estava eufórica.
Iria ver os animais no seu território de origem, este sempre foi meu grande sonho.
Seria dez dias de pura euforia.
No primeiro dia viajamos por horas pela savana fotografando animais magníficos.
No segundo dia íamos conhecer os rios e cachoeiras da região, o que atraem muitos animais para saciar a cede.
Nosso guia era um nativo da região, conhece a fundo a vida naquele região.
Ele é moreno, alto, bem forte com o cabelo bem
Sua voz é grossa mais suave e calma.
Ele é muito cuidadoso com todos.
Éramos cerca de vinte pessoas.
A cachoeira que estávamos era de água cristalina, podíamos ver o fundo do rio de areia bem clarinha.
Aquela área era guase como um desfiladeiro o que dificultava a aproximação dos animais, então ele autorizou para que descemos um mergulho caso alguém quisesse.
Eu não resisti e fui a primeira a dar um mergulho.
Como não tinha me preparado para isso, só fiz tirar minha roupa e fui de calcinha e sutiã mesmo.
A água estava uma delícia.
Notei que ele não tirava os olhos de mim.
Parecia me comer com os olhos.
Quando voltamos para a estrada ele passou a puxar conversa comigo o tempo todo.
Ele elogiava minha coragem de ter entrado no rio, elogiou meu corpo, meu cabelo e aí por diante.
Eu não dou muita sorte com homens, fui feita mulher por um namoradinho aos treze anos.
Desde então fiz sexo com todos os meus namorados.
Ele então me convidou pra conhecer seu vilarejo.
Isso não tinha nada com o pacote de viagem que eu tinha feito.
Mais por curiosidade aceitei.
Seu vilarejo é formado por pequenas casinhas, mais o lugar é lindo.
As casas são simples mais muito bem cuidadas.
E uma dessas casas era a dele.
Então ele me convidou para conhecer a sua casa.
Fiquei admirada, é muito simples mais tem o conforto necessário.
Nosso passeio foi tão agradável que não percebi que começava a escurecer.
Então falei que queria voltar pra pousada, e ele me alertou que seria perigoso voltar a noite e que era melhor eu passar a noite no seu vilarejo.
Sem alternativa aceitei seu convite de passar a noite na sua casa.
Durante nossa conversa ele já tinha tentado me beijar e eu virei o rosto o impedindo.
Mais confesso que eu já estava excitada só de pensar em toda aquela liberdade.
Quando eu menos esperava ele me abraçou e me deu um beijo de língua.
Esse beijo foi tão gostoso que retribui.
Ele me abraçava firme com aqueles braços fortes mais ao mesmo tempo com delicadeza.
Meu coração estava disparado e meu corpo parecia pegar fogo.
Logo senti algo bem grande forçando minha coxa.
Alí eu já estava dominada.
Confesso que já estava cheia de tesão e sentia falta de uma companhia masculina que já não tinha a muito tempo.
Ele foi me levando para a cama e me fez deitar.
Continuou beijando minha boca enquanto retirava minha blusa.
Em pouco tempo estava mamando meus peitos.
Nesse momento já não tinha volta. Eu já sabia que íamos manter relação.
Então comecei a fazer minha parte.
Fui com a mão direito no seu pau, ainda por cima da roupa.
Me parecia muito grande.
Eu adoro as preliminares e fiquei com mais tesão ainda quando ele começou a passar a mão na minha buceta.
Em pouco tempo Eu estava peladinha e ele chupava minha buceta.
Gozei duas vezes na sua boca !
Depois de algum tempo ele começou a tirar a própria roupa.
Achei lindo seu peito musculoso e sua barriga sarada.
Ele estava agora só de cueca e já dava pra ter uma ideia do que ele guardava alí.
Quando seu pau saltou pra fora eu levei um susto !
Deve ter mais de vinte centímetros e é tão grosso quanto meu pulso.
Nunca pensei que ia encontrar uma anaconda na savana.
Já fui pegando nele e levei a boca.
Tamanha foi a dificuldade pra chupar ele de tão grande que é.
Quando ele se preparou pra enfiar na minha buceta fiquei imaginando aquilo tudo dentro de mim.
Quando a cabeça entrou foi uma sensação incrível.
Parecia que estava me rasgando toda.
Minha buceta começou a latejar parecia avisar que ele era muito grande.
Mais com muito cuidado ele foi forçando e invadiu minha buceta.
Parecia que ele estava mechendo com tudo dentro de mim.
Eu sabia que minha buceta estava arreganhada ao máximo.
Foi aí que ele começou no vai e vem me fazendo ter múltiplos orgasmos.
Nunca tive com um homem que tivesse o pau tão grande.
Ele socava num ritmo agradável e foi aumentando o ritmo aos poucos.
Eu podia sentir ele empurrando tudo dentro de mim.
Quando ele anunciou que ia gozar e tirou apontando pra minha barriga e seu leite começou a expirar chegando nos meus peitos senti uma satisfação tremenda por ter resistido aquilo tudo dentro de mim.
Foi uma noite maravilhosa.
Depois desse dia ainda transamos mais duas vezes até que tive de voltar pra realidade.
Voltei pra meu emprego e minha cidade já pensando em voltar lá na próxima oportunidade.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,07 de 15 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Dylan ID:7btepa60m3

    Já vi um pau grande de verdade, e sofri pra suportar aquela monstruosidade. E olha que me preparei pra isso viu, tanto psicologicamente qto outras coisas necessárias para não correr risco de passar vexame na hr. Eu o conheci através de um amigo em comum, e acabamos ficando amigos tbm. Me encantei qdo notei o tamanho do pacote, e dei até uma bela de uma apalpada. Tenho 1,86 de altura, 81 quilos, malho, não abuso de nada pra poder manter meu corpo perfeito, e ele tbm apalpou minha bunda, e falou no meu ouvido que se eu aguentasse inteiro, seria o primeiro, falei que tirava de letra, ele riu e falou que pagava pra ver. Por falar em ver, pedi isso a ele, que me deixasse pelo menos ver. Ele riu e falou que só na hr, se é que eu ia mesmo no encontro que marcamos. Liguei pra minha Dorinha, e ela me ajudou na “lavagem completa”, se quisesse podia até beber a água que eu estava expelindo após aquela chuca de responsa que ela fez em mim. Fui com a cara, a coragem, cheio de tesão e vontade. Chegamos quase juntos, tomamos um drink e fomos embora. Assim que entramos na suíte do motel, que foi escolhido por ele, já o ataquei…e quase desmaiei qdo vi o que me aguardava. Duro sim, bem duro mesmo, e grosso. Mas o tamanho me impressionou. Vinte e três centímetros de rola, e que rola. Brinquei muito antes, pra ver se abaixava um pouco à adrenalina dele, pq o rapaz estava muito afoito. Disse me que eu era o carinha mais novo que ele saiu até então, e eu tinha 20a na época hein. Que sofrimento gostoso, e eu não sabia que tinha uma caidinha para o masoquismo, pq gritei, chorei, reclamei e pq não, “uivei” de dor, mas foi bom demais ser “coberto” por aquele puro sangue roludo, e voraz. Me comeu de td qto foi jeito, e me fez gozar muito sem tocar no meu pau, só metendo a rola no meu cusinho guloso, que ele deixou bem estragadinho naquele dia. Mas fui embora feliz, todo dolorido, mas feliz. Dei pra ele mais duas vezes depois daquele dia, e perdemos contato qdo ele foi morar no sul.