# # #

Minha filhinha de 11 anos começou a me seduzir Parte 2

2698 palavras | 50 |4.58
Por

Fala pessoal, vou contar os dias que se ocorreram após o que eu relatei na primeira parte, recomendo fortemente lerem ela até para ter a descrição minha e da minha filhinha Larissa (fora o fato dela ter sido muito boa também).

No começo do dia seguinte, tudo se seguiu estranhamente normal, eu acordei para trabalhar, fiz todo o procedimento normal de quem se prepara para sair, e fui acordar a Larissa, do modo com sempre acordo, pulando na cama e fazendo cosquinhas na mesma, sempre aproveitando para beijar e sentir seu cheiro forte de perfuminho e um pouco de suor, mesmo estando com a consciência pesada por conta do dia anterior, consegui agir naturalmente com ela, e ela também agiu como se nada tivesse acontecido, me abraçou e retribuiu alguns beijos na minha bochecha, ela seguiu para o banheiro e eu fui arrumar minha pasta de arquivos que tratavam do início da obra de uma estrada que foi atribuida ao meu batalhão de engenharia, enquanto quebrava minha cabeça pensando como em iriamos terminar aquela obra naquele curtíssimo prazo, escuto a porta do banheiro abrindo, e de lá saiu minha pequena princesa, completamente peladinha e de cabelo molhado e amarrado, meus olhos fixaram naquele seu corpo branquinho que estava meio roseado por conta da água quente, ela se inclinou num móvel que portava um espelho acoplado no mesmo, móvel esse que estava praticamente em minha frente, onde começou a passar um deliniador em seu olho, seu peitoral e tronco estavam quase enconstando na madeira do móvel de tão curvada que ela estava, o que consequentemente deixou seu rabinho super empinado e a poucos centímetros de mim, simplismente começei a suar frio de tesão, meu coração disparou, como relatei na parte 1, não transava a pouco mais de 4 meses, 4 meses sem ter um orgasmo, já que tinha abandonado o hábito da masturbação da pornografia a muito tempo, e toda aquela falta fazia meu membro ficar ereto por simples coisas, e no caso, a bucetinha e o cuzinho da minha filhinha expostos em minha frente era uma coisa longe de ser simples de lidar, ela passava o produto em seu olho e olhava pra mim ao mesmo tempo, sorrindo levemente e desviando o olhar enquanto corava um pouco, antes de voltar para o banheiro ela ainda abriu bastante as pernas o que deixou o que já estava exposto, muito mais do que estava antes, passou mais um segundos se maquiando e voltou pro banheiro, eu me controlei com todas as minhas forças para não chegar por trás dela e sentir aquele corpo magro e frágil com minhas mãos e boca, já que que se eu começasse com isso não pararia tão cedo, o que me faria perder o horário de entrada no batalhão, e mesmo já sendo oficial superior, a punição para isso custaria muito caro, arrumei tudo o que tinha que arrumar, e esperei minha pequena sair e vir preparar o café comigo, ela saiu já arrumada pro colégio e veio até a cozinha muito sorridente, com um dentinho inferior da frente faltando, que eu mesmo tinha arrancado quando já estava muito mole, deixando-a mais fofa e linda ainda, preparamos o café juntos e comemos normalmente, conversando sobre como ia os estudos dela para as avaliações do meio do ano, e claro, quem ela achava que iria ganhar nas batalhas e rivalidades de Naruro, ela sempre sorrindo muito pra mim enquanto roçava suas perninhas nas minhas, e eu sempre fingindo que não percebia, no fim terminamos e levei-a pro meu carro para irmos a escola, na viagem eu sempre botava via bluetooth as músicas que ela gostava, aberturas de anime e desenhos na maioria das vezes, quando do nada ela fala
– Papai vamos dar uma volta no shopping?
Fiquei sem entender muito bem pois se tem um horário onde ela não é disposta pra nada é este da manhã, mas olhei no relógio eram 5:50, meu pequeno vício em pontualidade havia extrapolado nesse dia, pois Larissa só tinha que estar no colégio 7:00 e eu no batalhão 7:30, então não faria mal jogar um tempinho fora pelo shopping, fomos em um que ficava perto de sua escola, seu favorito inclusive, quando entramos de mãos dadas já segui o caminho para o lugar que ela mais amava, um loja de produtos geek, onde havia camisas, luminárias e até quadros de personagens de quadrinhos e mangás, porém ela me puxou para outro caminho, eu só acompanhei e dei de cara com uma loja de roupas femininas, mais uma vez estranhei pois ela sempre foi do tipo que odiou comprar roupas, faziamos isso só de 4 em 4 meses e eu praticamente arrastava ela a força, mas eu nem liguei, minha conta estava sempre cheia devido aos meus investimentos em criptomoedas então não tinha sido pego de surpresa, logo quando entrei tive que relevar as risadinhas das atendentes, provavelmente por acharem engraçado ver brutamontes com uma farda do exército caminhando numa loja extremamente rosa e cheia de efeitos de glitter nas paredes, fator que se intensificou quando meu anjinho pediu para mim segurar sua mochilinha rosa da Sailor Moon enquanto andavamos na seção de calcinhas e sutiãs, ela foi ao provador enquanto eu me sentava esperando, do nada veio correndo para me mostrar um conjunto baby doll lilás, que continha um vel transparente até de mais, que fazia com que apenas a calçinha apertada e o sutiã pequenino cobrissem algo, a funcionária do provador logo barrou e pediu para Larissa voltar pois não era permitido sair do provador daquele jeito, achei ruim no início mas dei razão para a moça, afinal não queria que algum marmanjo entrasse na loja e ficasse olhando a minha princesa (por mais que fosse extremamente difícil um cara entrar numa loja daquelas aquela hora da manhã), ela saiu com um saco da loja, quando eu fui ver o que ela tinha pegado a mesma deu um tapinha na minha mão.
– É surpresa papai –Ela riu enquanto escondia o saco.
Ignorei e fui ao caixa, tivemos que ficar esperando alguma atendente vir para passar as coisas, veio uma dos fundos da loja, cabelo preto, morena e quase da minha altura, peito e bunda muito grandes, veio olhando nos meus olhos durante todo seu percurso até o caixa, passou ao meu lado e deu uma piscadinha para mim, minha filhinha beliscou minha mão ao ver meu rosto de pessoa que não transava a 4 meses, fiquei completamente encantado com aquela mulher, passamos as compras, eu paguei e antes de ir ela me deu seu telefone, ela era estilista, e no cartão havia o contato profissional impresso formalmente, e o pessoal escrito a caneta atrás, sorri de orelha e dei obrigado, ao sair da loja, minha anjinha super emburrada me beliscou e me deu um chutinho.
– O senhor é muito fácil de enganar, fica dando atenção pra qualquer uma –disse ela virando o rosto e fazendo um dos mini biquinhos mais fofos que eu ja vi.
Ri para mim mesmo e ignorei-a, quando entramos no carro ela subitamente me abraçou e disse.
– O senhor é só meu, só meu ouviu?! Estranhei aquele comportamento inicialmente, até notar que as últimas palavras da frase soaram de forma meio chorosa, percebi seus olhos marejarem um pouco e abraçei-a fortemente e disse.
– Sim minha princesa, eu sou só seu, nunca vou te abandonar.
Ela me abraçou mais forte e sorriu , finalmente levei e deixei ela na escola, segui pro meu trabalho e tive um dia absolutamente horrível em todos os quesitos, tive trabalho extra pra recalcular diversos novos possíveis projetos, ter que arranjar máquinas novas em outros quarteis, e ainda tivemos nosso prazo de entrega mais reduzido ainda, notícia que foi me dada numa reunião de 5 horas com o prefeito da cidade, voltei para casa 21:00 atordoado e esgotado, nunca fui de ter mau humor e descontar nas pessoas, mas quando ficava estressado/cansado simplismente me fechava e evitava falar muito, quando cheguei no meu apartamento Larissa estava na ponta dos pés vendo Naruto, uma luta que ela esperava há tempos, Naruto vs Sasuke (Primeira luta do Clássico), ela veio a mim toda animada apontando para Tv e dando pulinhos, eu abraçei-a rapidamente e disse
– Desculpa anjinho, papai tá cansado, amanhã eu vejo ok?
Fui direto para o chuveiro, saí de lá e coloquei minha cueca boxer, já estava pronto pra dormir, quando saí a Tv estava apagada, estranhei pois o episódio tinha acabado de começar, fui até a sala e vi minha princesinha sentada no sofá abraçada em seus joelhos e chorando baixinho, corri até a mesma logo abraçando e tentando conforta-lá
– O que ouve meu amor?? —Falei desesperado enquanto fazia carinho em seu cabelo.
– Você vai me abandonar papai, que nem minha mãe fez antes –(Falava de sua Mãe Biolôgica, um monstro que largou ela num orfanato ainda com meses de idade).
– Para de falar essas coisas, eu nunca te abandonaria, eu te amo, e sempre te amei, o que deu em você pra colocar isso na cabeça?!
– O senhor vai me trocar por alguma mulher um dia, eu vejo o seu olhar quando encontra mulheres na rua, sempre querendo elas, eu fico com medo se um dia o senhor casar e me deixar de lado, e-e eu acabar voltando para aquele lugar, eu não quero, e-eu não quero voltar pra lá, quero ficar com você papai –Disse ela lacrimejando e maranhando a voz.
Eu puxei seu rosto em direção e mim e disse firmemente.
– Eu nunca faria nem nunca vou fazer algo como isso com você, sempre tive orgulho da minha princesinha, você é a coisa com a qual eu mais me precupo na minha vida.
– Então me prova –ela disse cortando meu discurso.
– Como assim provar?
– Eu quero ser sua mulher –disse ela timidamente enquanto desviava olhar e corava.
– H-hein? –gaguejei na hora, aquilo soava muito estranho pra mim.
– Eu te amo papai, você sempre fez eu me sentir bem, ter confiança em mim mesma, sempre me guiou pra cima e evitou que eu caísse em caminhos ruins, sempre me ensinou tudo, e sempre me acompanhou, vendo animes, brincando, estudando, eu não quero perder nem um pouco disso pra qualquer vagabunda que queira enganar o senhor.
Confesso que o que ela disse me fez sorrir de alegria, eu simplismente beijei-a com todas as minhas forças, colocando minha língua quente na sua boquinha pequena, junto a sua línguinha tímida e inexperiente, após o beijo disse-lhe.
– Eu aceito ser seu marido, prometo que meu anjinho vai ser a única mulher do mundo que vai me ter, certo? –disse acariciando seu rosto vermelho e choroso.
– Obrigado papai –disse meu anjinho sorrindo.
– Agora vamos dormir que esta tarde –disse pegando-a no colo e levando pra sua cama.
Ela deitou mas antes disse que queria tomar banho, ela foi e me pediu pra ficar no quarto dela, eu fiquei lá sentado com a cabeça ainda fervendo por conta do trabalho, quando ela voltou, estava com aquele Baby Doll lilás, tinha passado um óleo no seu corpo que realçava suas coxas, bunda, barriguinha, e seus peitinhos em desenvolvimento, ela caminhou com um olhar malicioso que eu nunca tinha visto antes nela, tirou a parte de cima do baby doll no trajeto e me beijou, empurrando-me para o centro da sua grande cama.
– Uma boa mulher sempre faz com que o marido se sinta melhor das frustrações do trabalho –disse ela descendo seus beijos até meu pescoço e peitoral, logo chegando ao meu membro que já estava duro, retirou completamente minha cueca e rapidamente colocou sua boquinha nele.
Meu pênis mede 18 cm, reto e uniforme, estava me perguntando se ela saberia o que fazer com ele, minha princesinha me surpreendeu ao colocar sua mãozinha na base do meu membro, apertando um pouco e começando a masturba-lo levemente, logo em seguida passou sua linguinha rosa e quente na pontinha da minha glande, o que me fez gemer alto pois fazia tempo que não sentia aquilo, ela fez os movimentos simultâneamente e aumentou o ritmo, colocando a metade do meu membro na sua boca, e chupando com muita força e rapidez, minha perna tinha espasmos enquanto eu gemia alto e mal conseguia apoiar minha mão nos seus cabelos molhados, até que ela colocou tudo na boca, quase engasgou no início mas continou com os movimentos por alguns minutos até eu gritar de prazer e encher sua boquinha virgem com meu leite, gozei litros e litros, ela engoliu quase tudo e lambeu o que tinha caido na minha barriga, ela pediu para ir lavar a boca e logo voltou, me beijando super ofegantemente, enquanto pegava e masturbava meu membro de novo.
– Onde você aprendeu isso tudo, fofinha? –indaguei olhando pros seus olhinhos sedentos por mais.
– Meu computador não serve só pra estudos –ela sorriu enquanto beijava meu pescoço
Ela subiu sentou em mim e ficou de costas em meu colo, começou a roçar sua bundinha no meu membro, esfregava com vontade e rapidez, enquanto abria a budinha com as mãos, piscava e abria ao máximo seu cuzinho pra mim, ela abria colocava diretamente seu buraquinho no topo do meu membro que já estava transbordando de molhado, lubrificando um pouco sua entradinha, tinha horas que entrava um pouco dentro dela e ela dava muitos gritinhos de dor, sentir o pouco de dentro do cuzinho da minha filha era como entrar nas portas do ceú, ela se virou e ficou de frente pra mim e dessa vez ficou roçando sua bucetinha no meu membro, abria ela e pressionava o máximo contra ele, roçando e descendo da cabeça ao fim, subia e descia com muita vontade e ofegava e gemia de tesão, e sentia o meladinho de sua buceta umedecer o meu pênis.
– Goza pra mim papai –gritou ela ofegante e com um fio de babinha descendo de sua boca
Alguns segundos depois ela começou a dar vários gritinhos de prazer, era o início de mais um orgasmo da minha pequena, ela roçou e apertou mais ainda meu membro contra sua bucetinha virgem, nisso eu gozei de novo, mais um grito alto de tesão, minha cabeça ficou leve, e eu estava prestes a ter uma parada cardiáca de tão excitado com aquela cena da minha filhinha agindo como uma putinha louca por prazer, ela desfaleceu em meu colo, ainda tocando na sua bucetinha e aproveitando seus últimos momentos de orgasmo.
– E-eu te amo papai, eu te amo -disse ela surrurando em meu ouvido, respirando rapidamente e fortemente.
– Eu também te amo meu anjo.
Levei ela ao banheiro e tomamos banho juntos na banheira, ela ainda meio tonta, mas sempre sorrindo pra mim e me dando uns beijos desfalecidos, voltamos pra cama e dormimos juntos no quarto dela de novo, foi a melhor noite de sono que tive em décadas, todos os problemas tinham sumido de minha cabeça, nos cobrimos, apagamos as luzes e dormimos agarradinhos um no outro.

//E aí gente, Curtiram a parte 2? por favor comentem, avaliem, e se não gostaram de algo me deem dicas de como melhorar a leitura de vocês, talvez eu esteja colocando muito contexto, mas é pra ambientar melhor vocês e fazer com que vocês sintam o mesmo que eu senti naquela época, de resto é só isso amigos, se cuidem e até mais.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,58 de 71 votos)

Por # # #

50 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Marcela

    Isso acontece muito em Belém e afirmo que sou apaixonada pelo meu pai! [email protected]

  • Responder Garoto de Belém

    Deslacrando.. o que estava lacrado, e hoje tá deslacrado, a deslacrada.. 🧐

  • Responder Jairo

    Oi também tenho duas filhas tem 8 é 10 anos são uma delicia brincos com elas um dia levei ela pra buscar um lanche é ficamos sentados esperando o lanche ficar pronto eu fiquei passando a mão na ppm dela foi uma delicia

  • Responder Raone

    Perfeito, simplismente perfeito

  • Responder Lara_Alvez

    Amei querido
    Super envolvente e sentimental, sem esquecer da boa putaria kkk
    Muito melhor que esses relatos nojentos de alguns maniácos aqui desse site que violentam e tratam mal as crianças

  • Responder Mauro

    Essa pra mim foi a melhor parte, muito tesão e romance, não é a toa que tem mais de 70 votos

  • Responder Wal

    Delícia hein tbm tenho uma filha de 11 aninhos amo quando ela mim punheta chupa gostoso devagarinho

  • Responder Maria_23

    Finalmente alguém que escreve bem e sabe ambientar a gente na história ❤❤❤❤❤❤

  • Responder Angela Trindade

    Delícia de conto, adorei, posta mais.

  • Responder Stuk

    Cara fique excitado agora.

  • Responder Vontade de você

    Shopping aberto as 7 da manhã, mora onde eim

    • Coronel_Gustavo.

      Já expliquei essa questão num comentário abaixo kkk, não era um grande Shopping de uma grande marca patenteada, era aqueles prédios de médio porte com poucos andares que tem várias lojas, nesses estabelecimentos cada loja pode abrir quando quiser a partir das 6:00.

  • Responder Pai de menina

    Delícia de conto. Tb tenho uma filha novinha que sinto muito tesão por ela. Tb sinto muito tesão quando eu saio com ela na rua e percebo algum olhar de desejo de alguém por ela. Teve um dia que sair pra lanchar com ela na rua. Paramos numa barraca de pastel e enquanto o pastel estava fritando ficamos esperando sentados nas cadeiras da barraquinha. Minha filha tava de blusa e saia e sabem como é menina novinha, não se preocupa muito em fechar as pernas. Percebi que tinha um senhor de uns 60 anos por aí sentado em nossa frente que de vez em outra olhava em direção da buceta da minha filha, de onde ele estava dava pra vê a calcinha dela, já que ela estava de pernas abertas. Senti um tesão imenso nesse dia.

    • Ediel

      Quantos anos tem sua filha? A bucetinha dela deve ser lizinha é bem fechadinha né?

    • Stuk

      Tenta …….

    • Alexandre

      Tenho um amigo que tem uma filha de 8,e sempre que vou na casa dele a menina tá jogando no celular sentadinha no sofá,e fica toda arreganhada aparecendo a calcinha dela toda enfiadinha,fico louco vendo isso e meu pau lateja e endurece na mesma hora,que tesão!Sou do RJ e meu e-mail é [email protected]

  • Responder Suzano✌️

    Obrigado pelo conto delicioso

    • Coronel_Gustavo.

      Eu que fico agradecido pelo seu elogio.

  • Responder Robson 45

    Q delícia de conto .. gozei .. q venham outros

    • Coronel_Gustavo.

      Eu que agradeço pela sua avaliação ^-^.

  • Responder Fabio Safado

    Olha eu realmente tenho uma historia real, eu tive por 3 anos seguido sexo c mae e c filha uma guria de 9 anos e foi tudo concebido e aceito p ambas foi uma das mais gostosas experiência q tive eu estou a procura d maes que realmente queira essa experiência, meu tele é safadinhotarado2018 assim como meu hot é só completar c o end passado, vc mae que realmente queira e feito c cuidado todo mundo sai ganhando.

    • Pai de menina

      Eu também já tive uma experiência real parecida com essa. Só que no caso a filha tinha 13 anos. Mas fiquei um tempo fazendo com elas.

  • Responder Thi

    Muito Bom!

  • Responder Jairo

    Muito bom esse conto. Tirando o horário do shopping que em qualquer lugar do mundo só abre as 10:00 hrs. da manhã. O resto foi legal

  • Responder Nonato

    Gostei
    Só forçou o shopping abrir as 5da manhã

  • Responder Paulo Roberto

    Muito bom. Me vi em seu lugar. Muito excitante este conto

  • Responder Ckdelas

    Se alguém que compartilha história aí comigo e só fala

    • Wal

      Passa contato

    • Garoto de Belém

      Nenhuma gata posta contato aqui e fica ruim

  • Responder Papai

    A minha por enquanto dorme sentada no meu colo todas as noites vendo tv comigo. É cada sarrada deliciosa que dou. O pai baba e já cheguei até a gozar mas não tenho coragem de passar disso. Conto mais delicioso esse.

    • Carlos

      Delícia qts anos ela tem

    • Larissa

      Queria ser sua filha pra te chupar gostoso

  • Responder anon

    continua mt bom romantico e tesao ao msm tenpo

    • Coronel_Gustavo.

      Agradeço mano, espero ter sua avaliação nas próximas partes também.

  • Responder Netto

    comheco muito desses shoping em sao paulo tem muitos desses que abre as 3 da madrugada pricipalmente na regiao da 25 de marco no.bras . em santa terezinha do iguacu tbm tem e ponta pora ms tbm tem desses shoping .sao pequenas lojas mas sao como shoping uns abre as 3 outros as 5 da madrugada.continua amigo tbm tenho 2 filhas adotiva hoje sao como minha mulher as duas.nota dez

    • Coronel_Gustavo.

      Pois é, o pessoal as vezes só pensa que existe aqueles shoppings gigantes de grandes franquias.

    • Anônimo que adora ninfeta

      Muito bom Gustavo, continua, quero ver quando vc vai comer a bundinha dela.

  • Responder @Srnob

    História legal, só quebrou um pouco nas falas dela. Antes achei tapada demais p 11 anos (mas pensei, sla, as vezes foi mimada e n teve acesso as malicias do mundo) e agora nesse conto, altos argumentos na hora de querer ser sua mulher.

    • Coronel_Gustavo.

      Valeu cara, já me disseram que ela estava muito adulta nessa cena, as vezes pulo um pouco como foi o desenvolvimento de tudo pois tô começando a escrever agora, eu uso a justificativa que ela já via e pesquisava sobre vídeos e coisas eróticas antes de tudo acontecer, mas obrigado pela dica vou ver como posso melhorar essa parte.

  • Responder Felipebr

    Ficou ruim essa segunda parte, shopping abrindo 5h da manhã? Onde isso? Loja infantil que vende lingerie sexy pra criança? Enredo ficou péssimo da história.

    • Coronel_Gustavo.

      E aí cara, eu já expliquei a questão do shopping num comentário mais em baixo aqui, da uma olhada lá, já a questão da roupa, não era uma lingerie de sex shop, mas uma roupa comum, mas só era mais curto e tinha um vel, é bem comum meninas de pouca idade já usarem roupas curtas em casa, obrigado pela avaliação mano, vou ver no que posso melhorar 😕.

    • Coronel_Gustavo.

      E no caso o Shopping “abriu” 6:00, já que 5:50 ainda estavamos no tráfego.

  • Responder Anonimo

    Mano tesao queria ter uma filha assim pra fazer minha mulher eu peguei uma novinha uma vez só q tbm era jovem mais agr qr adotar des de setenbro do ano passado venho pensando nisso escolar a filha igual escolher uma mulher criar e depois fazer de mulher

  • Responder Cachorro loco

    Muito bom,pode ser verdade tenho um amorzinho de 10anos as vezes tem atitudes de adulto

    • DOMINADORP

      A minha adora é bem curiosa também pra idade

  • Responder Maxx!

    Caralho
    Q putunha deliciosa
    Descreva melhor a lingerie q ela comprou, diz como era. Ficou enfiadinha na bundinha dela?

    Me chama
    @nalabuta

  • Responder oliveira

    MUITO LEGAL SEUS CONTOS PARABENS CONTINUE ASSIM

    • Coronel_Gustavo.

      Obrigado amigo, espero seu comentário nas próximas postagens.

  • Responder Pe vermelho

    Cara muito bom mas vou fazer uma crítica construtiva… shopping não abre antes das 9 da manhã e a conversa dela tem hors que fica muito adulta pra idade proposta se quiser conversar deixa um contato ppis também escreve o e gostaria de falar com outro escritor

    • Coronel_Gustavo.

      Shopping não necessariamente significa um grande shopping de uma grande franquia patenteada que segue esse padrão, pode ser aqueles lugares onde tem muitas lojas num prédio comum e comercial que possuem poucos andares, mas que já possuem o nome de shopping, nesses lugares as lojas possuem autonomia para abrir a qualquer hora, no caso das frases adultas, ela é uma garota precoce, que já pesquisava e andava vendo muito essas coisas antes mesmo de tudo começar a acontecer, mas vou ver o que posso fazer pra amenizar isso, obrigado pela avaliação amigo.